Arquivo da tag: Shake herbalife

Vegetarianismo – Restrição Alimentar ou Qualidade de Vida?

Cada vez mais pessoas se interessam por práticas que podem tornar suas vidas mais saudáveis e aumentar a qualidade. São muitas as pessoas que passam a adotar métodos saudáveis de alimentação. Outras pessoas adotam hábitos não tão saudáveis, restringindo alimentos sem nenhuma orientação médica.

Porém, não são todas as dietas que restringem algum tipo de alimento, e mesmo entre as que restringem, nem todas são perigosas. Um bom exemplo é quem tem intolerância a algum nutriente, como a lactose, ou o vegetarianismo, que restringe o consumo de carnes e/ou outros alimentos derivados de animais.

Mas, assim como nem toda dieta que restringe alimentos é perigosa, nem todo vegetariano é saudável. Por isso é importante buscar orientação médica, para que sejam colocados todos os pontos necessários para suprir os nutrientes e entrar em forma através de uma dieta saudável, ainda mais se você optar pela dieta vegetariana, pois haverá nutrientes que não serão consumidos com frequência, devido à restrição de alimentos de origem animal.

O cardápio restritivo

O cardápio de qualquer tipo de dieta que restrinja algum nutriente, seja por opção ou por algum outro motivo como intolerância, por exemplo, deve ser acompanhado por um nutricionista ou médico. Desta forma, o corpo não sofrerá nenhum prejuízo com a carência de nutrientes essenciais. Se uma pessoa é intolerante à lactose ou a glúten, ela será obrigada a controlar e restringir sua alimentação. Então, a restrição alimentar deste grupo de pessoas é diferente, pois eles não podem consumir.

Há muitos outros tipos de dietas que são bastante restritivas, mas é claro que a maioria é prejudicial ao organismo e nem os médicos indicam. O foco aqui é o vegetarianismo e dietas restritivas onde as pessoas possuem alguma intolerância. O vegetarianismo é o tipo de alimentação que restringe produtos de origem animal, mas pode ser saudável e aprovado por médicos.

Alimentos que podem ajudar na dieta vegetariana

É claro que dietas restritivas fazem mal ao organismo, mas sem acompanhamento médico, e principalmente se a pessoa não tiver intolerância, apenas optar por não consumir sem consultar a opinião de um médico. A dieta vegetariana, apesar de restringir, pode até mesmo ser saudável, já que ovos, leite e carnes são substituídos por mais legumes, grãos, frutas e água, o que é bastante benéfico para a saúde.

A maioria das frutas, grãos, legumes e verduras possuem todos os nutrientes necessários para o funcionamento perfeito do organismo. Porém, há vegetarianos que somente não consomem carne, mas ainda consomem ovos e leite. É possível também apostar em suplementos, como Herbalife, que possui proteína do leite, leite de soja, e derivados de ovos e leite, para que haja alguma proteína animal no organismo.

Alimentação Saudável e Filhos

Quanto uma criança deve se preocupar com seu peso, ou quando os pais devem conversar sobre alimentação com seus filhos? Há alguns meses, Michael Gove, ministro de educação do Reino Unido, tirou sua filha de nove anos do balé, pois a criança começou a mostrar preocupação demais com o peso e o corpo. Segundo a mãe, Sarah Vine, colunista do The Times, ela se recusava a comer nos dias de apresentação.

Este é um assunto que deve ser discutido desde cedo, pois os transtornos alimentares são muito comuns. Há uma preocupação constante e crescente com a aparência. Muitos pais ficam receosos na hora de conversar com o filho, pois temem que suas crianças desenvolvam problemas como obesidade ou anorexia, além de preocupação excessiva com aparência.

Abordagem

Não há uma abordagem pronta para debater a questão, mas é preciso falar sobre o assunto, para que se possa evitar o problema, mas com cuidado na forma de dizer. Algumas crianças podem interpretar como uma repreensão, e assim, passarem ou a comer menos do que necessitam com medo de ganharem peso, ou o contrário, exagerarem no consumo de comida para que não estejam abaixo do peso.

Se a criança perguntar algo relacionado ao peso, não hesite e vá direto ao ponto. Muitas crianças começam a ter estas preocupações bem cedo, devido a comentários na escola ou ainda por causa de algo que tenham visto na TV, por exemplo. É preciso resolver os comportamentos que levaram a tal mudança. O importante é deixar claro que as crianças e adolescentes não precisam ser tão rigorosos com eles mesmos.

Prepare-se para a resposta

Se seu filho perguntar se está gordo, é preciso dizer a verdade, mas medindo as palavras, com delicadeza. Se seu filho está acima do peso, encoraje-o a escolher alimentos mais saudáveis, pois ele pode ser vítima de bullying e xingamentos na escola, por exemplo, então se começa a se preocupar com isso, é porque já deve ter motivos. Mentir só fará com que a criança perca a confiança nos pais.

É fundamental que a família mantenha hábitos saudáveis de alimentação, para que os filhos sigam estes exemplos, e qualquer mudança na alimentação deve ser feita de forma gradual. Se estiver preocupado com o peso dos filhos, mas eles não quiserem discutir sobre isso, vale consultar o médico da família ou escola.  Não é preciso controlar a alimentação das crianças, mas guia-las. Evite piadas de peso perto de crianças, pois ela pode interpretar como uma atitude certa.

Isso também vale para a própria aparência: as crianças costumam se espelhar muito nas mães, mas nunca diga que está de dieta.  Se alguém em casa estiver frequentando o Vigilantes do Peso ou emagrecendo com Herbalife, por exemplo, não é necessário esconder. Mas sim, ensiná-los de que formas é possível lidar com o problema do sobrepeso. É preciso montar um cardápio variado e nutricional para que as crianças não passem por estes problemas em relação ao próprio corpo.

Dúvidas – Dieta e Reeducação Alimentar

Comer de três em três horas ajuda? É indicado para todo mundo? Posso fazer a mesma dieta que uma amiga e terei os mesmos resultados? Estou fazendo exercícios, mas não perco peso, por quê?

São muitas as perguntas comuns de quem entra em uma dieta, e muitas só podem ser melhores respondidas/indicadas por um médico. Ainda assim, é preciso tomar cuidado com algumas respostas que podem ser encontradas na internet, por exemplo, pois muitas coisas são desconhecidas pela maioria das pessoas. Por exemplo: na reeducação alimentar, muitas pessoas recomendam comer de três em três horas, mas dependendo de como você come e como são as outras refeições, este hábito pode acabar atrapalhando a dieta.

Cuidado com dietas radicais

O intervalo entre as refeições depende de cada pessoa: há pessoas que sentem mais fome durante o dia, outras demoram mais a sentir necessidade de comer. Ou seja, não adianta estabelecer um padrão: é necessário manter-se alimentado para evitar beliscar. Ajuda a controlar a fome, mas não ajuda a acelerar o metabolismo e se levado a longo prazo, provavelmente levará ao resultado oposto do desejado.

É preciso também tomar cuidado com dicas de dietas restritivas e radicais, que prometem um emagrecimento rápido, mas no final da dieta a maioria acaba recobrando todos os quilos perdidos. Isso acontece, após retomar a alimentação normal, o organismo se sente ameaçado e armazena ainda mais energia, ou seja, calorias.

Reeducação Alimentar e shake Herbalife

Muitas dúvidas surgem também sobre reeducação alimentar e sobre o uso de shakes para emagrecimento. A reeducação alimentar não é uma dieta perfeita: gorduras, frituras e açúcar em excesso não são permitidos, mas também não há riscado totalmente do cardápio. Basta certo controle para não exagerar no consumo destes tipos de alimentos. Porém, sem restrições.

E os shakes, eles realmente funcionam? O famoso shake Herbalife é usado mundialmente como controle e redução de peso. Mas são seguros? Segundo nutricionistas, sim, mas deve ser usado de forma correta, aliados à reeducação alimentar, para que o corpo não sinta falta de nenhum nutriente. De qualquer forma, é fundamental consultar a opinião de um médico antes de qualquer dieta ou reeducação alimentar, pois somente o médico sabe as quantidades exatas de nutrientes que cada organismo necessita.

Como Estimular o Gasto Calórico?

Ter o metabolismo lento é um problema de grande parte das pessoas que entram em uma dieta. Porém, apesar de ser genético, é possível tentar melhorar um pouco a velocidade que o nosso metabolismo age, já que a falta de exercícios, sono e os alimentos que ingerimos influenciam bastante no metabolismo. Ou seja, mesmo que seja genética, uma alimentação saudável é necessária para que o corpo funcione corretamente.

Exercícios físicos

Exercício são fundamentais para qualquer indivíduo, mas mais ainda para aqueles que desejam emagrecer e/ou aumentarem o ritmo do metabolismo. Por mias que a alimentação seja um dos principais determinantes de como o metabolismo de cada um funcione, os exercícios são mais recomendados para ativar o metabolismo. O motivo? Mesmo depois que acabam as atividades físicas, o corpo continua gastando a energia em maior quantidade por um período de tempo.

Para ajudar a acelerar e melhorar o metabolismo, o ideal é que sejam feitos exercícios 5 vezes por semana. Algumas atividades que mais ajudam a acelerar o processo metabólico são: corrida, pular corda, bicicleta, e outras aeróbicas. Medidas simples como ir andando até a padaria em vez de utilizar o carro, por exemplo, também apresentam resultados.

Dieta e água

Uma dieta balanceada também ajuda o metabolismo a funcionar corretamente, assim como aumentar a ingestão de água, pois um corpo hidratado funciona muito melhor. As funções de nosso corpo precisam de água para que sejam melhor desempenhadas, e o processo metabólico não é diferente.

Para aumentar o gasto calórico, também é recomendado aumentar a ingestão de alimentos termogênicos, que aumentam o metabolismo. Também é recomendado ingerir alimentos ricos em fibras, que melhoram o desempenho do intestino, o que também aumenta o metabolismo. É possível encontrar fibras em alimentos como a laranja, cereais integrais, couve, repolho, feijão ou comprar Herbalife, e ter um reforço da quantidade de fibras. Porém, é sempre bom reforçar a ingestão de água.

Porém, é preciso antes verificar as causas, pois há muitas doenças que podem ter como sintoma o metabolismo mais lento, como hipo e hipertireoidismo. Ou seja, consultar um médico antes de iniciar algum tipo de dieta ou exercício, ou se achar que seu metabolismo está muito lento, é muito importante.

Reeducação Alimentar x Dietas

Se perguntarmos a algum nutricionista qual o melhor método para conseguir emagrecer, talvez todos ou a maioria responda que é a reeducação alimentar. Mas a reeducação alimentar pode ser considerada uma dieta? Sim, pode. De uma maneira mais simplificada de explicar, dieta é o modo, a maneira que uma pessoa ou um grupo se alimenta, sendo esta forma saudável ou não.

Sendo assim, mesmo que uma pessoa não se alimente de forma correta, ela possui uma dieta. Refere-se aos hábitos de alimentação individual. Porém, popularmente, “dietas” são conhecidas como uma forma de manter o controle de peso, ou de diminuir. Logo, podemos concluir que a reeducação alimentar é um tipo de dieta. Para conseguir reduzir o peso com sucesso, é necessário uma mudança de pensamentos, uma aceitação sobre as mudanças que ocorrerão, para assim obter sucesso no objetivo.

Opinião médica é importante

Mesmo a reeducação alimentar sendo fácil de ser seguida e recomendada, é importante seguir as indicações de um médico, pois assim como qualquer dieta, o resultado vai depender de cada organismo, de pessoa pra pessoa. Portanto, um nutricionista poderá indicar um cardápio elaborado para cada estilo de vida, para que não falte nenhum nutriente necessário para o corpo, e para que a pessoa sinta-se saciado, sem correr o risco de ficar beliscando alimentos.

Reeducação Alimentar perfeita existe?

Não existe uma dieta ou reeducação alimentar perfeita, que possa ser comum a todos. Enquanto algumas pessoas sentem fome e precisam se alimentar de 3 em 3 horas, por exemplo, outras sentem fome com maior espaço de tempo. Uma dieta ou reeducação mal feita pode até mesmo ter o efeito contrário, mantendo ou aumentando o peso.

Uma reeducação alimentar bem feita pode servir para que a pessoa experimente novos sabores, novos alimentos. A vantagem da reeducação alimentar é que ela não é tão rígida. Não quer dizer que não possa consumir alimentos calóricos, mas sim que eles devem ser evitados e escolher momentos certos para consumi-los. Para suprir a necessidade de comer doces, você pode experimentar novos sabores, frutas, comprar Herbalife, que ajudam no emagrecimento. É possível incrementar receitas que antes, seriam sem sabor, basta ter criatividade e força de vontade.

Emagrecimento – O que é Mito e o que é Verdade

Quando o assunto é sobre dieta, emagrecimento, alimentação saudável, sempre há muitos boatos, muitos mitos. Surgem dúvidas do que é verdade e do que é mentira, e sobre as meias verdades. E há ainda, aquelas histórias que funcionam com algumas pessoas, mas com outras não, pois dependem muito do metabolismo de cada uma. Diante de tantas dietas existentes, realmente fica difícil avaliar o que pode ser verdade e o que não funciona, uma vez que até mesmo nutricionistas se contradizem. Por exemplo: Há médicos que indicam a dieta das proteínas como uma ótima forma de emagrecimento, já há outros que não aprovam.

Foi comprovado com estudos que comprar Herbalife ajuda no emagrecimento, mas muitas pessoas usam sem muito conhecimento, o que pode não mostrar nenhum resultado. Ou seja, é preciso, antes de tudo, coletar informações sobre o tipo de dieta ideal, sobre aquilo que é ideal para cada tipo de organismo, de acordo com o metabolismo de cada pessoa.

Dieta – Sem segredos

Quantos tipos de dietas você conhece? Dieta das frutas, da proteína, da sopa, da lua, do tipo sanguíneo… A maioria das dietas “de sucesso” são restritivas, fazendo com que o corpo “sofra” de alguma maneira, por falta de algum tipo de nutriente.

O segredo das dietas é que simplesmente não  há segredos! O emagrecimento não deve ser levado como um processo imediato, mas gradual, de forma a deixar o corpo se acostumar com novos hábitos. Não existe uma fórmula pronta que funcione com todo mundo porque cada organismo é diferente do outro. A grande maioria das dietas não funciona, a não enquanto você está nela, e geralmente, além da carência de nutrientes, a pessoa recupera todo o peso perdido após voltar a se alimentar normalmente. Afinal, quem aguenta ficar a vida toda apenas tomando sopas?

Desvendando alguns mitos da dieta

  • Sucos naturais ajudam na dieta: Verdade e mito. Verdade, porque um copo de suco dá mais satisfação, matando a sede, e é melhor do que refrigerantes, mas é preciso cuidado, pois podem acabar atrapalhando, já que suas calorias não são processadas pelo corpo como os alimentos sólidos.
  • Evitar carboidratos à noite: Segundo dizem, consumir carboidratos à noite faz com que o corpo armazene energia com mais facilidade, facilitando o aumento de peso. Mas na verdade, o que conta são as calorias de cada alimento.
  • Comer de 3 em horas: Ajuda a diminuir as quantidades nas outras refeições, mas se a pessoa perder o controle, pode acabar engordando em vez de perder peso.
  • Shake Herbalife: Funciona, mas é preciso usar da maneira correta, É preciso lembrar que não é um remédio, mas um alimento, que ajuda a diminuir bastante o número de calorias ingeridas durante o dia, facilitando o emagrecimento.
  • Remédios para emagrecer: Funcionam, mas é preciso tomar cuidado, pois geralmente, após deixar de tomar o remédio, a pessoa volta a ter o apetite e pode recuperar o peso perdido.

Por isso, é preciso sempre consultar a opinião de um nutricionista, antes de embarcar em alguma dieta. Caso não concorde, não hesite em procurar outros especialistas.

Dieta e Sabotagem

Vejo muitos blogs pela internet falando sobre dietas, sobre a vontade de emagrecer. Mas em contrapartida, também observo que há muitas pessoas que acabam recomeçando ou adiando a dieta, a reeducação alimentar, ou qual seja o método escolhido para o emagrecimento, por causa da auto sabotagem. Pessoas que começam uma dieta, empolgadas com o progresso, mas acabam fazendo alguma coisa, tendo uma atitude que pode colocar quase tudo a perder. Dar um passo para trás depois de tanto progresso, realmente desanima, mas basta saber controlar e não desistir.

O que é auto sabotagem?

Quando uma pessoa se sabota, ela sabe de alguma forma, no inconsciente, que aquela atitude não vai ser legal, mas mesmo assim faz. É como se uma pessoa soubesse que se comer uma barra inteira de chocolate de uma vez, vai se sentir culpada, mas ainda assim, come. Ou pensa de forma a continuar se sabotando. Se essa mesma pessoa come algo a mais hoje, no outro dia ela pode ter duas reações: Negar, pois já exagerou no outro dia, ou se conformar, pensando que já exagerou mesmo, que não vai fazer diferença, e continuar com um ciclo de sabotagem.

Exagerou? Não desista!

Porém, não é porque você se sabotou uma vez que deve desistir de todo o projeto e perder tudo o que já foi conquistado. Vejo muitas meninas que perderam uma quantidade significativa de peso, 10 quilos, por exemplo, e exageraram um dia. Ganham 2 quilos e pensam em desistir. E assim, todo o sacrifício vai embora. É preciso resistir às tentações para que não haja recaídas ou culpa. Ou melhor, é preciso adotar uma dieta que não faça restrição de nenhum alimento, para que não haja muita ansiedade e necessidade de comer doces, por exemplo.

É possível fazer substituições inteligentes, para que seja possível seguir a dieta. Por exemplo, substitua lanches mais elaborados por shake Herbalife, sucos, fatias de queijo. Beba bastante água e evite refrigerantes e também os alimentos gordurosos. Mas não se proíba demais, ou isso vai acarretar ansiedade, o que significa mais vontade de comer e a dieta ou parte do esforço vai por água abaixo.

Dietas x Reeducação Alimentar

Você tem noção do que coloca no seu prato? Sabe qual a importância do que come? Muitas pessoas não imaginam que o que elas colocam no prato faz diferença na saúde. Há até mesmo pesquisas que indicam que, se grande parte das pessoas reavaliasse a alimentação, muitas doenças como diabetes e colesterol, poderiam ser evitadas, até mesmo problemas mais graves como de coração.

Ou seja, a dieta, tudo aquilo que optamos comer, pode e influencia muito na saúde, diretamente. É muito importante escolher bem os alimentos, tentando dar preferência aos mais saudáveis.

Cuidado com as dietas que estão na moda

Com o desejo de melhorar a alimentação ou de emagrecer, muitas pessoas pesquisam rapidamente na internet e acabam seguindo dietas perigosas, que podem acabar afetando a saúde negativamente, em vez de ajudar. Uma dieta, um cardápio ideal é aquele que o corpo não é restringido de nutrientes. Ou seja, é uma alimentação que permite de quase tudo.

Para que o organismo funcione corretamente, inclusive ajudando no processo de emagrecimento, são necessários vários nutrientes. Portanto, em uma dieta restritiva, o objetivo pode até ser alcançado, mas após o retorno à alimentação habitual, provavelmente a pessoa vai recuperar todo o peso perdido. Por que até pra emagrecer, o organismo precisa de comida. Ou seja, mesmo que funcione por um determinado tempo, as dietas que estão na moda, ou que restringem algum tipo de alimento, podem ser até mesmo perigosas.

Substitua e não passe vontade

A reeducação alimentar se baseia na substituição de alimentos pouco saudáveis por outros que ajudem o organismo a funcionar melhor e, consequentemente, a melhorar a saúde. Um dos segredos é não ter pressa: faça tudo gradualmente, que os resultados podem demorar um pouco, mas sempre aparecem se tudo for feito da maneira correta. É preciso substituir aquilo que faz mal por alimentos que tragam saciedade e saúde. Por exemplo, substitua o excesso de açúcar por adoçante, um lanche mais pesado por um sanduíche com peito de peru ou shake Herbalife, tenha sempre uma fruta por perto, para não correr o risco de exagerar em alimentos calóricos ou gordurosos, principalmente quem passa muito tempo fora de casa.

Faça a Dieta Dar Certo de Maneira Criativa

Começar uma dieta é sacrifício para muitas pessoas: Pensam logo em restrições alimentares, comidas sem sabor, privações e exercícios puxados. Muitas pessoas não se adaptam às dietas e reeducação alimentar devido à mudança brusca de comportamento. Porém, a mudança de hábitos deve ser gradual, não radical, para que assim, não haja um desestímulo a continuar o processo de emagrecimento.
É preciso escolher aquilo que se come, mas sem abrir mão dos alimentos que a pessoa mais gosta, como doces. A reeducação alimentar é mais indicação justamente por este motivo, a pessoa passa a se alimentar de forma correta, mas sem deixar nenhum alimento de fora, para não acabar desmotivando. O comprometimento com a rotina e a dieta é fundamental para que o resultado seja alcançado.

Inove na dieta e mude hábitos!

Primeiramente, antes de começar uma dieta é preciso mudar de pensamentos e hábitos, aos poucos.  Não é recomendado começar nenhum tipo de mudança ou dieta radical, pois o corpo precisa se adaptar primeiro à nova rotina. Começando por pequenos hábitos, mas que fazem a diferença no final, é possível não só perder peso, mas manter a disposição.
Mastigação. É muito importante mastigar e prestar atenção no que se come. Estabeleça um tempo para comer, saboreando a comida. A mastigação bem feita favorece a digestão e dá sensação de saciedade.

Descubra novos sabores

Não tenha medo de experimentar novos sabores, novos alimentos e combinações. É muito importante tirar a dieta da rotina, para que não se torne algo obrigatório e cansativo. Tire o foco daquilo que se deve evitar comer e procure por novos sabores. Incremente a dieta com outros alimentos que ajudem no emagrecimento, como shakes Herbalife para emagrecimento, barras de proteínas, e outros.

  • Agrade-se! Está perto de alcançar o objetivo? Que tal se presentear, como um incentivo para continuar? Faça uma lista: a cada determinado número de quilos que perder, se presenteie! Tome cuidado com os limites, pense em presentinhos que caibam no orçamento!
  • Escolha pratos menores. Ao contrário do que possa parecer, isso pode ajudar muito em uma dieta. Ao escolher pratos menores, a quantidade de comida no prato é menor, ou seja, dá impressão do prato estar cheio, mas você está comendo um pouco menos.
  • Não se limite. A maior dificuldade que as pessoas encontram em uma dieta é a limitação pelo que podem e o que não podem comer. Permita-se comer sobremesa, chocolates, mas saiba moderar. E principalmente tenha em mente que a maioria das atitudes que não deixam uma dieta dar certo são exclusivamente culpa de nós mesmos.

Para Emagrecer Vale Qualquer Coisa?

Na busca por um corpo perfeito, muitas pessoas acabam optando por métodos quase que desesperados para emagrecer. Porém, é preciso ter muito cuidado com estas dietas que prometem emagrecimento rápido, pois geralmente são perigosas. É melhor percorrer um caminho mais longo, e ter um corpo desejado, mas com saúde, do que tomar um caminho fácil que trará problemas.

E é possível, com muita disciplina, conquistar este corpo em pouco tempo sem perder a saúde. Além da disciplina, é preciso ter muita força de vontade e persistência para continuar sem desanimar. Pegar dicas na internet ou em revistas também é válido: pesquise blogs e dê uma olhada nas banca, porém, preste atenção e tome cuidado com métodos que prometem um emagrecimento rápido, mas na verdade são ineficazes.

Se livre do efeito sanfona!

Uma das grandes desvantagens de fazer estas dietas sem recomendação é o efeito que atinge grande parte das pessoas: o efeito sanfona. Com isso, as pessoas que adotam estas dietas acabam conseguindo o objetivo de emagrecer, mas após a dieta recuperam o peso todo novamente. Isso acontece porque o corpo acostuma com os alimentos consumidos durante a dieta e quando volta à alimentação normal, acaba recuperando os nutrientes de que foi privado, e a pessoa engorda, porque é como se o corpo estivesse pedindo por socorro.

Não vale qualquer sacrifício para emagrecer, sendo mais recomendado procurar ajuda de um médico nutricionista ou endocrinologista, para que este indique a melhor forma de perder peso para cada pessoa.

Como emagrecer o mais rápido possível e não ficar doente?

Há várias maneiras consideradas saudáveis de emagrecer. Mas só um médico pode indicar qual a forma mais eficaz e saudável, pois depende de fatores como doenças pré-existentes, estilo de vida, mas principalmente, depende muito do metabolismo de cada pessoa, que é diferente. Há vários métodos, mas o mais conhecido é a reeducação alimentar, geralmente simultânea com exercícios e outras técnicas que ajudam no emagrecimento, como o uso de produtos naturais, como shake Herbalife, chás, e horário bem definido. Os exercícios são muito importantes para dar disposição a manter o peso após o peso desejado ser alcançado. Mas é preciso perseverança.