Formas Simples de Prevenir e Controlar as Varizes

As principais formas de controlar os sintomas de varizes e preveni-las são: Usar meias de compressão; Evitar estar de pé por períodos de tempo prolongados; Elevar as pernas; Fazer exercício regular e perder peso (se for obeso) pode ajudar. Tudo isto ajuda a reduzir a pressão nas veias da perna.

Como controlar os sintomas de varizes

Elevação das Pernas

Ou seja, “levantar as pernas”, o que diminui a pressão das veias da perna. ldealmente, os pés devem estar mais elevados do que o coração, mas descansar com os pés ao mesmo nível do corpo (por exemplo, numa cama ou sofá) também é adequado. Contudo, pôr os pés num banco ou suporte baixo, enquanto se está sentado numa cadeira, não é suficiente. Conheça também alguns exercícios para eliminar as varizes.

Os sintomas relacionados com as varizes aparecem ou pioram sempre que se está sentado (com os pés no chão)ou de pé, por longos períodos de tempo. Se tem de estar de pé ou sentado durante muitas horas, tente levantar-se e caminhar um pouco de vez em quando, para fazer o músculo da barriga da perna funcionar. Se não puder levantar-se, eleve e abaixe o calcanhar (bicos de pé) de vez em quando, para fazer algum sangue circular pelas veias acima e, assim, reduzir a pressão constante.

Compressão

A compressão das pernas pode ser conseguida com simples meias de descanso, meias de compressão graduada ou ligaduras de compressão. A compressão estreita as veias da perna, comprimindo-as, o que faz com que haja menos quantidade de sangue nas veias e acelera o fluxo sanguíneo. Melhora a acção “bombeadora” do músculo e pode também melhorar a forma como o fluido é filtrado dos tecidos para os capilares. Se o inchaço (edema) for um problema, pode ser reduzido ou prevenido por uma compressão adequada.

Meias de compressão

Meias de descanso

As meias de descanso normais podem ser compradas em farmácias ou em muitas outras lojas. Conferem alguma compressão em toda a extensão da perna e muitas pessoas consideram que ajudam a reduzir o desconforto causado pelas varizes.

Meias de compressão graduada

Estas meias são fabricadas de forma a fazer mais compressão na parte inferior da perna do que na parte superior – esta compressão é “graduada”, diminuindo do tornozelo para cima. Estas meias, que são as aconselhadas pelos médicos, são mais eficazes do que as meias de descanso.

Como funcionam as meias de compressão

A compressão torna mais estreitas as veias superficiais da perna, comprimindo-as, o que reduz a quantidade de sangue nas veias e ajuda a circulação sanguínea nas veias profundas.

Se só uma perna tiver problemas venosos, usa-se apenas uma meia nessa perna; não é necessário usar um “par”. As meias de compressão graduada existem em diferentes classes de compressão e diferentes comprimentos.

Três das classes de compressão são:

Classe 1: compressão leve – suficiente para aliviar os sintomas das varizes, em muitos casos.
Classe 2: compressão moderada. Bom suporte para os sintomas das varizes e compressão suficiente para prevenir a progressão de alterações de pele e a recorrência de úlceras.

Como calçar as meias

As meias de descanso e as meias de compressão têm como função suportar a perna enquanto se está de pé durante o dia. Se considera difícil calçá-las, o seguinte conselho pode ajudar.

1. Aplicar pó de talco directamente na perna
2. Se o pó de talco não for suficiente e a meia não tiver dedos, coloque um saco plástico no pé.
3. Puxe a meia por cima do saco plástico. lsto permitirá que a meia deslize pelo pé mais facilmente.
4. Quando a meia estiver calçada. segure-a com uma mão e, com a outra, retire o saco plástico pela abertura dos dedos.
5. Ajuste a meia à sua perna, para que fique confortável.

Classe 3: compressão forte. Aconselhável para pessoas com alterações de pele, tendência para úlceras ou edema da perna, que não foram suficientemente controlados pelas meias de classe 2. Os dois comprimentos das meias de compressão graduada são: abaixo do joelho ou acima do joelho.

Meias abaixo do joelho

Normalmente, estas meias são suficientes para pessoas com problemas de pele, edema do tornozelo e sintomas apenas abaixo do joelho. lsto inclui a maioria das pessoas com varizes usa estas meias, que são geralmente mais confortáveis do que as meias acima do joelho.

Meias acima do joelho

Este tipo de meias tem de ser usado com ligas ou com um cinto especial para as segurar (hoje em dia a maior parte das meias tem uma renda na parte superior revestida por tiras de silicone, o que as faz aderir melhor na zona da coxa). Raramente são necessárias, mas continuam a ser aconselhadas e prescritas pelos médicos. Geralmente, são consideradas menos confortáveis e aceitáveis do que as meias abaixo do joelho. Só as aconselho para pessoas que realmente têm sintomas acima do joelho.

Existem diferentes tipos de meias de compressão graduada, nem todas disponiveis mediante prescrição. Existem meias sem dedos ou meias fechadas (como as meias normais). Normalmente. são da cor da pele (acastanhadas), mas alguns tipos são fabricados em preto e outras cores.

Estas meias existem em vários tamanhos e, para saber qual o correcto, é necessário medir o diâmetro da perna em diferentes alturas. É importante comprar umas meias que sejam realmente confortáveis, uma vez que devem ser usadas diariamente. Para algumas pessoas que tenham um tamanho ou formato de perna menos habitual são necessárias meias feitas por medida, que podem ser encomendadas.

Algumas pessoas consideram difícil calçar as meias de compressão – especialmente pessoas com artrite ou dificuldade de movimentação. Nestes casos, aconselho meias abaixo do joelho, sem dedos, porque são mais fáceis de calçar; pôr um saco plástico no pé, puxar a meia por cima deste e, depois, retirar o saco é uma boa forma de calçar a meia.

Existem também “meias de seda” (que podem ser usadas em vez do saco plástico) e outros utensílios que ajudam a calçar estas meias.

Apos várias semanas de uso diário e lavagem regular, as meias de compressão graduada têm de ser substituídas, porque perdem elasticidade e deixam de ser eficazes. A cada três ou quatro meses são necessárias meias novas. Se o uso das meias for diário, é necessário ter dois ou três pares, para que as meias possam ser lavadas regularmente.

Ligaduras de compressão em quatro camadas

São usados diferentes tipos de ligaduras de compressão no tratamento de problemas venosos, varizes e veias varicosas. Nos últimos anos, surgiu um novo tipo, a “ligadura de compressão em quatro camadas”. que parece ser eficaz no tratamento da maioria das úlceras venosas. A ligadura em quatro camadas é feita por enfermeiras especialmente treinadas – normalmente em clínicas de tratamento de úlceras venosas.

É particularmente importante verificar as artérias da perna antes de colocar a ligadura em quatro camadas. Se a circulação sanguínea estiver afectada por artérias bloqueadas, a pressão de uma ligadura em quatro camadas poderá danificar a pele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *