Traição no casamento: como descobrir?

Desconfiar de uma traição no casamento pode levar a atitudes impensadas e que inviabilizam a comprovação ou refutação da suspeita.

Para evitar colocar o parceiro contra a parede sem provas concretas é importante que ao suspeitar da traição no casamento você busque sinais da infidelidade conjugal, incluindo o levantamento de provas com ajuda de um investigador profissional. Saiba mais!

Quais atitudes indicam uma traição no casamento?

Existem diversos comportamentos que levantam a atenção de quem suspeita de uma traição no casamento. As mudanças são diversas e podem ser sutis, o que demanda atenção constante ao comportamento do parceiro.

Ficar mais individualista

Entre os primeiros indícios de infidelidade está a pessoa tornar-se mais individualista, querendo fazer mais passeios sozinha ou passando mais tempo sem a sua companhia.

Ao ficar individualista, a pessoa costuma dividir menos os acontecimentos do dia a dia, o que resulta em um distanciamento físico e emocional que é percebido pelo parceiro traído.

Cuidados extras com o celular

Muitas pessoas não gostam mesmo de dividir o celular ou de deixar o aparelho acessível. No entanto, caso haja uma mudança nesse comportamento é importante ficar alerta.

Se o parceiro resolveu colocar uma nova senha e não compartilhá-la, começou a excluir conversas que antes deixava no aparelho ou colocou senhas em aplicativos específicos, pode ser que há algo que ele não quer que você descubra.

Problemas na relação

Se você acredita que existe uma traição no casamento é importante refletir sobre como está a relação. Um indicativo é a recorrência de problemas ou brigas mais frequentes por motivos que anteriormente seriam ignorados.

A falta de diálogo também é um indício de que existem problemas na relação, principalmente se antes vocês eram mais próximos.

Mudanças na rotina

A rotina é um dos principais fatores que indicam se você está sendo traído ou não. Se o cônjuge começou a ter reuniões, horas extras, viagens de trabalho e outras ocupações em excesso, desconfie.

Apenas uma mudança na rotina, com dias mais agitados, não é um sinal claro de traição. Mas se esse comportamento for acompanhado de explicações insuficientes, informações contraditórias e desencontros propositais entre vocês será preciso investigar mais detalhadamente.

Como devo proceder se suspeitar que estou sendo traído?

A suspeita de uma traição no casamento pode levar o cônjuge a uma rotina obsessiva com o parceiro, com mais perguntas e cerceamento que, em geral, leva a um afastamento entre os dois e mais cuidado com o amante.

Por essa razão, ao suspeitar que está sendo traído, é importante avaliar a situação com cautela. Inicialmente elenque quais sinais o parceiro está emitindo que reforcem essa desconfiança.

Com essas informações em mãos, o recomendado é procurar por um detetive particular. Esse profissional conhece as técnicas para investigar o caso sem causar desconfiança no cônjuge. Entre os benefícios dessa opção destacam-se:

  • Preservação do estado emocional do parceiro que acredita que está sendo traído;
  • Mais profissionalismo no levantamento de provas;
  • Provas irrefutáveis da traição, como fotos, vídeos, conversas e áudios;
  • Discrição na obtenção das provas, não causando mudanças na rotina do investigado que prejudiquem a revelação da verdade.

Por essas razões, ao desconfiar de traição no casamento a contratação de um detetive particular mostra-se como mais satisfatória para obter a verdade dos fatos e ter um processo menos traumático.