Arquivo da categoria: Carros

Ouvir Música no Carro

As pessoas, normalmente tem o hábito de ouvir músicas em seus carros no transito ou até mesmo ao longo do dia em suas casas, esta é uma das formas que encontra para se distrair. Cada indivíduo tem seu gosto musical e assim acontece ao comprar um som para carros, muitas vezes o aparelho que agrada uma pessoa poderá não agradar o outro e isto não um problema, pois gostos são diferentes e toda pessoa tem o direito de escolher o equipamento que mais lhe agradar.

Quando compramos um aparelho de som, o manual de instrução o acompanha e este servirá para que possamos instalá–lo e manuseá-lo como se deve. Caso o aparelho sofra algum problema na hora de instalar o fabricante não será obrigado a fazer a troca do produto, pois a pessoa que foi coloca – lo no carro não soube fazer a instalação corretamente. Todo cliente tem o direito de requerer um produto novo quando comprar que esteja danificado, no entanto se constatado que o defeito foi causado pelo mau uso do mesmo, a pessoa terá um grande prejuízo e não poderá ter grandes problemas e ainda não conseguir ter um som de qualidade.

O som para carros deverá ser instalado por pessoas que trabalhe especificamente com estes tipos de equipamentos, se a pessoa já tem conhecimento ou trabalha com sons para serem instalados em carros, certamente, não terá danificação ou problemas com a instalação. Existem aparelhos de som com tecnologia mais avançada e outro mais simples, dessa maneira a pessoa poderá escolher aquele que mais lhe agradar, pois nem sempre terá condições de manusear o produto com qualidade.

Só o gosto pela música não é o suficiente para sair por ai comprando qualquer aparelho de som, de nada adiantará ter um som de alta tecnologia se não for capaz de trabalhar com ele. As novas tecnologias podem até trazer sofisticação e beleza para o som para carros, porém poderá ser um empecilho para quem não tem grandes conhecimentos e habilidades com a tecnologia avançada. Ao ouvir uma boa música, e é claro que todas as pessoas seu próprio gosto, a pessoa poderá descansar a mente e deixar um dia cansativo e estressante mais tranquilo e terminar o dia com maior satisfação. A altura do som também é outro fator importante quando se esta dentro do carro, pois se o som estiver muito alto poderá causar ainda mais desconforto para que esta ouvindo.

Direção Elétrica – Entenda o Sistema

Há alguns anos ela era totalmente impensável algum sistema diferente do hidráulico para auxiliar a direção de um veículo. Afinal, o mecanismo funciona com competência e pouco se falava em eletricidade dentro de um carro. Com o passar do tempo e a necessidade de otimização da indústria automobilística, novos conceitos foram aparecendo e hoje, a direção elétrica já começa a tomar o lugar da assistência hidráulica.

Isso tudo acontece por diversos fatores, entre eles, certamente está: o menor gasto de combustível, já que seu funcionamento é totalmente independente do motor do carro, logo, é sabido que não há a bomba hidráulica. Não há vazamentos, nem necessidade de troca de óleo, já que no sistema de direção elétrica mais comum a assistência é feita por meio de um motor elétrico na coluna, sendo a caixa de direção mecânica.

Como funciona o mecanismo?

Não há polias, correias tampouco mecanismos hidráulicos que fundamentam o sistema. Não há mangotes nem caixas hidráulicas. É muito menos suscetível a danos mecânicos, apesar deles poderem ocorrer. Em carros mais modernos a assistência à direção ocorre na própria coluna de direção onde há um motor elétrico que faz esse trabalho, quando há o esterçamento da direção.

Com a eliminação do sistema hidráulico em alguns modelos de carros, fica evidente que há um aproveitamento do cofre do motor para outros mecanismos, facilitando, inclusive reparos. A montagem da direção elétrica é muito mais rápida do que a assistência hidráulica. Outro fator importante a ser compreendido é que a progressão da direção, assim como no sistema hidráulico é aproveitado na elétrica. O mecanismo não interfere no desgaste de componentes. Ou seja, não será por conta da direção que você irá comprar pneus.

Direção mais macia, e menos problemas ao chegar ao limite do esterçamento

Quando virávamos a direção hidráulica até o seu final pleno, o que acontecia era, sem dúvida, uma sobrecarga na bomba hidráulica e também na caixa de direção. Em caso de reincidência constante, vazamentos na caixa poderiam ser encontrados. A direção elétrica é uma evolução irretocável, melhorou a condição dos carros, ajuda os motoristas e irá fazer, em breve, se encerrar uma era. É o fim da DH?

Na Hora de Comprar Um Carro Usado Observe Alguns Itens

Quem deseja trocar de carro, ou adquirir um modelo diferente ou ainda comprar seu primeiro automóvel e não tem condição de ter de cara um zero quilômetro, de estar atento a algumas situações. É muito importante observar itens vitais que fazem toda a diferença na hora de fazer uma boa compra ou fazer a aquisição de uma bomba ambulante.

Tudo isso acontece porque cada carro tem uma forma de comportamento e, principalmente, cada proprietário faz a manutenção de forma diferenciada. Assim, se você deve observar o nível de desgaste do carro que você deseja adquirir. Isso evita surpresas e gastos desesperados que normalmente acometem os motoristas que fazem as piores compras.

O que analisar em um carro antes da compra?

Após você fazer a aquisição de um automóvel é de praxe fazer vistoria de troca de propriedade, além da vistoria anual, ao menos no Rio de Janeiro. Dessa forma, é importante, além de itens vitais ao uso, pneus, por exemplo, são essenciais ao veículo para passar sem sustos nesta vistoria. E ao comprar um carro novo, não é o cenário ideal ter de comprar pneus de cara.

Observe os seguintes itens para ter um carro usado sem sustos.

Mecânica:

  • Ouça o motor, caso não tenha capacidade de percepção, leve um mecânico
  • Observe o reservatório de água e sua cor. Se estiver muito “barrento” mau sinal
  • Observe a presença de fumaça na descarga, bem como óleo queimado e vazamentos
  • Observe se o veículo demora ligar. Pode ser problemas com o cabeçote
  • Observe se ao ligar o motor vai a um giro mais alto e depois cai, esse é normal
  • Presta atenção na presença de barulhos na suspensão
  • Há folgas no volante? Elas não são normais!
  • Observe a manopla do câmbio, ela deve estar a mais rígida possível, observando a rodagem
  • Observe a cambagem, longarinas ruins são difíceis de consertar

Lataria:

  • Observe a pintura, se tiver queimada, peça desconto
  • Observe se há pontos de ferrugem (podre) no fundo do carro, portas e caixa de ar
  • Observe o alinhamento das partes: portas e batentes, capô e para lama, porta malas
  • Observe tonalidades diferentes de cada parte. Caso haja, esse carro pode ter sido batido
  • Observe lanternas e faróis, deve estar justos nos seus encaixes

Elétrica:

  • Observe se todos os itens elétricos funcionam
  • Teste o alternador. Deve estar entre 13 e 14,9 volts para bateria e elementos
  • Observe as lâmpadas, devem estar funcionando
  • Observe a rotação do motor, deve estar em ordem, se variações
  • Se tiver vidros elétricos, verifique se faz força sobre o motor para subir
  • Veja se o esguicho está funcionando, bem como sistema de ar-condicionado
  • Passe o Kaptor 2000 para verificar presença de problemas eletrônicos

Após observar isto, boa compra

Podem parecer muitos itens, mas se o carro for bem cuidado, é natural que tudo isso esteja em ordem. Não tenha medo de não comprar, mesmo com bons preços. Você pode estar se livrando de uma bomba. Não seja precipitado, não fará boa aquisição! E, no que não conseguir observar, boa sorte!

Novo Ford Ka

As várias especulações do novo Ford Ka que estaria sendo fabricado animou bastante o mundo dos fãs automobilísticos do modelo, e as várias mudanças ocorridas neste carro que é sempre muito bem recebido pelo público, este que também foi motivo de muita conversa. Com as mudanças e as novidades, foram impressionantes até mesmo para os exigentes fãs da geração da Ford, ganhando uma série de admiradores. Tudo isto pois além de ser um design totalmente novo e moderno,  o que priorizou os motoristas mais jovens, o novo Ford Ka com seu modelo 2013 deverá chegar com um preço bastante interessante e acessível no mercado considerado para sua categoria um carro popular.

A intenção da Ford agora é conseguir manter os clientes fiéis da marca e também trazer os mais jovens, aumentando o seu número de vendas e modernizando o estilo, além da qualidade, em todos os seus veículos.

Como será o novo modelo

Este novo modelo deverá manter o seu formato tradicional, deverá aparecer em uma versão com duas portas e duas opções de motores, uma 1.0 de 72 cavalos e outra de 1.6 totalmente flex com 107 cavalos que será disponibilizado nos modelos sport. Este será o novo Ford Ka que possui um excelente tanque fazendo aproximadamente o equivalente a 10,2 km/l em álcool, e 15,2 km/l sendo a gasolina, atingindo uma velocidade máxima de 162 km/h.

Como principais mudanças para o modelo podemos contar com a estética. O veículo ganhou um novo design, apesar de manter a mesma estrutura dos modelos anteriores. O novo Ford Ka deverá ficar muito mais moderno e mais jovem.

Um visual moderno para pessoas modernas

Além de se contar com um visual bastante interessante e mais jovem, o novo Ford Ka trouxe novos faróis que contam com máscaras negras dando uma opção interessante de luz de neblina. Com isto a grade frontal do modelo antigo deverá perder espaço para uma fenda que deu origem para o seu novo visual. A traseira também conta com novidades, os faróis contam com lentes translúcidas.

O novo modelo Ford Ka deverá contar com itens de seus antigos modelos como por exemplo a carroceria que deverá contar com as mesmas medidas do anterior, além de ar condicionado direto de fábrica, direção hidráulica, vidros elétricos e também travas elétricas, entre uma série de outras vantagens.

Tudo Sobre a Produtora Ford

A empresa

Uma das maiores e melhores produtoras de automóveis do mundo é a Ford Motor Company, produtora fundada em 1903 nos Estados Unidos da América. A indústria que leva o nome de seu criador, Henry Ford (1863-1947), é constituída pelas marcas Linconl, Ford e a Troller, montadora de veículos off-road no nordeste brasileiro.

Investimento inicial

Com um investimento de cerca de US$150.000 (sendo US$28.000 do próprio Ford, que posteriormente se tornou único proprietário da indústria e um dos homens mais ricos dos EUA à época), junção do investimento de 12 investidores, entre eles os irmãos Horace Dodge e John Dodge (futuros criadores da Dodge após a saída da Ford), a indústria foi uma das poucas que resistiu à crise de 29.

Revolução na produção

Henry Ford revolucionou a linha de produção desenvolvendo um modelo de carro para a classe popular da época (modelo T). Esse carro era construído em linhas de montagem, tendo esse pensamento contribuído para vários setores e elementos como: desenhos de produção, produção em massa, baixo custo na manufatura e linha de montagem mecanizada. Com esse pensamento de administração e produção, surgiu o Fordismo, que foi sendo aprimorado com o tempo e até hoje é lembrado em alguns métodos.

Centro de Pesquisas

Nem só da indústria sobrevive a Ford, mas também de pesquisar. Em Aachen, na Alemanha, a Ford tem um Centro de Pesquisa onde, nas últimas duas décadas, seu foco é descobrir ou desenvolver combustíveis aderivados do petróleo.

Ford no Brasil

A Ford foi a primeira indústria automotiva a se estabilizar no Brasil, no ano de 1919. A produtora tem fábrica em São Paulo, nas cidades de São Bernardo do Campo e Taubaté e na Bahia, na cidade de Camaçari. A Ford também possui um campo de provas na cidade de Tatuí, no estado de São Paulo.

Modelos

Modelos como Ecosport, Ford Ka, Ranger, Belina, Mustang e Corcel fazem sucesso com a população e sempre ficarão na memória. A Ford acredita que uma coisa necessária para a baixa de custos na produção de um carro é eleger o carro global. O Ford Fiesta foi eleito o carro para a nova fase da produção. O Fiesta foi desenvolvido baseado no conceito Verve e fabricado no México, sendo eleito pela própria Ford o modelo T do século XXI.

Comprar Pneus é Uma Necessidade para Segurança

Sob uma carcaça pesada estão os pneus. Eles são projetados para sustentar o peso do carro em cima de sua estrutura, bem como manter o equipamento aderido ao chão, ocupando um importante papel na segurança da condução. É muito comum, entretanto, que não se observe de imediato a necessidade de uma troca de pneus por desgaste. Muitos até chegam ao extremo de deixar ficar careca.

Os pneus de um carro têm limitadores de desgaste. São um pequeno excesso de borracha dentro do sulco que promove um limite para uso. Uma vez na altura deste limitador, o sulco já não tem a capacidade de drenar água em uma pista molhada, por exemplo, expondo o motorista ao perigo de uma derrapagem. Uma Comprar pneus na hora certa evita muitos problemas.

Quanto maior o pneu mais caro ele é

No Rio de Janeiro existem muitos clubes automotivos que promovem seus carros por meio da beleza. Cito esses casos por conta do dinheiro empreendido para, por exemplo, por rodas de um aro superior ao montado pela fábrica. Quanto maior os aro pneus no Rio de Janeiro, maior é o custo para a manutenção e substituição. É importante fazer os rodízios de pneus com intervalos regulares, para um gasto por igual.

As lojas de pneus RJ, em muitos casos, nem se preparam para esse tipo de venda. É necessário procurar estabelecimentos que tenham como prioridade este nicho de venda. Por outro lado, quanto maior o composto usado, maior a estabilidade do veículo. Para conservar os pneus é bom evitar expô-lo a condições extremas. Evitar freadas e manter a suspensão em ordem já ajudam muito.

Calibragem o melhor amigo do pneu

Entre muitas práticas de manutenção está a calibragem. Ela é simples, rápida e pode ser feita por qualquer um. Esse pequeno procedimento evita que o pneu esvazie e passe a ter um desgaste irregular e superior ao de um mesmo tipo com calibragem correta. Vale ressaltar que o excesso de ar também é ruim. É muito importante jamais esquecer do estepe, ele pode lhe salvar de alguma enrascada.  Por isso fique de olho!

Carros Que São Líder de Venda na Ford

A Ford está comemorando o final de ano no Brasil com um aumento nas vendas de um modo geral que acompanhou a tendência das vendas no resto do Brasil, isso devido principalmente a redução do IPI na maior parte do ano que estimulou as pessoas a comprarem veículos zero. A marca conseguiu consolidar algumas de suas marcas mais conhecidas pelo público e também algumas novas que foram lançadas a menos tempo. Em compensação, as montadora ainda não conseguiu bater o carro mais vendido do Brasil, que é o Gol, da Volkswagen, que está nesta posição há muitos anos.

Ford Fiesta

O carro mais vendido da marca no Brasil ainda permanece sendo o Fiesta, um dos carros mias populares do Brasil. Durante alguns anos ele acabou alternando de posição com o segundo carro mais vendido, que é o Ka, mas nos últimos anos ele conseguiu se estabelecer nesta posição. O Fiesta já foi lançado em diversos modelos, sendo que a última geração acabou sendo uma das mais vendidas de todos os tempos.

Ford Ka

O Ka também é um dos carros de entrada de mercado mais querido pelos brasileiros. Realmente uma das principais características do carro, que chama atenção de todo mundo, é seu design diferenciado. Na última geração o carro acabou sofrendo algumas mudanças mais drásticas, tendo mais espaço para os motoristas e para os passageiros.

Ford Fiesta Sedan

Entre os modelos dos segmento Sedan o carro da marca Ford mais vendido no Brasil é o Fiesta Sedan, que comprova a força da marca Fiesta aqui no Brasil. O veículo realmente é uma das melhores opções no mercado para quem gosta do segmento de sadan. Ele possui um excelente desempenho nas pistas e os últimos modelos também são conhecidos por economizarem na gasolina.

Ford Ecosport

Mudando de categoria, o quarto carro mais vendido da Ford é o EcoSport, um dos grandes responsáveis pela consolidação dos modelos Crossovers aqui no Brasil. O carro virou uma verdadeira febre assim que foi lançado porque pela primeira vez uniu uma excelente condição custo benefício para compra destes carros mais encorpados e também com mais espaço. Acabou se tornando um dos queridos dos motoristas com famílias grandes, principalmente entre as mulheres.

Ford Ka

O Ford KA é um carro compacto e que caiu no gosto popular quando foi lançado em 1997 aqui no Brasil. A primeira versão do carro saiu um ano antes e foi lançado apenas na Europa. O KA chegou ao Brasil para testar um novo conceito de carros urbanos e parece que deu certo. Uma boa curiosidade é que quando projetado, esse carro foi desenhado em cima de um modelo piramidal só que com formas mais orgânicas.

O próprio nome do carro tem um significado interessante onde em grego traduzido de forma livre, significa “alma” e “espírito”, então a junção das duas letrinhas é exatamente a missão da Ford com seu compacto KA. Vamos conhecer um pouco mais sobre esse carro e as novidades para os próximos modelos que estão para chegar ao mercado.

Pontos positivos x Pontos negativos

A agilidade e a estabilidade é o que mais sobressai como ponto positivo desse carro. Ele é um carro econômico tanto em gasto com combustível quanto em manutenção. Aliás, manutenção é um ponto mais que positivo para esse modelo da Ford porque dificilmente esse carro apresenta problemas, apesar de muitas pessoas não confiarem devido o fato do seu modelo ser bem compacto e aparentemente com pouca resistência.

Os pontos negativos começam pelo espaço, como ele é compacto, não foi desenvolvido para famílias grandes. Até o modelo de 2007, apesar de ser um carro para 5 pessoas, ele não conseguia comportar essa quantidade de adultos, chegando em no máximo 4 pessoas. O porta mala do carro também é bem pequeno.

Ford Ka 2013

Essa nova versão do Ford Ka vem com um design bem diferenciado e um espaço interno bem maior que as outras versões. A Ford trabalho bem mais o sistema de segurança dessa versão com travas elétricas e um sistema Ford Anti Furto. Esse sistema novo impossibilita o carro ser ligado sem a chave original. Em caso de tentativa de furto, o carro só dará partida depois de desbloqueado com a chave original e seu código de segurança.

Apesar de não ser um carro com altas tecnologias presentes em tantos outros da marca, o KA é uma excelente opção para carro de passeio e quem busca um veículo pequeno e potente.

Vale a Pena Comprar o Celta

O mercado automobilístico oferece novidade a todo o momento. Há feiras de automóveis, revistas especializadas, sites, rankings com toda a informação necessária no momento de adquirir um veículo. Tudo isso pode confundir o consumir em vez de ajudar. O consumidor deve estar ciente do seu perfil a fim de fazer a melhor escolha. Ao começar o perfil econômico, e depois o estilo de vida em si. Para que a pessoa usará o carro? Como? Com que frequência? A pessoa é solteira? Tem família? Filhos pequenos? Organizar essa lista de requisitos é um ótimo primeiro passo na hora de adquirir um automóvel.

Aqui comentaremos sobre o Celta. O veículo da General Motors é o terceiro mais vendido do Brasil. Apesar disso, recebe muitas críticas pela simplicidade. O Celta é o único modelo do top três dos mais vendidos que não sofreu uma mudança radical desde o seu lançamento. A seguir analisaremos alguns critérios de avaliação do Celta.

A primeira é o desempenho. O motor do Chevrolet Celta é 1.0 Flexpower VHCE. Em testes feitos, o compacto cumpriu o zero a 100km/h em 14,1 segundos. A velocidade máxima se abastecido com etanol é de 161km. Desempenho razoável considerando a proposta urbana e econômica do veículo.

Com 11 anos de mercado, no quesito estabilidade o Celta está acima da média. Responde bem em curvas fechadas de alta velocidade, só não responde tão bem em freadas bruscas. O consumo médio é de 8km/l abastecido com etanol.

Por ser um carro econômico, no quesito conforto o Celta não é dos melhores. O seu interior é pequeno. A suspensão, no entanto, é bem regulada e gera conforto. Ao contrário do isolamento acústico. O barulho do motor é alto dentro do carro. O carro carece de tecnologia avançada. O Celta é montado sobre a plataforma da geração Corsa nacional de 1994. O motor 1.0VHCE recebeu a última evolução em 2009.

E, por último, mas não menos importante está o custo/benefício. A versão completa do Celta, a LT com quatro portas, está à venda por R$29364, na média dos veículos do segmento. Agora cabe a você julgar se os seus critérios se encaixam aos requisitos apresentados pelo Celta, para decidir se ele é uma aquisição que vale a pena.

Novo Fiesta Sedan

O salão do Automóvel de São Paulo teve a honra de ser o salão escolhido pela Ford para a estréia mundial do New Fiesta Sedan, a apresentação do New Fiesta Sedan aconteceu logo no primeiro dia do evento, o dia que foi voltado exclusivamente para a imprensa. Como bem antes da apresentação do carro no salão do Automóvel de São Paulo, no Salão do Automóvel de Paris a Ford já tinha anunciado que o New Fiesta Sedan seria produzido nas fabricas de nosso pais, tanto na versão sedã quanto na Hatch, o New Fiesta vendido no Brasil e fabricado e importado de terras mexicanas, mas o local de produção do New Fiesta Sedan no Brasil ainda é mantido em sigilo.

O modelo reestilizado foi um projeto importante para o Brasil já que em seu projeto haviam engenheiros Brasileiros traz a nova identidade visual global da marca. A Ford ainda não fala em preço, mas diz que vai tentar não encarecer o carro, apesar de a tecnologia aumentar. Mesmo com as vendas na Europa crescendo a montadora americana Ford, o mercado brasileiro ainda é um dos maiores e mais rentáveis consumidores, com os novos modelos EcoSport, Rangerm Focus e Fusion a marca pretende alcançar o topo de vendas em nosso pais, a empresa pretende sair dessa crise que a assolou e assim voltar ainda mais forte em vários mercados em todo o mundo.

A montadora Americana sempre se destaca pela inovação e desde 2008 com a crise pouco vimos isso, porém a marca vem se reerguendo assim voltando a cogitar um lugar melhor entre as maiores marcas do mundo, conhecendo a montadora americana bem, sabemos que não é algo tão difícil para a persistência americana.

É um veículo que raramente vai para as oficinas, igual muitos que precisam de peças a todo momento, como peças para honda ou peças mercedes, e que não é necessário abastecer a todo momento, pois é um veículo considerado econômico e também possui um custo um pouco mais baixo do que os carros atuais e que estão entrando por agora nas linhas 2013. Sua apresentação no salão de São Paulo foi muito gratificante para todos os amantes da marca.