Como Funciona os Modelos Propostos por Franquias

Na relação de franquia é preciso abrir mão de algumas coisas em benéfico de mais segurança e maiores lucros.

O que é e como funciona uma franquia

Franquia é um modelo de relação empresarial que tem por um lado o franqueador e por outro o franqueado. Essa relação é regida por contrato, que estabelece os direitos e obrigações das partes. O franqueador é a empresa que desenvolve um produto ou um modelo de negócio bem sucedido e deseja permitir que outras empresas ganhem dinheiro a partir de seu produto. Franqueado é uma empresa que compra de outra o direito de usar uma marca, produto ou modelo de negócio bem sucedido, obtendo vantagens econômicas nessa relação, assumindo obrigações para com o franqueador.

Nessa relação ambos saem ganhando. O franqueador aumenta suas possibilidades de lucro e obtém reconhecimento por seu trabalho. O franqueado economiza no desenvolvimento do produto, reduz os riscos, ganha suporte e consultoria e reduz o tempo de retorno do capital investido. No entanto, existem sacrifícios a serem feitos também pelas duas partes. O franqueador não é dono do negócio do franqueado, apesar do uso de sua marca. O franqueado tem suas ações limitadas pelas regras impostas pelo franqueador.

Quando uma empresa decide adotar o modelo de franquias precisa estar ciente de que irá compartilhar sua marca, seus produtos e seus direitos com outros empreendedores, que nem sempre terão o mesmo cuidado em preservar o nome da empresa. Uma filial pode gerar mais lucro e ser melhor controlada pela matriz do que uma franquia. No entanto, nenhuma gestão, por melhor que seja, consegue se expandir da mesma forma que uma rede de franquias. Nas franquias o capital a ser investido na abertura de novos pontos de venda é mínimo e os riscos também.

Quem decide abrir um negócio comprando uma franquia precisa estar ciente de que deverá seguir o modelo de negócio estabelecido pelo franqueador, como a padronização visual, os princípios de gestão, os produtos vendidos, o padrão de qualidade. Terá que pagar pela licença e pagar royalties pelas vendas. Ficará preso aos produtos do franqueador. No entanto, receberá consultoria total, venderá produtos já conhecidos e aceitos pelo consumidor, usará uma marca forte, terá garantia de qualidade, fará treinamentos, reduzirá os riscos e terá mais segurança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *