Entenda as Formas de Psoríase Bolhosa

O problema que também é conhecido como epidermólise bolhosa é uma das variações existentes da psoríase, e poderá ser tratada tranquilamente.

A doença que é considerada muito rara é caracterizada por um aparecimento e bolhas e erosões bem como ulcerações na pele depois de menores traumas. As crianças na sua grande maioria já nascem com a doença e como ela é genética não é contagiosa. Algumas doenças raras e genéticas como essa poderão ser dominantes ou ainda recessivas, ou seja, podem aparecer apenas em alguns filhos ou todos obrigatoriamente podem contar com a doença.

As formas de psoríase bolhosa

Existem três formas de psoríase bolhosa, dentre elas podemos citar uma herança genética os tipos são o simples, juncional e distrófica. A simples é a modalidade menos grave do problema, as bolhas poderão surgir nas palmas das mãos e nos pés. A juncional é mais grave, e os ferimentos podem inclusive atingir a boca, e o esôfago o que dificulta muito a alimentação do paciente. E a distrófica é considerada como a mais grave de todas pois pode gerar uma atrofia das mãos e dos pés.

As bolhas que são provenientes das doenças normalmente não geram cicatrizes, e ao contrário, das formas distróficas que poderão gerar cicatrizes mutilantes. Normalmente as famílias com casos deste problema passam por um aconselhamento genético para evitar a doença.

Existe também um outro tipo, que é a chamada psoríase bolhosa adquirida, uma doença auto imune e neste caso o próprio paciente poderá vir a desenvolver o problema com o tempo e começa a ter anticorpos contra ao colágeno de tipo VII presente nas membranas corioaminióticas, e por isso existem formações de bolhas aos menores traumas e ainda afeta diretamente os adultos e as crianças.

Além de se evitar possíveis quedas simples e causais, as famílias deverão ter um bom cuidado de fazer curativos corretos para a doença, para que não se tenham sequelas. Além de tudo isto as crianças que são portadoras da doença não podem ter uma vida normal quanto a brincadeiras como futebol ou pega pega que podem gerar lesões. Se os machucados infeccionarem é possível curar através de antibióticos.

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz