Arquivo da tag: administradora de condomínios

Principais Vantagens em Contratar Uma Administradora de Condomínios

A administração de condomínios certamente não é uma tarefa para leigos. Afinal para administrar um imóvel da grandeza de um condomínio é preciso de uma equipe qualificada, experiente e capaz de, não somente auxiliar na gestão do condomínio, como também lidar com todos os problemas que porventura possam surgir na rotina de um trabalho desta natureza. Afinal por mais que você saiba aquilo precisa ser feito, certamente vão surgir novos problemas no dia-a-dia – e é por isso que é preciso ter uma equipe capacitada a fim de promover um bom ambiente de convívio onde os problemas são resolvidos rapidamente sem comprometer o bem estar dos moradores do condomínio.

Sabendo disso, é importante sempre antes de você decidir sobre como será a gestão do seu condomínio avaliar a possibilidade de contratar uma administradora de condomínios.

Quando você entrega a gestão do seu patrimônio para uma administradora de condomínios significa que você está confiando o seu trabalho a profissionais capacitados e experientes neste ramo, que é ao mesmo tempo tão complexo e tão peculiar. Profissionais esses que inclusive serão capazes de lidar com todas as questões e empecilhos que porventura possam surgir no dia a dia de um condomínio. Ter o serviço de um síndico profissional, auxílio financeiro, administrativo e jurídico são somente alguns dos benefícios imediatos que você tem ao contratar os serviços de uma administradora de condomínios. E, se neste momento você está cogitando contratar uma empresa que seja capaz de administrar um condomínio, talvez você precise conhecer a Vox.

Porque nós recomendamos a Vox administradora de condomínios

A Vox administradora de condomínios é uma empresa que possui bastante experiência no mercado atuando justamente neste ramo. Na Vox você conta com um time especializado de síndicos profissionais e  advogados próprios ​experientes na área condominial que irão cuidar de toda a parte jurídica de seu patrimônio. Para terminar, eles ainda cuidam da contratação de funcionários (gestão de pessoas) e auxílio no controle e na verificação de gastos.

Portanto caso você ainda tenha alguma dúvida ou ressalva, lembre-se que por trás de todo grande negócio há sempre uma grande equipe administrativa, e não é diferente quando o assunto é a administração de condomínios. A Vox com apenas alguns anos de mercado, hoje já é uma grande referência na área de administração condominal – especialmente na região de Londrina e Curitiba.

Evitando a Inadimplência em Condomínios

Você sabe exatamente o que significa a palavra inadimplência? Inadimplência basicamente significa o não cumprimento de algo, seja um contrato ou um acordo financeiro. Neste sentido, se você não cumprir com acordo fiscal você pode ser classificado como uma pessoa inadimplente.

Apesar do significado negativo que ela carrega, a inadimplência por si só não é considerada um crime. O não pagamento de um acordo não infringe a lei. No entanto é algo a ser negociado e acordado entre as partes – diferente da sonegação, por exemplo, que é uma omissão ou falsificação de notas e dados fiscais. Neste caso sendo considerado um crime.

Uma vez que este conceito foi explanado, a pergunta que fica para os administradores de condomínios é a seguinte: é possível trazer o índice de inadimplência para níveis baixos ou mesmo inexistentes? A resposta imediata é sim. Mas para isso é preciso colocar em prática algumas atitudes tanto para os responsáveis pela administração do condomínio quanto pelos próprios moradores.

Responsabilidade

O primeiro fator a ser visto por parte do morador é se, antes de tudo, ele tem condições financeiras para se comprometer a bancar uma casa em um condomínio. Para isso é preciso fazer uma pesquisa juntamente a administração do condomínio para conferir todos os preços praticados. Esse valor cobrado cabe em seu orçamento? Se a resposta for sim, excelente. Vá em frente. Se não, é melhor pesquisar por outras opções de habitação.

Organização

Se você finalmente decidiu morar em um condomínio, organize-se. Crie uma planilha no Excel ou mesmo no papel. Organize todos os seus gastos e preencha sempre que houver alguma atualização do seu saldo financeiro (entrada e ou saída). Desta maneira você conseguirá medir quanto de dinheiro possui, quanto precisa e até mesmo onde você pode estar desperdiçando dinheiro a fim de conter os gastos e fazer economias.

Disciplina

Em um impulso você pode organizar todos os seus gastos, mas mantê-los dia após dia requer disciplina. Por isso é importante não sair do plano e não deixar de tomar nota dos seus gastos. Sabemos que é fácil se deixar levar por impulsos consumistas que parecem imperdíveis, porém é preciso se manter na linha quando o assunto é dinheiro a fim de evitar ao máximo cair na inadimplência.

Administradora de condomínios

Se for você quem administra o condomínio e sente que precisa de um auxílio, talvez seja interessante contratar uma administradora de condomínios. Dentre as inúmeras funções que a mesma possui, controlar a área financeira dos imóveis evitando a inadimplência e mantendo riscos de dívidas baixos são algumas das mais importantes. Muitas administradoras de condomínios assumem a responsabilidade pela cobrança dos moradores, fazendo de forma profissional e amigável por meio de avisos prévios, e-mails e telefonemas. A cobrança judicial deve ser sempre o último recurso.

Workshops AABIC – Ética na Administração de Condomínios

A quantidade de condomínios existentes hoje em grandes metrópoles como São Paulo, por exemplo, só aumenta a cada dia. Para que os interesses de todos estes moradores sejam atendidos os condomínios devem estar alinhados às regras e leis existentes. Atendendo a grande demanda de interessados, a AABIC – Associação de Administradoras de Bens e Condomínios de São Paulo realiza workshops anuais para tratar de assuntos que são de interesse comum à empresas que cuidam da administração de condomínios.

O que é a AABIC

A Associação de Administradoras de Bens e Condomínios é uma entidade que reúne um expressivo número de empresas deste setor. Ela tem como foco principal, manter um compromisso ético das administradoras com os condomínios que as escolheram, pois, ao contratá-la, os moradores depositam na empresa uma elevada dose de confiança e expectativa. O que eles esperam é que a corporação seja transparente, eficiente e apresente serviços de qualidade e diferenciados que façam com que a administração do condomínio seja realmente aperfeiçoada.

O objetivo maior da AABIC é obter uma formação qualitativa do mercado de administração de condomínios, ou seja, que as empresas filiadas à associação sejam verdadeiros exemplos de excelência em prestação de serviços, dentro dos padrões defendidos pela entidade.

Os temas abordados no workshop

Durantes os workshops são levantados diversos assuntos que, na maioria, representam as maiores preocupações e problemas que afetam os moradores e a administradora de condomínios. São abordados temas como a auto-regulamentação da profissão dos administradores, segurança e seguros específicos para as empresas e moradores, a permissão da AABIC em poder interferir na mobilização destas ações, conscientizar e disciplinar os condôminos sobre a importância da existência de uma administradora de condomínios por trás da supervisão eficaz do síndico e zelador.

Quem participa?

Todos os filiados à associação podem participar, dentre estes estão inclusas grandes administradoras, advogados especializados em administração de bens e condomínios, empresas contribuintes e os membros honorários.

Quando são realizados?

Os eventos são realizados em épocas diferenciadas do ano, visando atender a disponibilidade e necessidade dos afiliados. A última edição de workshops ocorreu do dia 17 ao dia 21/04/2013. Além de eventos a AABIC também possui treinamentos para o aprimoramento dos interessados.

Administração de Condomínios – Inadimplência

A vida em condomínio é boa, segura e agradável na maior parte do tempo, porém, muitas vezes, a inadimplência de alguns condôminos pode afetar esta estrutura e a relação de boa vizinhança acaba.

É claro que pode acontecer com qualquer morador, pois levar uma vida financeira estável, hoje em dia, não é fácil. Quem já passou por algum problema financeiro sabe bem como é difícil manter as contas em dia. Mas, este é um assunto bastante delicado e que envolve o condomínio inteiro.

A cobrança

Para o síndico, é uma situação bastante incômoda ter que cobrar os devedores. Imagina se o inadimplente é algum morador amigo ou próximo dele? É comum que ele demore a fazer a cobrança dependendo da relação que ele tem com o morador. Caso exista uma administradora de condomínios contratada, ela passa a assumir o caso.

Todo o condomínio é impactado quando alguém se torna inadimplente. Aqueles que mantêm suas contas em dia se tornam responsáveis pela dívida do devedor também. Normalmente são feitos rateios para pagar as despesas do condomínio que precisam ser pagas de qualquer maneira, havendo inadimplentes ou não.

Formas de cobrança

É possível conseguir sanar a dívida de forma rápida. Optar por acordos sempre é mais indicado do que levar os casos para a Justiça, que atualmente possui inúmeros casos de inadimplência.

A AABIC (Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo) orienta o condomínio entrar com ação judicial depois de dois meses sem pagar, porém se existe a possibilidade de chegar a um consenso de pagamento, são feitos acordos extrajudiciais para cobrar a dívida.

Acordo extrajudicial

Evita o envolvimento judicial, poupando tempo e dinheiro. Os próprios advogados da administração de condomínios buscam esse acordo entre as partes envolvidas. É estabelecido através de muita diplomacia, conversas, cartas de notificação, plantões de cobrança, equipes especializadas em cobrança, canais de atendimento e mediação.

Caso a administradora tenha estabelecido em contrato a obrigação de acionar a Justiça, ela passa a se responsabilizar pela ação.

Cobrança judicial

Quando o acordo não é suficiente, o caso é levado à esfera judicial. Esse processo pode levar até um ano, mas o pagamento da dívida é certo, nem que para isso a pessoa tenha que vender bens.

Os inadimplentes ficam sujeitos à cobrança conforme o artigo 275, inciso II b do Código de Processo Civil. A cobrança pode ocorrer logo após o primeiro mês de inadimplência, com a aplicação de multa de 2%, juros de 1% ao mês e correção monetária, ou o acordado em cada condomínio. Em último caso, o inadimplente deve ser protestado em cartório.