Tijolos: Qual o Mais Adequado para Sua Obra?

Quando começamos a planejar uma reforma, nem sempre sabemos de todos os materiais que precisaremos ao longo do processo. É muito importante que eles estejam detalhados já no planejamento, para que não tenha nenhum susto no meio da obra e para que os gastos permaneçam dentro do esperado.

Contudo, a maior parte das pessoas não sabe exatamente quais materiais irá precisar. Os tijolos, por exemplo, são exemplos de materiais que poucas pessoas sabem da variedade existente no mercado. Você sabia que existem diferentes modelos de tijolos e que, para cada aplicação, existe um tipo específico?

De fato, os tijolos são um dos muitos itens que apresentam inúmeras opções e que nem sempre sabemos qual usar. A maior parte das pessoas não sabem que existem diferentes tipos deles e que a escolha do tijolo correto é muito importante. É extremamente necessário saber onde cada tijolo será aplicado e a função dele naquele espaço. Este é um item que irá ajudá-lo na hora de fazer as compras para a sua obra.

Confira as diferenças entre os tipos de tijolos

Os tipos de tijolos mais usados e mais fáceis de encontrar são: o tijolo comum – retangular, com cor de barro, em sua maioria; tijolo baiano – também com cor de barro, mas este apresente alguns furos no meio, variando a quantidade conforme seu tamanho; tijolo de solo – cimento ou tijolo ecológico – não emprega fôrmas e facilita passagem de instalações por conta de aberturas internas; bloco cerâmico – bastante parecido com o tijolo baiano, mas com maior resistência; bloco de concreto – disponível em diversos tamanhos, e muito utilizado em canteiros de obras.

Tipos de tijolos Características Melhores aplicações
Tijolo Comum Proporciona conforto térmico e acústico; necessidade de usar muitos por metro quadrado; falta de perfeição dimensional. Paredes retas e que não apresentem curvas. Formatos irregulares.
Tijolo Baiano Opção mais barata do mercado; não apresenta perfeição dimensional; alto desempenho térmico. Boa opção para vedação e para paredes que não precisam suportar altas cargas estruturais.
Tijolo de Solo – Cimento
(ou Tijolo Ecológico)
Feito de mistura de terra e cimento; sistema modular; produz alvenaria uniforme. Apresenta furos internos que permitem embutir rede hidráulica e elétrica sem necessidade de cortar as paredes.
Bloco Cerâmico Demanda menor tempo para assentamento; apresenta tamanho maior que os demais; gera dificuldade caso seja necessário reformar. Ideal para obras que precisam de rapidez e economia. Representa uma economia de, aproximadamente, 30%.
Bloco de Concreto Maior resistência; necessita menos argamassa; menor conforto térmico; maior rendimento. Melhor opção para locais que não necessitam conforto térmico.

Além das características de cada tijolo, é preciso ter certeza da qualidade da argamassa e rejunte utilizados. Por isso, é extremamente importante compra-los em lojas de confiança e qualidade.

Sobre Este Autor

Postar uma Resposta