Conheça o Processo de Insolvência e Como Ele Funciona

Algo que podemos acabar por ouvir falar com uma determinada frequência, principalmente nos dias de hoje, é com relação as possibilidades que uma empresa nova tem de vir a falência, sendo que o período estimado, infelizmente é de aproximadamente 1 ano, no entanto, muitas pessoas acreditam que o critério de falência possa ocorrer apenas entre as empresas, no entanto, claro que não é bem assim, desta forma, iremos explicar agora mesmo o que seria a insolvência, um processo bastante complicado que pode ocorrer na vida de uma pessoa.

O que é

A insolvência nada mais é do que uma espécie de falência que pode vir a acontecer com uma pessoa, sendo que atualmente, contamos com diversas facilidades de crédito no mercado, onde muitas pessoas podem vir a conseguir altos valores de crédito sem ao menos ter a necessidade de uma comprovação de renda fixa, o que muitas vezes acaba por gerar a inadimplência.

Também não podemos nos esquecer, que há uma serie de promoções, assim como também comerciais que acabam por fazer com que nós, consumidores, acreditemos que temos a necessidade de mais produtos do que realmente precisamos, ou seja, acabamos por nos tornar impulsivos e até mesmo consumistas, e claro, com as facilidades de parcelamento, muitas vezes acabamos por nos esquecer de que R$10,00 pode sim fazer a diferença no final das contas.

Sendo assim, a insolvência acaba por ser caracterizada por pessoas que acabam por contrair uma dívida, e que não conseguem realizar o seu pagamento, no entanto, só se caracteriza desta forma, quando a divida, mesmo que parcelada, acaba por superar os valores de rendimento mensal de uma pessoa, ou seja, o valor de parcelamento acabaria por influenciar até mesmo nas suas possibilidades de sobrevivência, como por exemplo para comprar comida, pagar moradia, entre outras coisas que são consideradas como essenciais para a nossa sobrevivência nos dias de hoje. E para que se consiga sair desta situação, é necessário muita orientação, assim como também bastante negociação, para que desta forma se tenha a possibilidade de realizar a quitação da divida de uma maneira que seja adequada tanto para você, como também para a empresa credora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *