Saiba o Que é Hérnia de Hiato

A hérnia de hiato é identificada quando uma pequena porção do estômago se projeta para o tórax através de um afrouxamento na parede do diafragma.

A estimativa é que a hérnia de hiato tenha maior incidência na parcela mais velha da população, em obesos e em mulheres que tiveram mais de um filho.

Por mais que exista essa parcela da população que se enquadra como a de maior risco, a patologia pode acometer qualquer pessoa.

Seu diagnóstico costuma ser simples, sendo que alguns sintomas colaboram na identificação da hérnia de hiato, ou hérnia no estômago, como é popularmente chamada.

Sintomas da hérnia de estômago

A condição pode ser assintomática, ou seja, o paciente não apresenta nenhuma queixa relativa a incômodos no seu sistema gástrico digestivo. Entretanto, alguns sintomas podem ser tidos como comuns a quem tem hérnia de hiato, sendo eles:

  • Azia e queimação;
  • Dificuldades para engolir;
  • Tosse seca e irritativa;
  • Sabor amargo na boca;
  • Mau hálito;
  • Arrotos constantes;
  • Digestão lenta;
  • Ânsia de vomito de forma frequente.

Por vezes, esses sintomas podem ser confundidos com uma esofagite de refluxo, por exemplo,  e só com exames diagnósticos é possível determinar qual condição acomete o paciente e qual o tratamento a ser indicado.

Diagnosticando a hérnia de hiato

Três exames distintos ajudam no diagnóstico da hérnia de hiato: uma radiografia simples do tórax; uma radiografia com deglutição de bário ou uma endoscopia digestiva alta.

A solicitação costuma partir do clínico geral ou do gastroenterologista e é feito com base nas queixas e incômodos relatados pelos pacientes.

Como tratar a hérnia de hiato?  

Dentre as hérnias abdominais, pode-se dizer que a de hiato é a de tratamento mais simples. A princípio a via medicamentosa pode ser indicada, pois, os sintomas que causam o desconforto são facilmente revertidos com alguns medicamentos.

Os cuidados com a alimentação também devem fazer parte da rotina do paciente diagnosticado com a hérnia de hiato. Como o refluxo e a dificuldade de deglutição são comuns, os pacientes devem ter uma alimentação mais leve e balanceada.

Evitar o consumo de alimentos gordurosos, bebidas alcóolicas e o café, por exemplo, colaboram na melhora dos sintomas. Somado a isso, é necessário alimentar-se de três em três horas e não ingerir líquidos junto as refeições.

Os cuidados mencionados, somados ao medicamento e acompanhamento médico colaboram para a minimização do quadro.

Quando operar uma hérnia no estômago?

A necessidade de uma cirurgia ocorre em casos graves da hérnia de hiato, ou seja, quando ela apresentar encarceramento.

O encarceramento é resultado da compressão da hérnia e o corte de suprimento sanguíneo do órgão que forma a protusão, neste caso o estômago.

Caso o estômago para de receber suprimento sanguíneo, ele pode necrosar e causar uma infecção grave ao paciente. Por isso é necessário acompanhamento contínuo, sendo a única forma de evitar que a hérnia de hiato se transforme em um caso grave e necessite de uma intervenção cirúrgica de emergência.

Caso ocorra o encarceramento, o cirurgião especialista em hérnia pode optar pela cirurgia de videolaparoscopia ou a robótica, ambas extremamente eficazes na correção de hérnias.