Evitando a Inadimplência em Condomínios

Você sabe exatamente o que significa a palavra inadimplência? Inadimplência basicamente significa o não cumprimento de algo, seja um contrato ou um acordo financeiro. Neste sentido, se você não cumprir com acordo fiscal você pode ser classificado como uma pessoa inadimplente.

Apesar do significado negativo que ela carrega, a inadimplência por si só não é considerada um crime. O não pagamento de um acordo não infringe a lei. No entanto é algo a ser negociado e acordado entre as partes – diferente da sonegação, por exemplo, que é uma omissão ou falsificação de notas e dados fiscais. Neste caso sendo considerado um crime.

Uma vez que este conceito foi explanado, a pergunta que fica para os administradores de condomínios é a seguinte: é possível trazer o índice de inadimplência para níveis baixos ou mesmo inexistentes? A resposta imediata é sim. Mas para isso é preciso colocar em prática algumas atitudes tanto para os responsáveis pela administração do condomínio quanto pelos próprios moradores.

Responsabilidade

O primeiro fator a ser visto por parte do morador é se, antes de tudo, ele tem condições financeiras para se comprometer a bancar uma casa em um condomínio. Para isso é preciso fazer uma pesquisa juntamente a administração do condomínio para conferir todos os preços praticados. Esse valor cobrado cabe em seu orçamento? Se a resposta for sim, excelente. Vá em frente. Se não, é melhor pesquisar por outras opções de habitação.

Organização

Se você finalmente decidiu morar em um condomínio, organize-se. Crie uma planilha no Excel ou mesmo no papel. Organize todos os seus gastos e preencha sempre que houver alguma atualização do seu saldo financeiro (entrada e ou saída). Desta maneira você conseguirá medir quanto de dinheiro possui, quanto precisa e até mesmo onde você pode estar desperdiçando dinheiro a fim de conter os gastos e fazer economias.

Disciplina

Em um impulso você pode organizar todos os seus gastos, mas mantê-los dia após dia requer disciplina. Por isso é importante não sair do plano e não deixar de tomar nota dos seus gastos. Sabemos que é fácil se deixar levar por impulsos consumistas que parecem imperdíveis, porém é preciso se manter na linha quando o assunto é dinheiro a fim de evitar ao máximo cair na inadimplência.

Administradora de condomínios

Se for você quem administra o condomínio e sente que precisa de um auxílio, talvez seja interessante contratar uma administradora de condomínios. Dentre as inúmeras funções que a mesma possui, controlar a área financeira dos imóveis evitando a inadimplência e mantendo riscos de dívidas baixos são algumas das mais importantes. Muitas administradoras de condomínios assumem a responsabilidade pela cobrança dos moradores, fazendo de forma profissional e amigável por meio de avisos prévios, e-mails e telefonemas. A cobrança judicial deve ser sempre o último recurso.

Sobre Este Autor

Um dos escritores contribuindo para a geração de conteúdo online gratuito e de valor.

Postar uma Resposta