Arquivo da tag: diabetes

A Perda de Peso Faz Milagres para os Diabéticos

Há uma quantidade ilimitada de teorias sobre o que causa diabetes. Cientistas e pesquisadores médicos, que realmente não sabem a causa, sempre acabam culpando os genes e o “fator hereditário”. Nutricionistas culpam o açúcar. Naturalistas culpam produtos químicos e conservantes. A realidade é que a maioria das pessoas não sabe quais são as causas do diabetes e como controlá-la sem medicação, o que é muito útil para as empresas farmacêuticas que se beneficiam com a venda de tais medicamentos. Os diabéticos representam a porcentagem da população com mais doenças (pressão arterial alta, níveis elevados de triglicérides, colesterol elevado, depressão, impotência masculina, etc.).

Se olharmos para o fato de que mais de 90% dos diabéticos estão acima do peso e ao fato comprovado que ao perder peso, os níveis de glicose no sangue podem ser regulados e a diabetes controlado, então podemos concluir que a diabetes tem muito a ver com a alimentação e com o metabolismo do corpo humano. Nos últimos 12 anos tive a oportunidade de ajudar milhares de pessoas a perder peso. Pelo menos 60% deles eram diabéticos. Eu observei que a perda de peso que eles experimentaram trouxe resultados quase milagrosos, tais como: muitos diabéticos não têm mais que injetar insulina, eles conseguiram reduzir ou eliminar a medicação diabética (sob supervisão médica), os homens que sofriam de impotência conseguiram recuperar sua saúde sexual e aqueles que tinham úlceras ou feridas não curadas agora estão curados. Em outras palavras, milagres puros!

Nos tempos antigos, o diabetes era detectado pedindo ao paciente que urinasse no chão e, em seguida, era observado se apareciam formigas no local, o que indicava a presença de açúcar na urina. Por definição, a diabetes é um problema do corpo em que o açúcar no sangue, chamado “glicose”, se acumula em excesso, e é precisamente esse mesmo açúcar que destrói o corpo de um diabético. Todos os açúcares fermentam quando em ambientes úmidos e quentes (tal como o corpo humano). Uma pessoa diabética tem dentro do seu corpo um excesso de ácidos e alcoóis, produzidos por causa do excesso de açúcar que flutua no sangue. Como os ácidos destroem o oxigênio, as células do corpo se afogam nesses açúcares e ácidos, causando a morte destas pela falta de oxigênio. Finalmente, o açúcar mata o diabético.

Minha experiência com milhares de diabéticos mostrou que a diabetes é simplesmente uma incapacidade do corpo de processar os carboidratos refinados. Em outras palavras, um corpo diabético tem sérios problemas quando é alimentado com farinha refinada, pães, doces, chocolate, arroz, batatas, frutas doces, etc. Se um diabético comete o erro de comer frutas tropicais que são muito doces, como uvas passas, manga e banana, ele também terá problemas. Já vi em milhares de casos que quando diabéticos se concentram em comer carboidratos naturais, como legumes ou salada combinados com carnes magras (frango, peru, peixes) e muita água (e não refrigerantes), é possível observar grandes melhoras.

Como a Gordura e a Obesidade Afetam Pessoas com Diabetes Tipo 2

Sabemos que o excesso de gordura não é bom para qualquer pessoa com diabetes tipo 2, ou mesmo para aqueles que têm risco de desenvolver esta doença. Mas exatamente o quanto o excesso de gordura que é suficiente para aumentar o risco? Na verdade, não é tanto a quantidade de gordura que existe, mas sim onde a gordura está localizada.

Se você está procurando a área que oferece o mais alto risco, essa área é a sua barriga ou área abdominal. É ainda mais arriscado do que simplesmente estar acima do peso. Carregando o excesso de gordura em torno de sua área abdominal, você corre um risco maior de desenvolver resistência à insulina, Diabetes tipo 2 doenças cardíacas, câncer e várias outras doenças, ao contrário das pessoas que não possuem esse excesso de gordura abdominal.

As pessoas podem engordar em diferentes áreas. Para alguns, é mais na barriga, mas para outros, primeiro mostra-se ao redor da cintura. Quando a gordura é armazenada ao redor da barriga, não é apenas um inconveniente, mas ele está causando dano a saúde.

Quando comemos, o nosso pâncreas naturalmente libera insulina. A insulina é um hormônio de armazenamento de gordura. Quando os níveis de insulina são elevados, a gordura vai para células de gordura e não vai sair.

Quando alguém tem acúmulo de gordura da barriga, geralmente também há acúmulo de gordura no fígado. Pessoas com fígado gorduroso freqüentemente têm níveis elevados de triglicérides e são incapazes de manter seus níveis de açúcar no sangue sob controle em comparação com uma pessoa sem fígado gorduroso.
Além disso, as células de gordura na barriga diferem de outras células. Gordura localizada em outra parte do sangue circula por todo o corpo, enquanto a gordura da barriga envia sangue diretamente para o fígado.

A função normal do fígado é remover a insulina do sangue. Mas quando a gordura da barriga está presente, o fígado é bloqueado para a remoção desta insulina. Como resultado, os níveis de insulina começam a subir mais e mais. Esse aumento ajuda a causar uma grande variedade de problemas médicos das artérias restrito todo o caminho a ataques cardíacos.

Primeiro, você tem que perder peso cortando carboidratos simples. Carboidratos que são refinados, como farinha branca, pão, massas, cereais, arroz e tais são o que trazem a gordura em primeiro lugar.

Em seguida, você tem que exercitar. Somente levantar peso não vai funcionar. Você tem que queimar a gordura com atividade aeróbica simples. Exercício é tão benéfico porque deixam as células do corpo mais sensíveis à insulina. Isso significa que elas podem queimar mais açúcar. Ao mesmo tempo, sua circulação está sendo melhorada, o que ajuda a reduzir sua pressão arterial. A taxa de mau colesterol também é abaixada enquanto as taxas do bom colesterol são elevadas.