Plataforma Tesoura

A plataforma tesoura, um dos três tipos de plataformas elevatórias (ou Plataformas de Trabalho Aéreo – PTA) existentes no mercado, geralmente é utilizada ​​para trabalhos profissionais em altura, e que exijam maior liberdade de movimento para o trabalhador. A plataforma para trabalho em altura do tipo tesoura é bastante prática em tarefas realizadas em circuitos de encanamentos, shoppings por exemplo. O equipamento pode trabalhar tanto em ambientes internos como externos, com alcance vertical entre 8 a 14 metros de altura.

Por estas características, ela é uma plataforma de trabalho em altura muito indicada para atividades em espaços internos ou muito estreitos, como o controle de estoque em almoxarifados, construtoras, inventários e organização de prateleiras de estoque de estabelecimentos como depósitos, farmácias e laboratórios. Muito eclética e versátil, a plataforma tesoura também faz bonito em atividades de montagem de palcos e cenários, filmagens e captura de fotografias em elevação, por fornecer acesso temporário para pessoas e/ou equipamentos em áreas de difícil acesso, geralmente em lugares altos, como torres de edifício e arranha-céus.

Geralmente, ela também pode ser usada ​​para fins de acesso flexíveis, temporários, tais como manutenção e construção de trabalho ou para emergências. Isto porque o equipamento possui acionamento elétrico e elevação hidráulica, pneumático ou mecânico, para contração e extensão da ação tesoura de sua haste e dispõe de uma cesta metálica dentro da qual o trabalhador opera a máquina por meio de um painel de controle (como um joystick), controlando os parâmetros tais como a altura, o ângulo, a posição ou velocidade. Normalmente, este tipo de plataforma só pode mover-se verticalmente.

Contudo, devido às limitações inerentes ao movimento unicamente vertical, alguns modelos de plataforma tesoura também pode contar com um mecanismo extra que se estende como “ponte” para permitir o acesso o mais próximo possível da área de trabalho. A duração das baterias de uma plataforma tesoura está condicionada ao tipo de uso do equipamento. Normalmente, calcula-se entre subidas e descidas, traslados e giros, que uma carga completa, em média, será suficiente para uma jornada de trabalho de até 10 horas.

A maioria dos fabricantes e operadores de plataformas de trabalhos aéreos têm critérios rígidos de segurança para o funcionamento desses maquinários. Vale lembrar que, em muitos países, entre eles o Brasil, é necessária qualificação específica e ainda autorização legal para operar esses tipos de PTA, de acordo com a Norma Regulamentadora NR 18, do Ministério do Trabalho e Emprego brasileiro. Para conhecer as obrigações e recomendações dessa Norma, visite o site: http://portal.mte.gov.br/legislacao/norma-regulamentadora-n-18-1.htm.

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz