Arquivo da categoria: Beleza

Penteados para Cabelos: Mude o Visual

Todos os dias as mulheres querem e precisam mudar o visual para sair, seja para trabalhar, ir à faculdade, a uma festa especial ou fazer um passeio mais simples, para cada ocasião independente de qual seja, o penteado pode mudar o visual e dar aquele charme que estava faltando.

Assim como na moda, os cabelos seguem tendências de cores, nas mechas, como as luzes ou californianas, por exemplo, comprimento e o corte. Por isso é algo que se pode variar bastante, então por que não, os penteados?

Cabelos ondulados, coques, tranças, rabo de cavalos, topetes, ou seja, por mais que possam parecer básicos, as formas de elaborá-los são o que os diferencia, permitindo assim repaginá-los e a voltarem como tendência na próxima estação. Versátil é a palavra de ordem para as madeixas.

Mude o Visual com Apliques de Cabelos

Os apliques são grandes aliados das mulheres seja para dar mais volume aos cabelos ou na hora de fazer um penteado mais elaborado, eles fazem toda a diferença, pois dão aquele charme que muitas vezes vemos nas atrizes na TV e nunca descobrimos qual o truque para seus cabelos lindos.

Lisos, cacheados, em formas de perucas, práticos como os apliques de tic-tacs são alguns dos exemplos que podem ser usados para fazerem penteados criativos.

Dia a dia

Os penteados para o dia a dia são aqueles que você pode usar para trabalhar ou fazer um passeio, a idéia é que sejam práticos e sofisticados ao mesmo tempo. Listamos alguns que você pode fazer sem muita complicação e cabe perfeitamente nessas ocasiões:

Coque Lateral: A idéia desse penteado é que pareça bem natural e despojado, de acordo com a hairstylist Cristhofer Glöe, do salão Homa Elite Salon de São Paulo: “Cansadas dos penteados elaborados, muitas celebridades estão aderindo a um visual mais natural, atualmente a liberdade de expressão é quem dita as regras”.

A textura, quantidade e ondulação podem variar para cada tipo de cabelo, dando resultados diferentes. Mas de modo geral o passo a passo é bem simples:

  • Com os cabelos úmidos, aplique um pouco de mousse para dar estrutura aos cabelos;
  • O coque pode ser ondulado ou liso, no caso escolha o de sua preferência e faça escova ou babyliss;
  • Faça um rabo de cavalo na lateral e prenda com grampos. Para defini-lo melhor ou dar um ar mais chique ao penteado, separe uma mecha e faça uma trança;
  • Para finalizar, faça o coque junto com a trança e aplique spray fixador ou pomada para definir as mechas, se quiser desfie um pouco o coque para dar aquele ar despojado.

Trança Embutida Lateral: Ideal para as mulheres que tem franja grande, mas também pode ser usado todo tipo de cabelo comprido.

  • Com os fios soltos, pegue a parte da franja do cabelo ou separe três grandes mechas e faça uma trança embutida pequena de lado – você pode optar por deixar os cabelos soltos ou continuar com uma trança até o final.
  • Se preferir terminar a trança, basta continuar com um trança comum.

Festa

Os cabelos para festas são mais elaborados e por isso, muitas vezes merecem mais volumem, seja para dar melhor acabamento ou para dar aquele efeito chique, os apliques de cabelos naturais ajudam nesse quesito.

Rabo de Cavalo com Topete: O rabo de cavalo por mais simples que possa parecer é bem versátil para as ocasiões especiais. O topete que esta em alta junto com o estilo ‘rocker’ e dá um ar anos 60 ao look.

  • Seque com o secador os cabelos, e separe uma mecha na parte da frente dos cabelos para fazer o topete e com um mousse ou spray fixador, finalize o topete com grampos;
  • Com o restante dos cabelos, separe outra mecha e prenda com um elastico o restante, e para finalizar, use a mecha para esconder o elástico.

Trança com Aplique: O foco dessa trança é no estilo Rapunzel, bem longa e com bastante cabelo, ela pode ser desajustada para não ficar muito séria, além de dar uma sutileza única. Para fazê-la é bem simples e fácil.

  • Separe três mechas finas e trance de maneira embutida, ou seja, vá engrossando as mechas laterais com fios da parte que ficou solta.
  • Se quiser que a trança fique mais soltinha, abra os gomos com os dedos e não prenda as madeixas com muita força ao finalizar o penteado com um elástico de silicone. Complete com spray fixador.
  • Se tiver franja, deixe-a solta, bem bagunçadinha mesmo!

Cuidados com os Cabelos: Fique Morena Sem Dores de Cabeça

As morenas também devem e merecem dar aos seus cabelos escuros um tratamento dedicado a vitalidade e beleza dos fios. Todo cabelo independente da cor, seja ele claro ou escuro, precisa de cuidados, pois a estrutura dos cabelos são as mesmas, indiferente do tom que possua e por isso, certos cuidados são essenciais para manter uma aparência bonita e saudável.

O charme dos cabelos pretos é o seu brilho, e por isso é de extrema importância investir em produtos específicos e hidratações, muitas vezes a falta de cuidado com as madeixas escuras podem danificar sua estrutura, deixando-os fracos e quebradiços.

Cabelos Escuros e Saudáveis

Algumas dicas são importantíssimas para que você mantenha a vivacidade dos seus cabelos sempre vistosos, e para isso sempre tenha como aliado cuidados simples que irão mantê-los dessa forma.

Os cabelos pretos e escuros devem ser lavados com produtos preferencialmente que contenham substâncias que destaquem sua beleza, os shampoos e condicionadores que contenham em sua formula a queratina ou colágeno vegetal são os mais indicados, pois ativam o brilho dos fios.

A exposição ao sol é outro quesito que merece atenção e muitas vezes acabam passando despercebidos e quando prolongada, o sol queima literalmente os fios deixando-os avermelhados, com aparência ressecada ou até mesmo desidratados, e para que isso não aconteça lembre-se sempre de usar leave-in com protetor solar. Existem ampolas de hidratação rápidas, porém o ideal é procurar as linhas especificas que para tratar os cabelos. Quem freqüenta bastante a praia e a piscina também deve ter esse cuidado especial, já que o sal do mar e o cloro da piscina ajudam a desbotar os fios.

Morenas

Se estiver pensando em ficar morena e ainda não esta com certeza absoluta dessa decisão, tenha em mente como ficará e o que você deve levar em consideração o seu tom de pele, pessoas com o tom de pele muito claro, por exemplo, não caem bem, pois ficam com a aparência muito pálida com o contraste com a cor.

O hairstylist Lemos de São Paulo, ainda comenta sobre a cor escura dos cabelos e a vitalidade atribuída a ela, sem é claro, deixar de lado os cuidados essenciais: “Esse tom dá um ar mais saudável aos cabelos, o que não acontece com os loiros, por exemplo, que tendem naturalmente a ficar mais ressecados”.

Ainda há algumas observações que o hairstylist faz com relação à idade, já que os cabelos escuros podem ressaltar as imperfeições da pele ou as raízes brancas que vão aparecendo, conforme o crescimento do cabelo: “O preto fecha um pouco o semblante e o comprimento longo combina com mulheres mais jovens”.

Cuidados Especiais

Começar com os cuidados em casa conseguem resolver alguns dos problemas causados pelo ressecamento ou quebradiços, entretanto é ideal fazer visitas regulares ao cabeleireiro para que seja feita uma hidratação mais profunda e as pontas sejam cortadas para dar mais vida aos cabelos.

O cabeleireiro Edson Risco do salão Neandro.com em São Paulo, fala sobre as pontas dos cabelos que devem ser cortadas periodicamente: “Se cortarmos um ou dois centímetros, já é o suficiente para eliminar as partes danificadas e deixar o cabelo mais uniforme. Sem contar que o corte periódico, pelo menos uma vez a cada mês, também ajuda a fortificar a fibra”, ainda finaliza nas pontas: “exagere nos finalizadores com silicone”.

Para começar bem com os fios, siga algumas dicas que ajudarão com o trato diário:

  1. Leave-in: use em todo o comprimento do cabelo para que não queime os fios. Se seca o cabelo com secador ou faz chapinha, faça prefira-os com termo ativação para que não surjam as temidas pontas duplas ou ressecados pelo calor;
  2. Hidratação: faça a cada 15 dias com o produto de sua preferência que contenha queratina, para dar mais vida e brilho aos cabelos, nunca passe na raiz dos cabelos, pois podem entupir os folículos e provocar queda, caspa ou oleosidade excessiva;
  3. Shampoos e condicionadores: os cabelos escuros precisam ser lavados sempre que for necessária, a raiz oleosa ou aparência de sujo são sintomas que devem ser utilizados produtos para o tipo de cabelo oleoso, normal ou seco.

Cabelos pretos tingidos

Se você não é naturalmente morena, ou tinge os cabelos muitas vezes pode ficar bem melhor quando a pessoa opta por um castanho escuro, por exemplo.

Os cabelos depois de ser tingido com tons escuros, principalmente o preto, necessitam da mesma atenção que o cabelo natural escuro, entretanto, é uma cor muito difícil de ser tirada depois. Há casos de pessoas após aplicarem o preto nos cabelos, tentarem tira-los passando outras cores nos fios, porém tal cor prevalece.

Nessas situações, muitos cabeleireiros recorrem a uma técnica chamada decapagem, um processo em que todo cabelo é descolorido e é aplicada outra tintura por cima, assim a cor desejada fica exata. A grande questão é que este processo de agressão aos fios e é pouco recomendado, e, além disso, é preciso ter cautela para que ele não fique quebrado e nem ressecado. Por isso, é importante ter certeza na hora de pintá-los!

Que Problemas Provocam as Varizes?

Quais os problemas que as varizes habitualmente causam?

Grande parte das mulheres com varizes não tem quaisquer sintomas ao longo da vida. Quando os sintomas aparecem, não são, na maioria das situações, um caso clínico sério, mas apenas um incómodo. Só uma pequena percentagem de pessoas com varizes desenvolve úlceras ou qualquer outro problema grave e há quase sempre sinais de aviso – hiperpigmentação (escurecimento) ou eczema da pele na zona do tornozelo.

Problemas estéticos

Este é sem dúvida o problema mais comum causado pelas varizes ou veias varicosas e é compreensível numa sociedade que dá grande importância ao facto da mulher ter pernas bonitas. A preocupação com a aparência leva, muitas vezes, as mulheres a atribuir às varizes sintomas nas pernas que não são muito importantes.

Preocupação com problemas futuros

A preocupação com os possíveis perigos das varizes é comum e incluo-a nos “sintomas”, uma vez que é uma importante razão para a procura de aconselhamento médico. Os médicos devem reconhecer e ser sensíveis a estas preocupações, que os pacientes admitem muito relutantemente.

Dor e desconforto

Dor e sensação de peso nas pernas são queixas habituais, especialmente depois de se estar de pé durante muito tempo. Algumas pessoas com varizes têm sensação de prurido (comichão), calor e dor sobre as varizes. Todos os sintomas relacionados com as varizes tendem a piorar ao final do dia e a aliviar (pelo menos até um certo ponto) quando se está deitado, especialmente com as pernas elevadas, embora algumas pessoas se queixem de dores durante a noite.

Existem inúmeras razões para as dores nas pernas, para além das varizes. Um estudo recente, feito em Edimburgo mostrou que não existe uma relação forte entre os sintomas das pernas e a existência de varizes, especialmente nos homens. Mesmo nas mulheres, os únicos sintomas que tinham uma forte relação com a existência de varizes eram a sensação de peso/tensão, as dores e o prurido. A sensação de pernas cansadas, de inchaço, cãibras e formigueiro não têm uma relação significativa com a existência de varizes.

lsto significa que as pessoas com varizes devem ter em conta que as dores nas pernas podem não ter qualquer relação com as veias. Os médicos, por sua vez, devem questionar cuidadosamente os seus pacientes para perceber se os seus sintomas são causados pelas varizes, antes de aconselhar qualquer tipo de tratamento.

Uma vez que as dores causadas pelas varizes melhoram com o uso de meias elásticas, aconselho por vezes o seu uso para se fazer um período de teste: assim é possível descobrir se as veias são, ou não, as causadoras das dores. Tudo isto se torna difícil. porque as pessoas que não gostam do aspecto das suas varizes, muitas vezes encontram nelas a razão de quaisquer sintomas nas suas pernas.

Edema do tornozelo

As varizes podem provocar o edema (inchaço) do tornozelo em algumas pessoas, uma vez que a pressão nas veias provoca a retenção de líquidos nos tecidos, quando se está de pé, sentado com os pés no chão ou a andar. O inchaço desaparece depois de uma noite de descanso.

Existem muitas outras razões para o inchaço das pernas para além das varizes e, mesmo depois de um exame cuidado, é difícil certificar que as varizes são a causa. Pode desaparecer apenas depois de as varizes serem tratadas por cirurgia e, mesmo neste caso, o inchaço pode demorar algum tempo a desaparecer.

Formas Simples de Prevenir e Controlar as Varizes

As principais formas de controlar os sintomas de varizes e preveni-las são: Usar meias de compressão; Evitar estar de pé por períodos de tempo prolongados; Elevar as pernas; Fazer exercício regular e perder peso (se for obeso) pode ajudar. Tudo isto ajuda a reduzir a pressão nas veias da perna.

Como controlar os sintomas de varizes

Elevação das Pernas

Ou seja, “levantar as pernas”, o que diminui a pressão das veias da perna. ldealmente, os pés devem estar mais elevados do que o coração, mas descansar com os pés ao mesmo nível do corpo (por exemplo, numa cama ou sofá) também é adequado. Contudo, pôr os pés num banco ou suporte baixo, enquanto se está sentado numa cadeira, não é suficiente. Conheça também alguns exercícios para eliminar as varizes.

Os sintomas relacionados com as varizes aparecem ou pioram sempre que se está sentado (com os pés no chão)ou de pé, por longos períodos de tempo. Se tem de estar de pé ou sentado durante muitas horas, tente levantar-se e caminhar um pouco de vez em quando, para fazer o músculo da barriga da perna funcionar. Se não puder levantar-se, eleve e abaixe o calcanhar (bicos de pé) de vez em quando, para fazer algum sangue circular pelas veias acima e, assim, reduzir a pressão constante.

Compressão

A compressão das pernas pode ser conseguida com simples meias de descanso, meias de compressão graduada ou ligaduras de compressão. A compressão estreita as veias da perna, comprimindo-as, o que faz com que haja menos quantidade de sangue nas veias e acelera o fluxo sanguíneo. Melhora a acção “bombeadora” do músculo e pode também melhorar a forma como o fluido é filtrado dos tecidos para os capilares. Se o inchaço (edema) for um problema, pode ser reduzido ou prevenido por uma compressão adequada.

Meias de compressão

Meias de descanso

As meias de descanso normais podem ser compradas em farmácias ou em muitas outras lojas. Conferem alguma compressão em toda a extensão da perna e muitas pessoas consideram que ajudam a reduzir o desconforto causado pelas varizes.

Meias de compressão graduada

Estas meias são fabricadas de forma a fazer mais compressão na parte inferior da perna do que na parte superior – esta compressão é “graduada”, diminuindo do tornozelo para cima. Estas meias, que são as aconselhadas pelos médicos, são mais eficazes do que as meias de descanso.

Como funcionam as meias de compressão

A compressão torna mais estreitas as veias superficiais da perna, comprimindo-as, o que reduz a quantidade de sangue nas veias e ajuda a circulação sanguínea nas veias profundas.

Se só uma perna tiver problemas venosos, usa-se apenas uma meia nessa perna; não é necessário usar um “par”. As meias de compressão graduada existem em diferentes classes de compressão e diferentes comprimentos.

Três das classes de compressão são:

Classe 1: compressão leve – suficiente para aliviar os sintomas das varizes, em muitos casos.
Classe 2: compressão moderada. Bom suporte para os sintomas das varizes e compressão suficiente para prevenir a progressão de alterações de pele e a recorrência de úlceras.

Como calçar as meias

As meias de descanso e as meias de compressão têm como função suportar a perna enquanto se está de pé durante o dia. Se considera difícil calçá-las, o seguinte conselho pode ajudar.

1. Aplicar pó de talco directamente na perna
2. Se o pó de talco não for suficiente e a meia não tiver dedos, coloque um saco plástico no pé.
3. Puxe a meia por cima do saco plástico. lsto permitirá que a meia deslize pelo pé mais facilmente.
4. Quando a meia estiver calçada. segure-a com uma mão e, com a outra, retire o saco plástico pela abertura dos dedos.
5. Ajuste a meia à sua perna, para que fique confortável.

Classe 3: compressão forte. Aconselhável para pessoas com alterações de pele, tendência para úlceras ou edema da perna, que não foram suficientemente controlados pelas meias de classe 2. Os dois comprimentos das meias de compressão graduada são: abaixo do joelho ou acima do joelho.

Meias abaixo do joelho

Normalmente, estas meias são suficientes para pessoas com problemas de pele, edema do tornozelo e sintomas apenas abaixo do joelho. lsto inclui a maioria das pessoas com varizes usa estas meias, que são geralmente mais confortáveis do que as meias acima do joelho.

Meias acima do joelho

Este tipo de meias tem de ser usado com ligas ou com um cinto especial para as segurar (hoje em dia a maior parte das meias tem uma renda na parte superior revestida por tiras de silicone, o que as faz aderir melhor na zona da coxa). Raramente são necessárias, mas continuam a ser aconselhadas e prescritas pelos médicos. Geralmente, são consideradas menos confortáveis e aceitáveis do que as meias abaixo do joelho. Só as aconselho para pessoas que realmente têm sintomas acima do joelho.

Existem diferentes tipos de meias de compressão graduada, nem todas disponiveis mediante prescrição. Existem meias sem dedos ou meias fechadas (como as meias normais). Normalmente. são da cor da pele (acastanhadas), mas alguns tipos são fabricados em preto e outras cores.

Estas meias existem em vários tamanhos e, para saber qual o correcto, é necessário medir o diâmetro da perna em diferentes alturas. É importante comprar umas meias que sejam realmente confortáveis, uma vez que devem ser usadas diariamente. Para algumas pessoas que tenham um tamanho ou formato de perna menos habitual são necessárias meias feitas por medida, que podem ser encomendadas.

Algumas pessoas consideram difícil calçar as meias de compressão – especialmente pessoas com artrite ou dificuldade de movimentação. Nestes casos, aconselho meias abaixo do joelho, sem dedos, porque são mais fáceis de calçar; pôr um saco plástico no pé, puxar a meia por cima deste e, depois, retirar o saco é uma boa forma de calçar a meia.

Existem também “meias de seda” (que podem ser usadas em vez do saco plástico) e outros utensílios que ajudam a calçar estas meias.

Apos várias semanas de uso diário e lavagem regular, as meias de compressão graduada têm de ser substituídas, porque perdem elasticidade e deixam de ser eficazes. A cada três ou quatro meses são necessárias meias novas. Se o uso das meias for diário, é necessário ter dois ou três pares, para que as meias possam ser lavadas regularmente.

Ligaduras de compressão em quatro camadas

São usados diferentes tipos de ligaduras de compressão no tratamento de problemas venosos, varizes e veias varicosas. Nos últimos anos, surgiu um novo tipo, a “ligadura de compressão em quatro camadas”. que parece ser eficaz no tratamento da maioria das úlceras venosas. A ligadura em quatro camadas é feita por enfermeiras especialmente treinadas – normalmente em clínicas de tratamento de úlceras venosas.

É particularmente importante verificar as artérias da perna antes de colocar a ligadura em quatro camadas. Se a circulação sanguínea estiver afectada por artérias bloqueadas, a pressão de uma ligadura em quatro camadas poderá danificar a pele.

Varizes – Que Veias Se Tornam Varicosas?

Conheça quais as veias que se podem vir a tornar varicosas?

Veia safena interna (ou grande safena)

Esta veia e as respectivas tributárias são as que mais formam varizes. A veia safena interna (ou grande safena) resulta da confluência das veias colaterais do pé e é visível em muitos indivíduos, quando estão de pé, como a veia que passa à frente do osso, na zona interior do tornozelo.

Ascende pelo lado interior da barriga da perna e da coxa e, na zona da virilha, junta-se à principal veia profunda (a veia femoral). A veia safena interna e as suas tributárias são as que mais regularmente formam varizes. A veia safena externa e as suas tributárias tambem podem formar varizes, mas isso acontece menos frequentemente.

Veia safena externa (ou pequena safena)

Esta é a outra veia principal, por baixo da pele da perna, cujas veias colaterais podem formar varizes, mas é menos afectada do que a veia safena interna. A veia safena externa (ou pequena safena) começa mesmo atrás do osso, na parte exterior do tornozelo e ascende pela face médio-posterior da perna. Normalmente, junta-se à principal veia profunda (veia poplítea) mesmo acima ou abaixo do joelho.

Contudo, isto varia e, por isso, antes de uma cirurgia da veia safena externa é necessário verificar por eco-doppler. A veia safena interna é também denominada “veia safena magna” e a veia safena externa é designada por “veia safena parva”, mas estes não são os termos habitualmente utilizados.

Veias perfurantes

Em quase todas as zonas da perna, uma veia perfurante pode desenvolver válvulas insuficientes, o que permite o refluxo do sangue sob pressão para as veias superficiais, tornando-as alongadas e varicosas.

Qualquer veia

Qualquer veia sob a pele, em qualquer zona da perna, pode tornar-se varicosa, sem que haja problemas nas válvulas da veia safena interna ou externa ou das veias perfurantes. Estas varizes são, habitualmente, bastante peguenas e provocam poucos sintomas. Conheça quais as principais causas das varizes.

Porque se tornam varicosas as veias?

A verdade é que, na maioria dos casos, não se sabe qual é a causa das varizes. Há duas grandes teorias.

As alterações que provocam varizes. Se uma válvula deixar de funcionar correctamente, dá-se um aumento anormal da pressão na secção da veia abaixo. Esta pressão provoca um alongamento da veia, que torna a válvula abaixo insuficiente e assim sucessivamente.

Válvula normal. Permite a circulação do sangue apenas numa direcção.

Válvula insuficiente. Pela acção da força da gravidade, o sangue distende a secção de veia abaixo da válvula, provocando a
insuficiência das válvulas seguintes.

lnsuficiência valvular descendente. Se a válvula do topo da veia (por exemplo, a válvula no topo da veia safena interna, na virilha) se tornar insuficiente e deixar de funcionar correctamente, há um aumento de pressão que distende a secção da veia abaixo dela. lsto alonga a parede da veia, tornando-a varicosa, o que, por sua vez, vai tornar a válvula que está abaixo insuficiente e assim sucessivamente.

Enfraquecimento da parede da veia. Existem algumas evidências de que a quantidade de colagénio ou colageno (que dá força) e a qualidade da elastina (que dá elasticidade) não são normais nas veias da perna de pessoas com varizes. Portanto, é possivel que o enfraquecimento das paredes das veias seja a causa das varizes. Contudo, nem todos os estudos feitos sobre a parede da veia estão de acordo sobre estas mudanças.

Esta teoria aplica-se às “varizes primárias” – o tipo de varizes mais comum, que aparece sem uma razão obvia. Um menor grupo de pessoas desenvolve “varizes secundárias”, resultantes de trombose venosa profunda que obstrui as veias profundas, de tumores na pélvis que fazem pressão sobre as veias da perna, ou problemas congénitos raros (condiçóes anormais que surgem no nascimento) das artérias ou veias.

Os Benefícios da Depilação a Laser

Se você é atormentado os pêlos do lábio superior, do queixo ou aqueles pêlos problemáticos nas axilas e você odeia os “efeitos colaterais” do raspar com lâminas e da depilação, como cortes, inchaços ou vermelhidão, erupções cutâneas, então a depilação a laser pode ser uma opção para você considerar. Tratamentos a laser pode ser feitos quase que em qualquer lugar do corpo, exceto ao redor das pálpebras.

Durante o tratamento, os folículos pilosos do indivíduo recebem os feixes do laser. O laser penetra na pele, atingindo o folículo. O intenso calor que se irradia a partir do laser provoca danos ao folículo e retarda o crescimento do cabelo. Este exclusivo processo traz muitos benefícios, acabando com a necessidade da depilação a cera que a maioria das pessoas usa periodicamente.

A primeira vantagem é a pequena quantidade de efeitos colaterais que a depilação a laser oferece. Como acontece com qualquer tipo de procedimento, existem alguns, mas são geralmente leves e de curta duração. A maioria dos pacientes irá experimentar vermelhidão, irritação da pele, ou inchaço ao redor da área que foi tratada. No entanto, estes geralmente desaparecem depois de algumas horas com a ajuda de cremes, compressas de gelo ou cremes que uma dermatologista pode receitar ao paciente. Com a barba, os pacientes podem sofrer irritação severa durante alguns dias.

Dependendo do tamanho da área a ser tratada, o próprio procedimento geralmente dura menos de uma hora, com alguns tratamentos durando apenas quinze minutos. O tempo de recuperação a partir deste procedimento é quase inexistente, e a maioria dos pacientes pode voltar às suas atividades diárias normais no mesmo dia, o que é um grande benefício no mundo de hoje que está em ritmo constantemente acelerado.

O maior benefício da depilação a laser é a perda de cabelo permanente que noventa por cento dos pacientes experimentam. Entretanto, pode demorar várias sessões para alcançar este efeito desejado. A maioria dos pacientes, devido a rapidez de cada sessão, permanece disposta a continuar com os tratamentos até a perda de todos os pêlos, que aos poucos se torna permanente sobre toda a área tratada.

A maioria dos dermatologistas veem seus pacientes durante uma média de três a cinco tratamentos, com uma média de quatro a seis semanas entre cada encontro. Ao longo do curso do tratamento, os pêlos das áreas tratadas tornam-se visivelmente mais finos e mais leves, muitas vezes caindo e nunca mais voltando a crescer novamente, dando a muitos pacientes uma grande quantidade de confiança graças a pele lisa e sem pêlos.

Os benefícios da depilação a laser o tornam um dos procedimentos cosméticos mais desejados disponíveis hoje. Dermatologistas hoje fazem o seu melhor para fornecer a todos os seus pacientes um tratamento simples e experiências agradáveis de escritório para acrescentar valor aos benefícios do procedimento. É por isso que milhões de pessoas se afastaram dos métodos comuns de remoção de pêlos, encontrando assim uma solução permanente.

Depilação a Laser pode ser uma Solução para Você

Muitas pessoas hoje em dia estão procurando a depilação a laser. É um grande serviço que torna a vida de homens e mulheres de todas as idades muito mais fácil. É um processo que é projetado para remover os pêlos indesejados por um longo tempo. Não é um procedimento que funciona 100% na primeira vez. De fato, em muitas vezes leva até seis sessões para remover os pêlos permanentemente, mas depois ele pode nunca mais voltar.

Você pode escolher este tipo de depilação para todos os pêlos indesejados que você tem. É ideal para as axilas, costas, área do biquíni, queixo, rosto, pernas e qualquer outro lugar. Se você está cansado de fazer a barba todos os dias, por que não fazer este procedimento?

Também é uma ótima alternativa para depilação. Se você já teve uma parte do seu corpo depilada com cera, então você sabe como é doloroso. A depilação com cera pode ser demorada, bem como é apenas uma solução temporária. O que você precisa é de uma solução permanente, e depilação a laser pode ser a solução para você.

Se você decidir fazer este procedimento, entre em contato com uma empresa que oferece este serviço. Pergunte a eles sobre os métodos usados e quais são as garantias. Faça uma consulta e descubra quantas sessões você pode precisar para resolver definitivamente o problema. Escolha uma clínica que tenha experiência neste procedimento. Essas clínicas serão capazes de lhe oferecer grandes resultados e você talvez nunca tenha que pegar um aparelho de barbear novamente. Este procedimento fará você se sentir muito melhor sobre si mesmo e sua pele ficará macia como a de um bebê. É ótima opção para qualquer pessoa, homem ou mulher, e para qualquer parte do corpo.

Profissionais treinados fazem este procedimento em várias pessoas todos os dias. Eles sabem exatamente como realizar esse procedimento para fazê-lo funcionar da maneira mais eficaz possível. A maioria dos salões e escritórios que oferecem este serviço também oferece outros serviços que você pode estar interessado. Em clínicas de estética geralmente é possível escolher a partir de uma grande variedade de terapias cosméticas e procedimentos, bem como as terapias dermatológicas. Cada uma projetada para uma finalidade específica e única.

Se você está cansado dos pêlos em seu corpo, considere fazer uma depilação a laser. Você não vai se arrepender e ainda vai ficar surpreso com o quanto mais rápido você vai poder se arrumar todos os dias. A depilação a laser é uma solução simples para tornar a sua vida muito mais fácil.

Cirurgia nas Pálpebras – Você Precisa Fazer uma Blefaroplastia?

Antes de fazer uma cirurgia nas pálpebras (que é também muitas vezes referida como blefaroplastia), você tem que se perguntar se suas expectativas sobre o procedimento cosmético são realistas ou não sobre seus desejos de melhorar a aparência dos seus olhos. É claro que você quer uma aparência mais jovem e brilhante, com os olhos arregalados que gritam WOW! Mas será que uma cirurgia nas pálpebras é a opção certa para você? Ser realista significa que você sabe o que de bom pode vir da cirurgia, bem como as desvantagens da mesma.

Pare por um momento e se pergunte se esta operação cosmética realmente vale a pena para você. Se as suas pálpebras estão caídas principalmente por causa da gordura, assim como pelo excesso de pele, então essa cirurgia plástica com certeza pode mudar tudo isso. A blefaroplastia é capaz de remover tanto o excesso de pele nos olhos quanto a gordura. Se seu olhar parece cansado (ou simplesmente esgotado!), então você pode reverter isso com uma cirurgia nas pálpebras. Se as pessoas vivem te perguntando quando foi a última vez que você dormiu, então a blefaroplastia é um procedimento perfeito para você!

Pálpebras que estão começando a ceder podem ceder ao ponto em que parece que eles formam um capuz sobre os olhos. Se você está tendo problemas para ver sob suas pálpebras, então está passando da hora de procurar um cirurgião plástico!

Um procedimento estético realizado nas pálpebras e arredores pode fazer muita coisa para te dar aquele olhar jovial, entretanto não é um fazedor de milagres. Este procedimento cosmético não pode eliminar rugas que estão localizadas ao redor dos olhos, como os famosos pés de galinha. Cirurgias realizadas nas pálpebras também não são capazes de trabalhar como uma borracha para apagar os círculos escuros que podem surgir em torno das bordas dos olhos, assim como também não é possível nesta operação corrigir totalmente as sobrancelhas que estão mostrando sinais óbvios de flacidez.

Uma cirurgia nas pálpebras pode melhorar a sua aparência. Ela pode dar a seus olhos um olhar mais brilhante e mais amplo que vai fazer você parecer mais jovem e mais vivo. Muitos pacientes relatam que a cirurgia ajudou inclusive a trazer autoconfiança, afinal uma boa aparência sempre irá ajudar você a se sentir melhor por dentro. No entanto é preciso perceber que o propósito da cirurgia nas pálpebras é melhorar a sua aparência e não para fazer com que você se pareça com a sua celebridade favorita.

Os indivíduos que sofrem de doença graves, incluindo o hipotireoidismo, ou uma doença relacionada aos olhos deve falar com seu médico antes de decidir fazer uma blefaroplastia. O mesmo pode ser dito para aqueles que têm pressão arterial elevada, diabetes ou doença cardíaca. Fornecemos também um link para você ver fotos de antes e depois de pessoas que fizeram cirurgia nas pálpebras. Vale a pena conferir.

Tratamento com a Terapia de Luz de LEDs

A terapia de luz LED estimula uma resposta de na pele, chamada bioestimulação, fornecendo comprimentos de onda de luz coloridos em células da pele. Embora comumente usadas em pacientes por uma esteticista, as máquinas de terapia de LED também são vendidas para uso em casa. Estes comprimentos de onda de luz podem ser usados para tratar acne, envelhecimento precoce e ainda no tratamento de uma condição depressiva comum em países frios conhecida como transtorno afetivo sazonal.

A noção de utilizar comprimentos de onda de luz em tratamentos e terapias foi primeiramente descoberto em 1805 pelo Dr. Niels Finsen como ele mesmo experimentou a luz no tratamento da tuberculose. A terapia de luz tem sido pesquisada por seus efeitos em várias condições nos últimos 30 anos. Quando os pesquisadores do Instituto Paterson para Pesquisa do Câncer testou luzes vermelhas de LED em pacientes com câncer de pele, foi relatado um efeito regenerador sobre a pele, o que melhorou muito a sua aparência geral.

Um dispositivo de mão é utilizado para emitir comprimentos de onda de luz para a pele, que são capazes de penetrar cerca de 8 mm de profundidade. À medida que a luz é absorvida pelas células da pele, a reparação dos tecidos é acelerada. Vasos sanguíneos capilares se dilatam e aumenta o fluxo sanguíneo para a pele, proporcionando oxigênio fresco e rico nutrientes. A retenção de humidade é aumentada e o tamanho dos poros podem também aparecer diminuída.

A terapia de luz LED é uma ferramenta útil na luta contra o envelhecimento prematuro. Com o envelhecimento da pele, a estrutura fibrosa que mantém a pele tonificada perde sua resiliência. Dispositivos de tratamento de LED podem ser utilizados para estimular a produção de colágeno na pele, fazendo a pele ficar mais firme. De acordo com o site lighttherapyforskin.com, uma luz de LED vermelha é eficiente como um tratamento convencional de pele para suavizar linhas finas e rugas.

Uma combinação de azul e vermelha de LED pode ser utilizada para tratar a acne. O espectro do LED azul é usado para matar as bactérias que causam acne. As bactérias que causam a acne absorvem a luz azul, e a acne pode ser diminuída como um ótimo resultado. Para acompanhar, o LED vermelho é usado no rosto para reduzir a inflamação e as cicatrizes de acne. A utilização de luz vermelha pode também ajudar a diminuir a produção de sebo, que é um dos fatores que contribuem para o desenvolvimento de acne.

Outro uso importante da terapia de luz LED é para o tratamento da desordem afetiva sazonal, ou SAD (sigla do nome em inglês). Esta doença é acompanhada de episódios de ansiedade, desespero, tristeza e isolamento social. Acredita-se que a principal causa de SAD seja uma quantidade insuficiente de exposição à luz solar natural durante os meses de inverno.

Os pacientes com SAD geralmente são instruídos incluir sessões de exposição de iluminação LED em seu dia a dia. Uma luz brilhante especial LED é usada em casa, geralmente uma vez pela manhã e à noite, durante um determinado período de tempo. As propriedades curativas naturais do sol são imitadas, e uma melhora no humor global e estado emocional pode ser esperado.

Tratamento para Pele com Microdermoabrasão

Você está procurando uma forma não cirúrgica para melhorar a aparência e rejuvenescer a pele do seu rosto? Tratamentos de microdermoabrasão tem uma abordagem menos agressiva do que a dermoabrasão convencional, fazendo uso de um instrumento minimamente abrasivo para a pele que dá uma sensação parecida com a esfoliação com areia, promovendo a remoção da espessa camada irregular da pele. Este tipo de tratamento de rejuvenescimento da pele é usado para tratar cicatrizes de luz e descoloração, e os danos do sol e não há sequer microdermoabrasão para estrias.

Imagine uma esfoliação usando areia muito fina e você terá uma ideia de como a microdermoabrasão funciona. O aparelho usado para o procedimento da microdermoabrasão é parecido com uma pequena escova com micropartículas, como pequenas pontas, de diamante que esfoliam e soltam aos poucos a camada superior (epiderme) da pele e estimulam o crescimento de novas células.

Esta técnica também ajuda a estimular a produção de colágeno, o que resulta em uma pele mais jovem. O colágeno é uma proteína que é muito abundante na pele durante a infância. Sua função é dar firmeza e elasticidade a pele, deixando-a com o aspecto liso e brilhante. A produção de colágeno diminui à medida que envelhecemos, resultando em desde no crescimento desigual dos tecidos mais externos da pele até os sinais de flacidez, como as rugas.

Quase não há desconforto durante o tratamento de microdermoabrasão, significando que você não vai precisar de um anestésico tópico ou local. Não é necessário período de tempo para recuperação e você já pode voltar as suas atividades normais logo após o tratamento. A microdermoabrasão é um procedimento simples e pode facilmente ser encontrado em clínicas de estética.