Varizes – Que Veias Se Tornam Varicosas?

Conheça quais as veias que se podem vir a tornar varicosas?

Veia safena interna (ou grande safena)

Esta veia e as respectivas tributárias são as que mais formam varizes. A veia safena interna (ou grande safena) resulta da confluência das veias colaterais do pé e é visível em muitos indivíduos, quando estão de pé, como a veia que passa à frente do osso, na zona interior do tornozelo.

Ascende pelo lado interior da barriga da perna e da coxa e, na zona da virilha, junta-se à principal veia profunda (a veia femoral). A veia safena interna e as suas tributárias são as que mais regularmente formam varizes. A veia safena externa e as suas tributárias tambem podem formar varizes, mas isso acontece menos frequentemente.

Veia safena externa (ou pequena safena)

Esta é a outra veia principal, por baixo da pele da perna, cujas veias colaterais podem formar varizes, mas é menos afectada do que a veia safena interna. A veia safena externa (ou pequena safena) começa mesmo atrás do osso, na parte exterior do tornozelo e ascende pela face médio-posterior da perna. Normalmente, junta-se à principal veia profunda (veia poplítea) mesmo acima ou abaixo do joelho.

Contudo, isto varia e, por isso, antes de uma cirurgia da veia safena externa é necessário verificar por eco-doppler. A veia safena interna é também denominada “veia safena magna” e a veia safena externa é designada por “veia safena parva”, mas estes não são os termos habitualmente utilizados.

Veias perfurantes

Em quase todas as zonas da perna, uma veia perfurante pode desenvolver válvulas insuficientes, o que permite o refluxo do sangue sob pressão para as veias superficiais, tornando-as alongadas e varicosas.

Qualquer veia

Qualquer veia sob a pele, em qualquer zona da perna, pode tornar-se varicosa, sem que haja problemas nas válvulas da veia safena interna ou externa ou das veias perfurantes. Estas varizes são, habitualmente, bastante peguenas e provocam poucos sintomas. Conheça quais as principais causas das varizes.

Porque se tornam varicosas as veias?

A verdade é que, na maioria dos casos, não se sabe qual é a causa das varizes. Há duas grandes teorias.

As alterações que provocam varizes. Se uma válvula deixar de funcionar correctamente, dá-se um aumento anormal da pressão na secção da veia abaixo. Esta pressão provoca um alongamento da veia, que torna a válvula abaixo insuficiente e assim sucessivamente.

Válvula normal. Permite a circulação do sangue apenas numa direcção.

Válvula insuficiente. Pela acção da força da gravidade, o sangue distende a secção de veia abaixo da válvula, provocando a
insuficiência das válvulas seguintes.

lnsuficiência valvular descendente. Se a válvula do topo da veia (por exemplo, a válvula no topo da veia safena interna, na virilha) se tornar insuficiente e deixar de funcionar correctamente, há um aumento de pressão que distende a secção da veia abaixo dela. lsto alonga a parede da veia, tornando-a varicosa, o que, por sua vez, vai tornar a válvula que está abaixo insuficiente e assim sucessivamente.

Enfraquecimento da parede da veia. Existem algumas evidências de que a quantidade de colagénio ou colageno (que dá força) e a qualidade da elastina (que dá elasticidade) não são normais nas veias da perna de pessoas com varizes. Portanto, é possivel que o enfraquecimento das paredes das veias seja a causa das varizes. Contudo, nem todos os estudos feitos sobre a parede da veia estão de acordo sobre estas mudanças.

Esta teoria aplica-se às “varizes primárias” – o tipo de varizes mais comum, que aparece sem uma razão obvia. Um menor grupo de pessoas desenvolve “varizes secundárias”, resultantes de trombose venosa profunda que obstrui as veias profundas, de tumores na pélvis que fazem pressão sobre as veias da perna, ou problemas congénitos raros (condiçóes anormais que surgem no nascimento) das artérias ou veias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *