Arquivo da tag: pisos

Como Escolher Pisos Vinílicos

Escolha os pisos de acordo com o local que irá o colocar e também leve a conta de sua cor e seu formato. Quando se pensa em reformas vem uma grande dor de cabeça. A troca de pisos poderá ser uma das partes mais tumultuadas já que normalmente gera poeira e barulho de marteladas para fixação desses itens. E para que se possa minimizar todos os impactos, a escolha do piso vinílico é uma ótima alternativa. E por se possibilitar uma instalação sobre o piso antigo, a quebradeira bem como a sujeira pode sim ser evitada.

Em seguida da instalação o cômodo deverá estar apto para ser utilizado. Se você ainda não se convenceu de todas as vantagens de utilizar este tipo de piso, saiba que ele é bem silencioso, e é ótimo para ser utilizado em apartamentos, já que não emite barulhos do salto alto e que poderá ser um verdadeiro problema com os vizinhos. Além de tudo isto ele é bem simples de se limpar e pode ser lavado com água e sabão.

A variedade de pisos vinílicos

Existem diversas opções de estampa que irão desde os padrões parecidos com madeira e até mesmo desenhos para quartos infantis. As cores deverão ser bastante variadas, e a sua durabilidade sempre trazem elogios aos clientes. Os fabricantes de pisos vinílicos oferecem até 15 anos contra riscos, mas é interessante se verificar junto com a empresa onde pretende comprar os itens.

Os tipos corretos de piso para cada ambiente

O Papel de Parede vinílico é composto por uma mistura de PVC  com minerais, e poderá ser apenas aplicado em ambientes fechados, e cobertos devido ao material. Esse produtos é encontrado em três formatos, o formato de régua, placa e manta. Cada um dos tipos é adequado para um determinado lugar, em formato de manta é ideal para os corredores, o de placas ou réguas poderá ser unido com uma solda quente que acaba escondendo as emendas deixando o piso uniforme e a sala mais bonita.

Os preços variam bastante mas você irá gastar em torno de R$ 300 no máximo para o piso da casa inteira.

 

Já Conhece os Pisos de Segurança?

Nos últimos anos o Brasil tem modificado consideravelmente seus valores de proteção aos trabalhadores, visto que, os empregos informais no país estão cada vez mais extintos. Era extremamente comum encontrar trabalhadores na construção civil sem os equipamentos de proteção básicos, como por exemplo, capacetes, talabartes, luvas e botas, porém, essa realidade mudou significativamente, graças as frequentes fiscalizações executadas pelo governo e cooperativas.

Seguindo essa constante evolução cultural sobre a proteção dos trabalhadores, surgiram no Brasil os Pisos de Segurança que estão sendo frequentemente utilizados em construções, fábricas e empresas convencionais. Os Pisos de Segurança são instalados em determinadas áreas para fornecer toda a proteção que o funcionário necessita para executar seu serviço de forma segura e saudável, diminuindo significativamente a chance de lesões por repetição ou acidentes no ambiente de trabalho.

Tipos de Pisos de Segurança

Existem vários tipos de Pisos de Segurança diferentes, cada um para uma aplicação diferente. Conheça os principais tipos de Pisos de Segurança:

  • Tapete Antiderrapante – Trata-se de um piso de borracha muito utilizado em fábricas, frigoríficos, banheiros coletivos, oficinas entre outras áreas. O Tapete Antiderrapante diminui significativamente as chances de um trabalhador escorregar, logo, é aplicado em áreas com frequentes exposições a líquidos.
  • Piso Amortecedor – O piso amortecedor nada mais é que uma grande peça de borracha com capacidade de amortecer impactos e pequenas oscilações de peso. O Piso amortecedor é utilizado em academias de ginastica e montadoras de veículos.
  • Tapete Isolante – O Tapete Isolante é instalado em todas as áreas que contenham algum tipo de exposição a descargas elétricas, como por exemplo, cabines de energia e subestações de energia elétrica. Por ser feito com borracha o Tapete Isolante não transmite para o corpo do trabalhador qualquer descarga acidental de eletricidade.
  • Borrachão Gradeado – O piso de Borrachão Gradeado é utilizado para transportas cargas vivas, como por exemplo, cavalos, vacas e bois. Trata-se de uma placa de borracha super resistente que diminui significativamente os impactos causados aos animais.

Pisos de Segurança são obrigatórios?

Em determinados segmentos os pisos de segurança são obrigatórios, como por exemplo, os tapetes isolantes. Porém, grande parte dos segmentos industriais ainda não possuem regras que determinam a obrigatoriedade dos pisos de segurança.

Todos os Pisos de Segurança devem ser aprovados pelo ministério do trabalho para que recebam os selos das NR’S (Norma Regulamentadoras) antes de serem comercializados.

Dicas de Como Colocar Piso – Assentamento Passo a Passo

Colocar pisos e revestimentos não é uma tarefa fácil e exige alguns cuidados para que o resultado final fique como você deseja.

Se você tiver um pouco de paciência e tiver habilidade com serviços manuais, você irá conseguir um ótimo resultado com as nossas dicas! Leia abaixo cinco dicas muito simples de como assentar pisos e revestimentos você mesmo, gastando menos e tendo um resultado de qualidade.

1) O primeiro passo é deixar bem limpa a superfície onde os pisos serão colocados. Qualquer resto de material, como reboco ou poeira, pode prejudicar a colocação do material, por isso é importante que a superfície esteja em ótimas condições para receber quaisquer tipos de pisos e revestimentos.

2) Dificilmente um cômodo terá as medidas exatas para que todos os pisos sejam utilizados em seu tamanho original. Por isso é importante escolher por onde começar o processo, deixando os pisos inteiros nas partes mais visadas do cômodo. Desta forma, os pisos que precisarão ser cortados podem ficar em locais mais discretos, como atrás da porta ou sob os móveis.

3) Como citado anteriormente, alguns pisos precisarão ser cortados para que caibam nos espaço disponível. Utilize uma serra mármore ou um cortador de cerâmica para cortar os pisos quando necessário.

4) Após aplicar a argamassa e o piso, use o cabo do martelo, ou qualquer outra ferramenta de sua preferência, para dar leves batidinhas no revestimento. É importante verificar que nenhuma parte esteja oca, pois com o passar do tempo o piso pode acabar desgrudando.

5) Caso você vá apenas substituir algumas pedras do seu piso, não esqueça de verificar a espessura da pedra e utilizar uma camada de argamassa que deixe o piso nivelado com os demais já existentes.

Vale lembrar também que cada material tem suas particularidades, para os revestimentos cimentícios, por exemplo, recomenda-se utilizar argamassa flexível. Pesquise bastante sobre o piso ou pedra que você irá utilizar para que não surjam dúvidas na hora da colocação.

Qualquer um pode colocar pisos ou revestimentos em sua casa sem grandes problemas, necessitando apenas de um pouco de paciência e vontade de fazer um bom trabalho. Lembre-se dessas dicas na hora de colocar o piso na sua casa e garanta um resultado bonito e de qualidade.

Escolha Pisos nas Cores Certas para seu Banheiro

Reformar o seu banheiro parece muito mais difícil do que é. Muitas pessoas em todo o mundo começar com um plano e depois nunca acaba transformando o plano em realidade. Quando reformar o seu banheiro, você terá que escolher qual o tipo de piso que você quer e como quer que seu banheiro fique.

Vá até uma loja de materiais para construção. Tenha em mente o tipo de esquema de cores que você quer e depois de ter decidido isso, a próxima parte será longa. Tome o seu tempo ao fazer compras e o torne em uma experiência agradável. Afinal, não há nada melhor do que o pensamento de acordar para uma nova casa de banho com azulejos.

Ao escolher que tipo de piso e cor que você gosta, lembre-se que ele deve se encaixar e fluir bem dentro do esquema de seu banheiro. Você não gostaria de estranhos azulejos coloridos em todos os lugares, principalmente no banheiro, que um local onde se deve relaxar.

Há muitos tipos diferentes de pisos disponíveis no mercado. De pisos caros que talvez podem se encaixar no seu orçamento, para pisos mais baratos, mas que possuem o visual igual ao de um piso mais cara. Escolher o seu tipo de piso não poderia ser mais fácil. Veja alguns tipos:

  • Piso de mármore
  • Pedra natural
  • Piso de ardósia

Piso de mármore é elegante. Mármore natural é mais fácil de limpar, enquanto o mármore trabalhado é um pouco menos durável. Se você optar pelos pisos de mármore trabalhado e quiser mantê-las por alguns anos você deve se empenhar ao máximo para preservá-las. O piso de pedra natural está se tornando cada vez mais popular com as casas mais modernizadas. Se você queria modernizar a sua casa de banho, azulejos de pedra natural são um ótimo material para escolher. Fácil de limpar e resistente piso de pedra, natural que dure por anos.

Pisos de ardósia são geralmente associados à renovação ao ar livre para piso dos, mas está se tornando cada vez mais popular no banheiro. Você vai achar que é muito difícil de deslizar sobre pisos de ardósia, mas como o passar do tempo você vai precisar para selar as peças de forma adequada para que durem. Escolhendo corretamente seu piso: Em geral, escolher o piso mais adequado é um processo longo, mas os resultados quando o seu banheiro fica completo, são grandes, e você vai sentir que o tempo foi bem gasto.

Pense bem sobre o esquema de cores de seu banheiro. O melhor conselho a dar seria um acabamento natural, e ter a certeza que irá corresponder com qualquer cor dos seus pisos. O tipo de material do piso pode variar também. Você pode ter um piso de cerâmica clássica e poder escolher um piso de pedra mais moderno. Faça o que fizer tome o seu tempo para escolher o azulejo que mais combina com o ambiente. Para ter seus azulejos instalados, certifique-se se que se você for fazê-lo sozinho, que você sabe exatamente o que você está fazendo visto que os pisos vão ser caros para substituir. Se você está inseguro, procure um profissional para fazer o trabalho.

Os 5 Melhores Materiais para Pavimentação

Concreto é feito de cimento, água e areia. É firme, mas você deve regá-lo bem durante o período de seca para evitar rachaduras. Se bem cuidado, pode durar um longo tempo. Ele pode ser usado para calçadas e mesas ao ar livre também. Concreto é amplamente utilizado devido à sua versatilidade. Em áreas residenciais e ambiente de negócios, o concreto dura por um longo tempo. Também pode ser reparado e ainda permanece com bom aspecto. Ao manuseá-lo, você deve ter cuidado para não danificá-lo exercendo muita pressão sobre ele.

Asfalto é outro tipo que é popular. Mesmo que ele não dure por tanto tempo quanto outros tipos de pavimentação, vale a pena investir. Não deve ser exposto ao calor intenso, sendo mais adequado para uso em áreas cobertas. Pode ser remodelado para dar-lhe um novo visual: Esta pode ser uma boa ideia para aumentar sua durabilidade.

Você também pode usar tijolos. Eles têm sido usados há séculos. Tijolos são mantidos utilizando argamassa. Eles são fortes e relativamente duradouros. É um processo mais longo para instalá-los, mas apesar dão bom retorno em relação ao seu valor. Se bem colocado um contra o outro, eles não ficam danificados. Tijolos podem ser usados por muitos anos sem necessidade de reparos e manutenção.

Lajotas são bem populares e representam uma ótima opção principalmente se você quiser trabalhar em um espaço pequeno. Ele vem em uma ampla gama de cores e formas, dando um ótimo visual. Outro tipo também é usar pedras para pavimentar. Elas dão a uma área uma aparência de destaque que a torna sofisticada. É de longa duração e cria um impacto duradouro. Eles não quebram nada. Você pode mantê-las sem nenhum trabalho, sendo uma boa escolha para locais onde terão de aguentar grandes pesos.