Mito ou verdade – Gravar DVD Dual Layer em Velocidade Rápida Pode Danificar a Mídia?

Será mesmo que realizar a gravação de DVDs dual layer em velocidade mais alta corremos o risco de perder os arquivos, por isso veja as informações a seguir e tire as suas próprias conclusões. Caso você preste atenção praticamente todas as mídias vem de fábrica com números de impressão. E este número varia entre 1x até, aproximadamente, 52x e deverá informar a velocidade máxima de gravação que aquele disco suporta. Existe com isto quem diga que se a mídia suporta a velocidade certamente ela não irá sofrer os danos se a gravação for no máximo.

Isto faz todo o sentido, já que se a sua mídia suportar 12 vezes e a gravação for até este valor nada irá acontecer. O que poderá acontecer é um desgaste maior de peças mecânicas do gravador já que é exigido que a mídia rode com uma maior velocidade do que o normal.

Sobre o processo de gravação do disco dual layer

O processo de gravação é bem fácil de se entender, ele funciona como se fosse um ditado de palavras, e você lembra quando as pessoas ditavam na escola e você memorizava e escrevia logo em seguida. Na gravação o processo é bem parecido, o software acaba por armazenar por alguns segundos todas as informações do HD ou da mídia para reproduzir por sua vez em outra. Este processo de armazenamento é algo temporário, e é chamado de buffer. Imagine você recebendo as palavras de um ditado muito rápido, certamente você não irá conseguir escrever todas e irá cometer vários tipos de erros.

Tudo acontece da mesma forma no processo de gravação, caso ele seja feito na velocidade máxima o buffer irá ter pouco tempo para armazenar e enviar os seus arquivos temporários, desta forma a probabilidade de acontecerem erros e perdas de dados aumentam muito na mesma proporção da velocidade.

Sobre a velocidade de gravação no disco dual layer e a compatibilidade é importante ser observada, o que poderá acontecer é que se uma mídia for queimada em uma velocidade de 52 vezes por exemplo, é possível que os dados não sejam lidos em um leitor com uma capacidade máxima de 32 vezes. Desta forma a probabilidade de haver erros de leitura é maior ou quase certa.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *