Saiba como acabar com o bigode chinês

O processo de envelhecimento nem sempre é bem aceito por homens e mulheres, em especial, quando afetam o rosto de forma evidenciada. Um desses sinais é o bigode chinês, que é facilmente corrigido com tratamentos estéticos.

O bigode chinês é o nome popular dado a linha que surge do nariz e se direciona até o lábio, em termos médicos sua denominação é sulco nasogeniano.

Ela passa a ser mais evidenciada a partir dos 30 anos, quando a firmeza da pele começa a enfraquecer. Ou seja, é um dos primeiros sinais do envelhecimento facial.

É impossível impedir o envelhecimento de ocorrer. Entretanto, é muito fácil retardá-lo e é justamente isso que a medicina estética propõe.

Existem diversos tratamentos que colaboram no combate ao bigode chinês, veja os mais conceituados a seguir!

Como evitar o sulco nasogeniano?

Criar uma rotina de cuidados com a pele do rosto é imprescindível. Uma das formas de evitar o surgimento do bigode chinês é com medidas preventivas, como o uso de filtro solar diariamente, uso de cremes e /ou dermocosméticos indicados por um dermatologista.

Tratamentos estéticos faciais feitos por esteticistas também colaboram para evitar que o bigode chinês apareça e se acentue.

Os peelings mecânicos ou químicos, como o peeling de diamante, colaboram na estimulação da produção de colágeno e podem ser feitos junto a limpeza de pele, uma vez a cada 45 dias, em média.

Exercícios faciais também ajudam a minimizar os primeiros traços do bigode chinês. Entretanto, é necessário comprometimento para que ocorra o resultado esperado.

Como tratar quando o bigode chinês já apareceu?

Como mencionado, parar o processo do envelhecimento natural da pele é impossível. Por isso o bigode chinês tende a fazer parte do visual de milhares de pessoas.

Uma das formas de tratar quando ele se mostra bem marcado é por meio do uso dos preenchedores faciais, como o que usa ácido hialurônico, por exemplo.

O preenchimento facial com ácido hialurônico caiu no gosto dos brasileiros devido ao seu efeito imediato, mínima chance de reação adversa, efeito natural  e durabilidade relativamente alta.

O preenchimento com ácido hialurônico pode durar 12 meses, sendo que ele colabora na estimulação da produção de colágeno e elastina, fazendo com que a região tratada ganhe um viço diferente.

Já tiveram relatos de pacientes que demoraram mais de 12 meses para refazer o tratamento de combate ao bigode chinês, uma vez que a restauração do colágeno, somada a cuidados externos na pele, retardaram de forma significativa o reaparecimento do sulco nasogeniano.

Cirurgião plástico ou dermatologista?

Os dois profissionais são capacitados a tratar de forma efetiva o bigode chinês. Enquanto o dermatologista ajuda na prevenção e trata a pele da face como um todo, o cirurgião plástico dá um resultado “mais rápido”.

Para isso o paciente deve se submeter a uma cirurgia de lifting facial, procedimento cirúrgico de média complexidade e com excelentes resultados. O tratamento pode ser complementado com o uso de preenchedores e da aplicação de toxina botulínica, o popular Botox®.

Como mencionado, o bigode chinês pode ser prevenido e tratado com o auxílio da medicina estética. Para isso, consulte-se com um dermatologista e crie uma rotina de cuidados bem detalhada.