Quando é Muito Cedo para Crianças Começarem uma Dieta

Professores, pais e outros educadores que têm de lidar com a questão da perda de peso em crianças fazem uma pergunta – As crianças são muito jovens para começar uma dieta? Algumas dietas de fato são boas para crianças, outras não são. Já existe um grande trabalho de conscientização hoje por parte das escolas e da mídia em divulgar que devemos ter um cuidado especial com a alimentação das crianças. A infância é uma fase crucial onde o pequeno irá aprender hábitos alimentares que ele levará para toda a vida. O fato é que muitos pais, assim como muitas crianças, não entendem como tudo isso funciona ou mesmo como fazer para escolher alimentos saudáveis.

Na visão de pediatras, a perda de peso é variável como visto em gráficos que mostram o crescimento do índice de massa corporal de crianças e os intervalos normais. Se a criança está acima e fora da faixa normal pode ser um indício da necessidade de uma dieta e exercícios. Os pediatras sabem que a obesidade adolescente esta ligada a doenças como asma, diabetes, doenças cardíacas, hipertensão e até mesmo distúrbios do sono. Os adolescentes com sobrepeso ou obesos são aconselhados a começar um plano de perda de peso e dieta para ajudá-los a aprender a comer melhor.

A menos que a perda de peso seja para ajudar uma criança evitar problemas de saúde, a maioria dos especialistas concorda que crianças não devem fazer dieta. Então, o que deve fazer para remediar os problemas de peso? Eles precisam ser ensinados a diferença entre “fazer dieta” e simplesmente comer direito. Problemas de peso podem ser tratadas através de uma alimentação adequada e exercícios. O fato é que as pessoas que fazem “dieta” por causa do peso tendem mais a sempre ter problemas de peso do que aqueles que apenas mudam seus hábitos alimentares.

As “dietas” em crianças tendem a criar mais problemas do que ajudar. Porque, se as crianças estão de dieta, elas provavelmente não estão dando ao seu corpo nutrientes suficientes. Quando crescerem, eles podem ser vítimas de deficiências nutricionais, como baixo teor de vitaminas ou minerais. Outros problemas relacionados incluem osteoporose na puberdade e crescimento ainda atrofiado. É importante ter certeza de que qualquer dieta é 100% nutricionalmente completa. Adolescentes precisam de cálcio extra e muitas dietas não incluem produtos lácteos.

Qualquer dieta deve incluir frutas, legumes, grãos integrais, gorduras boas e carnes magras a fim de receber todas as vitaminas e minerais necessários para manter uma boa saúde. É uma questão de mudar os hábitos alimentares, parando com os conhecidos fast foods e se concentrando apenas nos alimentos que são saudáveis. A perda de peso vai acontecer no momento que você deixar de comer junk food e substituir por uma variedade equilibrada de alimentos saudáveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *