Detetive e Paparazzo – Trabalho ou Invasão de Privacidade?

Nem só de glamour vivem as celebridades. Perseguição, assédio, falta de privacidade, tudo isso também faz parte da vida de quem, por escolha ou por ocasião, tornou-se famoso. Para muitos esse é o preço que se paga por isso, mas na verdade ninguém deveria ter sua vida invadida, seus momentos íntimos registrados por outros.

O paparazzo nada mais é que um detetive que investiga a vida das celebridades para obter informações e imagens que possa vender às revistas e sites de fofocas. Esse detetive passa seus dias literalmente correndo atrás de tudo relacionado ao dia a dia dos famosos e, na maioria das vezes, causando desconforto e, às vezes, até problemas sérios com e para a vida das celebridades.

O caso mais famoso desse tipo de problema foi o da princesa Diana que, perseguida por esses profissionais, sofreu um acidente e veio a falecer. Nem mesmo a comoção mundial pelo ocorrido fez com que o serviço de detetive ou paparazzo não fosse contratado ou comprado pela mídia. E cada dia que passa novos casos de abuso desses profissionais é relatado e criticado pelo público, porém a curiosidade parece ser maior que o bom senso e os sites e revistas que divulgam esses materiais sempre estão em alta.

É necessário deixar claro que, como em todos os campos profissionais, nesse ramo dos detetives ou paparazzi existem sim profissionais em busca de informações verdadeiras, pouco invasivos e com o objetivo de somente entreter o público, sem com isso prejudicar a celebridade, que sabe que ao se tornar famoso terá seus trabalhos e um pouco de sua vida particular à mostra.

O detetive ou paparazzo faz sim um trabalho que como outros deve ser reconhecido pela sociedade, porém, como em tudo, o bom senso, ética e discernimento devem ser colocados em prática para obterem resultados positivos.

Caso contrario as pessoas ficam irritas, inibidas e o trabalho do detetive ou paparazzo não é realizado com sucesso. Por isso descrição e profissionalismo é uma das características primordiais para ser profissional em uma dessas profissões. Exitem também cursos em que especializa a pessoa para o que ela realmente precisa aprender e conseguir atuar bem em uma dessas áreas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *