Arquivo da categoria: Alimentação

Pescado a Um Preço Atrativo – É Possível?

O consumo de peixe é importante para uma dieta variada e equilibrada. No entanto, em alguns locais, o acesso ao consumo do pescado é, muitas vezes, bastante limitado por um fator: preço elevado.

Neste artigo exploramos os fatores que tem vindo a reduzir o preço do pescado no consumidor final, tornando-o mais acessível a diversas pessoas e permitindo que o seu consumo a nível mundial aumente.

Transporte do pescado

A existência de barcos mais eficazes na recolha do pescado (quando em alto-mar) e um sistema de transporte internacional constituído por grandes embarcações, aviões, camiões e carrinhas cada vez melhores permite reduzir o tempo e os custos de transporte.

O transporte também depende da qualidade das infraestruturas – estradas, portos, aeroportos, cuja existência e modernização depende de políticas do próprio país. Estas variáveis vão ter um importante papel na forma e no preço com que o peixe e marisco chega à mesa dos consumidores.

Sistemas de conservação

Existem várias formas de conservação do pescado que são atualmente utilizadas, prolongando o tempo que pode ficar em stock sem se estragar. Peixes e mariscos congelados, em sal, através de métodos químicos, todas estas são formas de preservar estes alimentos por mais tempo.

Aumentar o tempo durante o qual podem ser armazenados, permite uma melhor gestão de stocks que, por sua vez, faz com que os preços sejam mais baixos no comércio a nível intermédio e, consequentemente, no consumidor final.

Técnicas de produção

A forma como o peixe é produzido e recolhido também pode baixar os seus custos. Peixes criados pelo ser humano em ambiente controlado, utilizando aquicultura, faz com que o custo seja mais reduzido.

Ao produzir pescado desta forma, a produção aumenta, existindo menos custos com a recolha e transporte, sendo o peixe mais barato quando chega ao mercado. A importância da aquacultura reside aqui, uma vez que também permite, por vezes, a produção em áreas que não tinham tipicamente peixe fresco.

Distribuição

Quantas mais pessoas consumirem um produto num determinado vendedor (ou cooperativa) mais baixo será o valor unitário. A existência de escala na distribuição, devido ao aumento do consumo numa determinada região, pode fazer com que o peixe seja vendido a um preço inferior.

Seja na produção, transporte, conservação ou distribuição são diversas as etapas onde têm vindo a ser reduzidos os custos totais do produto, e ter um impacto no preço final do consumidor.

Portanto a resposta à nossa pergunta é “sim, existem formas de baixar o valor do pescado”, sendo que este pode ser ainda inferior, de acordo com novos avanços nestas áreas de atuação.

Iogurteira Elétrica – Seu Dia a Dia Muito Mais Saudável

Cada vez mais o brasileiro busca integrar na sua rotina diária hábitos saudáveis a fim de ter não só mais saúde e disposição no dia a dia, mas também ter uma boa aparência, e esta não é uma preocupação qualquer: cada vez mais a quantidade de pessoas obesas ou com sobrepeso aumenta não só no Brasil, mas no mundo inteiro. O mundo hoje enfrenta uma verdadeira epidemia de obesidade principalmente devido aos péssimos hábitos alimentares e ao sedentarismo, ambos associados ao estilo de vida moderno.

A fim de conciliar essa correria do dia a dia com hábitos saudáveis, é preciso que procuremos cada vez mais por soluções práticas na preparação de alimentos saudáveis e funcionais. Neste sentido, a iogurteira elétrica é um equipamento muito interessante para aqueles que querem acrescentar o iogurte, juntamente com todos os seus benefícios nutricionais singulares, em suas rotinas.

Os benefícios do iogurte

O iogurte natural caseiro, também conhecido como coalhada, possui grandes benefícios para o nosso organismo. O iogurte é feito a partir da transformação do leite através de bactérias benéficas para o nosso corpo. Essas bactérias pré digerem o leite, tornando-o um líquido espesso, branco e levemente ácido, muito nutritivo para nosso organismo além de ser excelente alimento para a nossa flora intestinal.

A importância de manter nossa flora intestinal saudável é que é através do intestino que as vitaminas e nutrientes são absorvidos pelo nosso corpo. Nesse sentido, uma flora intestinal saudável irá barrar agentes nocivos que entram em nosso organismo através da alimentação, inclusive gorduras, podendo assim contribuir para o emagrecimento. Além disso, o iogurte também é rico em proteínas do soro do leite e muitas vitaminas como:

  • potássio
  • fósforo
  • vitaminas A, B6 e B12
  • riboflavina
  • ácido fólico
  • niacina

Iogurteira elétrica

Tendo em vista tamanho benefício do iogurte para o nosso corpo, ter uma iogurteira elétrica torna o trabalho de produzir iogurte fácil e barato. Basta que você tenha o leite e uma primeira “isca”, que é o próprio iogurte que você pode encontrar facilmente no supermercado. A partir disso basta colocar o leite e sua primeira isca no recipiente que vem com a iogurteira e deixar ligado na energia durante 8 horas. Após este período você terá iogurte fresco da melhor qualidade feito em sua casa.

A partir do momento que você começa a produzir iogurte em sua casa, você não irá precisar nunca mais comprar do supermercado, uma vez que você pode tirar a isca do próprio iogurte que você produziu e assim fazer mais iogurte quantas vezes quiser. Você pode encontrar a venda facilmente uma iogurteira elétrica a um preço bastante acessível ou até mesmo encontrar algumas que não usam energia. No entanto, as elétricas mantém uma temperatura estável durante a produção e por isso produzem um iogurte mais consistente e de melhor qualidade.

Importância dos Vegetais para o Ganho de Massa Magra

Quando falamos em ganhar massa magra, a primeira ideia que nos vem à mente geralmente é o consumo de grandes quantidades de proteínas aliado a uma rotina dura de exercícios na academia. No entanto, no que tange a dieta, não é só de proteína que o músculo é construído. Veja neste artigo alguns dos principais benefícios dos vegetais para o processo de aumento da massa muscular.

O ganho de massa muscular é um processo bastante complexo, ainda mais quando falamos em ganho de massa magra. Para que ocorra o aumento no volume muscular, ou a hipertrofia, são necessárias grandes alterações no funcionamento do organismo e no metabolismo através da ação de uma série de enzimas e hormônios que estimulam o corpo a trabalhar no sentido do ganho de volume muscular.

Durante a construção muscular, o corpo precisa de muitas vitaminas e minerais, além das proteínas as e dos aminoácidos, afinal o corpo estará produzindo novos tecidos e fibras musculares. Esses nutrientes são encontrados em abundância em frutas, verduras e legumes, e a falta dos mesmos pode até bloquear o processo de crescimento muscular.

Os vegetais são uma fonte importante de substâncias e nutrientes importantes para saúde do corpo como um todo. As folhas verdes de cor escura, por exemplo, fornecem as vitaminas A, C, K, ácido fólico e vitaminas do complexo B, minerais, cálcio, ferro, fitoquímicos e fibras. As frutas fornecem, além de vitaminas e minerais, óleos, fibras e carboidratos. Grãos integrais, nozes, amêndoas e castanhas também fornecem minerais importantes, como o selênio, e gorduras saudáveis, incluindo o ômega 3.

Os vegetais folhosos, que infelizmente são pouco lembrados nas dietas para hipertrofia devido ao seu baixo valor calórico, também tem um papel importante no ganho de massa magra, uma vez que contribuem para que esse ganho ocorra de forma a não ocorrer simultaneamente com o ganho de gordura. Mas para que isso aconteça, os vegetais folhosos devem ser incluídos na dieta diária. Alguns exemplos de vegetais folhosos são o brócolis, o espinafre, a couve e a ora pro nóbis.

E os benefícios dos vegetais folhosos não param por aí: eles, conforme dito anteriormente, têm baixo valor calórico e também são ricos em fibras, por isso podem ser consumidos com frequência e ajudam a dar sensação de saciedade e a regular o funcionamento do intestino. Eles também fortalecem o sistema imunológico, prevenindo doenças e combatendo os radicais livres, produzidos pelo corpo durante a atividade física. Por isso, da próxima vez que você for elaborar uma dieta para o ganho de massa magra, não esqueça de incluir os vegetais!

4 Benefícios da Vitamina E para Homens

A vitamina E, integrante do grupo das vitaminas solúveis em gordura, é bastante conhecida principalmente pelo seu efeito antioxidante, o qual ajuda a proteger as células contra efeitos prejudiciais dos radicais livres. Ela é encontrada em uma grande variedade de alimentos, incluindo óleos, cereais integrais, ovos, nozes e vegetais folhosos. Outra maneira de encontrar a vitamina E é através de suplementos multivitamínicos.

A melhor forma de obter quantidades suficientes de vitamina E é através de uma alimentação saudável, incluindo por exemplo os alimentos anteriormente citados, que são conhecidos por serem ricas fontes deste antioxidante. A vitamina E oferece benefícios importantes para nosso corpo. Neste artigo confira 4 benefícios da vitamina E especificamente para os homens.

Impulsionar o sistema imunológico

Os antioxidantes ajudam a prevenir danos às células causados por algumas das muitas toxinas, que são resultado do funcionamento normal do nosso organismo e que circulam pelo nosso corpo. A vitamina E solúvel em gordura e é um poderoso antioxidante. Um dos maiores efeitos benéficos da vitamina E é impulsionar o sistema imunológico. Aumentar o consumo de vitamina E é especialmente importante para os homens com idade superior a 65 anos, que assim conseguem se proteger melhor contra infecções no trato respiratório, problema comum entre os idosos, dentre outros.

Ajudar o coração

A vitamina E é amplamente conhecida não somente por suas propriedades antioxidantes, mas também por ser capaz de aumentar duas enzimas no organismo que incentivam a produção de prostaciclina através da supressão do metabolismo do ácido araquidônico. Esse efeito diminui a agregação de plaquetas, que de outra forma poderiam levar ao entupimento de artérias e ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

Entretanto, mais investigação é necessária, visto que a maior parte dos estudos atuais têm sido realizados somente no elemento alfa-tocoferol, que é uma das formas da vitamina E, e não em todas as outras formas da vitamina E processadas ​​pelo fígado. Alguns desses estudos clínicos ainda estão em andamento, outros ainda não são conclusivos, embora as indicações sejam de que muitos tipos de doenças do coração são prevenidas com vitamina E adquirida na alimentação.

Atacar radicais livres

O exercício físico faz muito bem para a saúde do nosso corpo, porém, quando nos exercitamos, a produção de radicais livres em nosso organismo tende a aumentar. Os radicais livres são os subprodutos tóxicos produzidos pelo funcionamento normal do nosso metabolismo, mas que podem se acumular e danificar os tecidos celulares. Como citado anteriormente, a vitamina E é um poderoso antioxidante que tem a capacidade de neutralizar e “limpar” esses radicais livres do nosso organismo.

Aumentar a fertilidade

A deficiência de vitamina E no organismo tem sido relacionada como causa da infertilidade em alguns homens. Alguns estudos sugerem que a vitamina E reduz os danos das células de espermatozoides causados pela circulação de radicais livres, e também que a fertilidade tende a aumentar em casais que tomam suplementos de vitamina E diariamente a partir de um mês. Esses mesmos estudos mostraram uma acentuada redução do estresse oxidativo dos espermatozoides. Embora existam resultados positivos, é necessária mais investigação para estabelecer um vínculo definitivo entre o aumento da fertilidade e a vitamina E.

Muito Além da Tradição!

Os Cristãos chamam de alimento sagrado, os mais céticos falam que é o mais simplório dos produtos já produzidos pela humanidade. Mas a verdade é que o pão de sal é uma quase unanimidade de 10 entre 10 pessoas no mundo. Na religião ele representa o corpo do que os religiosos chamam de corpo de Jesus Cristo. Mas a verdade é que há mais de 2500 anos o pão de sal faz muito sucesso.

Na verdade, se hoje existe alguma pequena contestação, se dão pela falta de tempo das pessoas em adquirir o produto pão, por incrível que pareça, e pela descoberta dos males do sódio. Mas a verdade é que o pão francês, que é invenção totalmente tupiniquim, é um dos produtos mais bem tratados e comercializados no Brasil. Não importa que seja uma padaria eletrônica ou física, o que importa é a preservação do sabor.

Assim sendo consolidada, a entrega de pães em casa é sucesso e tema de muitas matérias. A verdade é que existem poucos produtos tão fadados ao sucesso quanto o pão francês. E esse sucesso impulsiona diversas pessoas a incentivar o uso. O pão francês é, e sempre será, um dos mais valorizados do Brasil. Não é exatamente um pão de origens nacionais, mas está longe de ser um  europeu inveterado. Assim sendo,  tudo que vem pelas mãos de um brasileiro, é sim, um produto novo e que merece todo respeito

O tratamento foi tão bem feito que diversas pessoas preferiram conhecer o o pão francês original e não se preocupar com pormenores da história. Assinar entrega de pão francês pode ser uma sábia decisão e trazer pra sua mesa o verdadeiro pão do brasil, que, apesar de seu nome gringo, traz pra mesa de todos os brasileiros o melhor alimento e mais antigo. Não há como não se influenciar pelo cheiro, textura e diversas outras facilidade das entregas de pão. Mas, a grande verdade, é que apesar de tudo, a venda de pão fresquinho ainda é uma grandiosa etapa a ser correspondida. Flertar com esse mercado pode ser mais que um diferencial, pode ser a salvação de tudo.

Cuidado com a Alimentação dos Seus Filhos

Os hábitos alimentares são desenvolvidos principalmente durante a infância, daí a importância de oferecer uma variedade de alimentos logo quando a criança é pequena, para que ela possa acostumar-se com diferentes sabores, e principalmente, manter ao longo da vida a escolha por comidas mais saudáveis. O investimento na educação alimentar das crianças tem resultados positivos para toda a família.

O Brasil é um país que tem uma oferta variada de frutas tropicais, são suculentas e com inúmeras vitaminas que ajudam a fortalecer a saúde das crianças. Sucos, papinhas de frutas e saladinhas são ideais para introduzir à dieta diária da criança. Não hesite em tentar inclui-las diariamente, mesmo que haja no início um pouco de resistência. A criatividade também é bem-vinda, faça sorvetes em forminhas de gelo ou use forminhas próprias para picolés, criança adora novidades.

No caso de legumes e verduras, pelo gosto às vezes ser ainda mais diferente, é recomendado fazer sopinhas com os ingredientes triturados. É uma ótima opção para introduzir no jantar ou lanchinho da tarde. Não precisa ser em grandes quantidades, deve-se respeitar a idade da criança e lembrar que o estômago dela é menor do que o de um adulto. Não adianta forçá-la ingerir grandes quantidades, o resultado vai ser choro e birra.

Você pode colocar as sopinhas ou patezinhos de verdura dentro de potinhos coloridos e servir com colheres enfeitadas com imagem de bichinhos, a criança vai se distrair com as cores e, neste caso, a “embalagem” ajuda. Claro que isso depende da idade do seu filho, os mais velhos podem começar a entender o porquê é importante introduzir alimentos saudáveis.

Se você tem um plano de saúde, não deixe de procurar um pediatra e sempre verifique as taxas, como de açúcar no sangue, não é porque a criança é magra que ela está livre de diabetes, não esqueça de ficar de olho na quantidade de doces que ela tem acesso.

São pequenas ações que fazem a diferença e evitam problemas futuros, dedique uma parcela de atenção e no futuro quando você olhar para trás vai saber que esse investimento foi essencial. Você investe na boa alimentação dos seus filhos?

Com Mais Fibras – Sua Dieta Fica Mais Fácil!

Basicamente a maior parte das dietas afirmam que precisamos reduzir a quantidade de calorias para emagrecer, o que não está errado, porém, geralmente não falam sobre quais alimentos podem ser adicionados a dieta para que emagreça ainda mais rápido (e para que sua dieta seja mais fácil de fazer).

Entre diversas alternativas que existem as fibras são excelentes e entenderá porquê. Mas antes de falar diretamente das fibras é importante que saiba que não vou entrar em detalhes sobre algum tipo específico de fibra, mas sim mostrar de um modo geral para que tenha uma noção mais ampla do quanto poderá facilitar sua dieta com mais fibras em seu dia a dia.

Existem diversos tipos de fibras como por exemplo as encontradas em frutas, cereais, sementes, etc., cada tipo de fibra costuma ter ações diferentes no organismo, justamente por isso é interessante variar os tipos de fibras durante a dieta, com isto terá diversos benefícios e não apenas os associados a 1 determinado tipo de fibra.

Fibras Facilitam sua Dieta!

Durante as dietas há geralmente 2 grandes problemas (que inclusive é o que faz com que muitas pessoas desistam), que são: “fome excessiva” e a “prisão de ventre”. A boa notícia é que ambos os problemas podem ser facilmente solucionados com um pouco mais de fibras em sua dieta.

  • Fome excessiva: fibras como as encontradas na maçã ajudam a prolongar a sensação de saciedade, portanto a maçã é uma boa opção para lanches intermediário entre as principais refeições e também para reduzir sua fome antes das refeições (de 15 a 30 minutos antes).
  • Prisão de ventre: as fibra ajudam os intestinos a trabalhar, com isto resolvendo este problema, que inclusive é um problema frequente na dieta da proteína.

Mas lembre-se de que não deve abusar das fibras em sua dieta pois além de poderem soltar demais seu intestino ainda irão aumentar a quantidade de calorias, pois as fibras em si não representam risco para sua dieta, mas os alimentos possuem outros elementos que podem ter uma boa quantidade de fibras. Como o tema é muito amplo, confira mais detalhe no site Dieta Perder Peso Rápido.

Chá Verde Diminui a Gordura Corporal e Faz Bem a Saúde

Só para começar, o chá verde tem uma série de princípios ativos e com isto acabam acelerando o metabolismo do corpo humano e acabam ainda contribuindo com as quebras de gordura no organismo.

O chá verde é rico em flavonoides que são chamados de catequinas, o que interferem de forma positiva diretamente na saúde dos humanos. O chá tem uma grande quantidade de cafeína, em uma quantidade que poderá variar entre valores de 10 a até 86 mg por folha. Por este motivo a quantidade máxima de chá verde que é indicada é de 4 xícaras por dia. Caso o usuário utilize mais do que isto ele deverá ficar passível a começar a ter efeitos colaterais.

Os benefícios do chá verde para o corpo

O chá verde atua diretamente nas composições diversas das gorduras do corpo, e com isto alguns estudos existentes e preliminares acabam apontando que algumas das catequinas existente em maior quantidade no chá estimula as enzimas que acabam controlando todo o metabolismo de gorduras, e ainda incentiva por si as quebras das gorduras.

Dentre outros tipos de propriedades é possível que se promova um emagrecimento, e as pessoas que tomam o chá verde tenham uma melhor composição de gordura no organismo, o que poderá reduzir consideravelmente as chances de várias doenças surgirem, como por exemplo os diabetes, e ainda a hipertensão. Apesar disto é importante que se tenham mais estudos que possam comprovar esta mesma ação.

O chá verde traz saciedade

Diversas pesquisas indicam ainda que as catequinas acabam por interagir com os vários receptores de leptina, o que é um hormônio relacionado as sensações de saciedade do organismo. Na prática o consumo do chá em quantidades que são recomendadas evitam que você possa comer muito mais do que o necessários para o seu organismo.

A aceleração do metabolismo também acontece bastante, e o chá verde é bastante conhecido devido seu efeito termogênico. Apesar disto ele poderá ir muito além disto, ou seja, os polifenóis do chá acabam inibindo uma ação de enzimas e desta forma agem juntamente com a cafeína aumentando a ação oxidando as gorduras no organismo.

Curiosidade Sobre as Algas Marinhas

Principalmente o Brasil, que tem a maior costa de litorais aproveitáveis do mundo, guarda embaixo d’água um incrível reservatório bem valioso para o seu fornecimento de produtos como medicamentos, bem como combustíveis e até mesmo um filtro solar natural de excelente desempenho.

Estas são as algas marinhas, onde o potencial fica muito além dos sushis, de acordo com pesquisas recentemente realizadas através do Departamento de Bioquímica do Instituto de Química da Universidade de São Paulo (IQ-USP). Com isto temos avanços bem interessantes nas áreas chamadas de bioprospecção, bem como biogeografia e também filogeografia realizado através do Programa Biota-FAPESP.

Sobre as algas marinhas

É interessante citar que por estarem em ambientes considerados de situações adversas, as algas vem a desenvolver como metabólitos secundários, além de moléculas químicas consideradas sofisticadas e diferentes de todas as estruturas que são produzidas por plantas terrestres.

De acordo com vários cientistas já é possível se saber que as algas marinhas podem desempenhar uma função fundamental no ambiente, onde elas respondem por mais da metade do oxigênio que é liberado na atmosfera. E desta forma delas é que saem os dimetil sulfetos que são os principais gases responsáveis pelas formações de nuvens, estas que são consideradas biorremediadoras de águas poluídas e poderão também ser utilizadas como um biomarcador de poluição. As algas ainda poderão ser grandes fornecedoras de compostos únicos e altamente complexos.

A maior parte das moléculas encontradas nas algas marinhas poderão ter uma vasta aplicação na indústria de farmácia ao servir como principal base para a fabricação dos antinflamatórios, bem como os antifúngicos, antivirais, antioxidantes e ainda uma enorme gama de produtos que poderão ser desenvolvidos de forma bem inovadora, estratégica e ainda importantes para o Brasil.

As aplicações das substâncias deverão vir muito além da medicina, em áreas como a agricultura, os antifúngicos que são extraídos das macroalgas poderão ser aplicadas sobre frutas diversas como o mamão, o morango e também o figo, e com isso poderão se aumentar os tempos de vida úteis das frutas na prateleira de pelo menos três a quatro semanas. Com isto podemos até mesmo ganhar mais de um mês em produtos agrícolas que são exportados.

 

10 Alimentos que Ajudam a Ganhar Massa Magra

E se eu te dissesse que você poderia ganhar mais massa muscular com menos treino na academia? Ou então manter mais massa muscular com menos esforço? E ainda ganhar mais força com menos trabalho? O segredo de tudo isso é a boa alimentação.

A maioria dos das pessoas não conseguem os resultados que almejam pelo mesmo motivo: elas treinam duro, mas não se preocupam o suficiente com a alimentação. É por isso que muito do tempo e do esforço gasto na academia é desperdiçado. Sabe por quê? Porque elas acham que uma boa dieta é complicada e difícil de se seguir, e eu entendo perfeitamente, porque eu costumava pensar assim também.

Mas precisamos treinar de forma inteligente. Isso significa saber como a nutrição funciona e como utilizá-la para ganhar força e músculos, e isso funciona para qualquer um, seja para auxiliar na manutenção ou para um maior ganho de massa magra.

Para começar, aqui está a minha lista dos dez melhores alimentos para ajudar você a ganhar mais massa muscular e força:

10 alimentos que ajudam no ganho de massa magra

Carne magra

Este deve ser um alimento chave em sua dieta, se você quer ganhar massa muscular. Por quê? Porque a carne vermelha é carregada com todos os tipos de nutrientes que favorecem o crescimento muscular. Em média, uma porção de 100 gramas de carne magra tem apenas 154 calorias, e ainda oferece inúmeros nutrientes essenciais, incluindo ferro, zinco e vitaminas do complexo B. Mais importante, ela fornece proteína de alta qualidade (nem todas as proteínas são iguais), e um elevado nível de aminoácidos que promovem o crescimento muscular. Para aqueles que estão tentando perder peso, aqui vai uma boa notícia – 100 gramas de carne magra fornecem aproximadamente a mesma quantidade de proteínas que 1,5 xícaras de feijão , mas com metade das calorias.

Frango sem pele

Assim como a carne vermelha, o frango é uma excelente fonte de proteína de alta qualidade, que é importante para a manutenção e reparação muscular, a saúde dos ossos e a manutenção do peso. E, claro, há muitas maneiras de você cozinhar e preparar o frango. Vá até um supermercado e você pode facilmente encontrar diferentes cortes de frango, inclusive em porções individuais que podem ser temperados e cozidos facilmente.

Queijo cottage

Muitas pessoas não sabem disso, mas o queijo cottage é constituído de um tipo de proteína chamada caseína relativamente pura. Para quem não sabe, a caseína é uma proteína de digestão lenta, o que significa que ela é perfeita para a manutenção muscular especialmente para aqueles que não têm escolha senão ficar longos períodos sem se alimentar. Lembrando também que o queijo cottage é também uma excelente fonte de vitamina B12 , cálcio e outros nutrientes importantes. Meu conselho é comprar a versão desnatada ou com baixo teor de gordura.

Ovos

Os ovos contêm proteínas de alta qualidade, assim como toda proteína de origem animal, além de conter nove aminoácidos essenciais, colina, o tipo certo de gordura e vitamina D. Resumindo, eles valem muito mais do que eles custam. E, sem nenhuma polêmica, saiba que os ovos não são nocivos para a saúde, como vários estudos científicos já demonstraram .

Whey Protein

Há uma razão pela qual os suplementos de proteína de soro de leite sejam os suplementos mais populares quando o objetivo é o ganho de massa magra: é porque eles fornecem uma fonte rápida e conveniente de proteína a um preço acessível. Fisiculturistas profissionais geralmente usam o whey protein ao acordar, logo após o treino e entre algumas das refeições principais. No entanto, para a grande maioria das pessoas, tomar uma porção logo após o treino já se mostra suficiente para o ganho de massa muscular. Não confie nele completamente embora. É mais importante para obter proteína de alta qualidade a partir de alimentos integrais e usar o whey protein apenas como um suplemento.

Atum e outros peixes

Ricos em proteínas, pobres em gorduras e excelentes fontes de ácidos graxos, como o ômega-3. Os peixes são especialmente importantes por causa dos ácidos graxos de ômega-3. Eles são essenciais , não só por razões de saúde, mas também porque melhoram a perda de gordura e assegurar o bom funcionamento dos processos do organismo, tais como o próprio metabolismo.

Aveia

A aveia é uma fonte ideal de carboidratos devido tanto ao seu valor baixo índice glicêmico (IG) e do fato de que ela é um grão minimamente processado. Os benefícios de uma dieta de baixo IG são os seguintes:

  • Melhor perfil de micronutrientes e maior quantidade de fibras
  • O aumento da sensação de saciedade
  • Diminuição da fome
  • Menor consumo de alimentos na refeição seguinte
  • Perda de gordura

A aveia é uma ótima opção para quem quer perder peso e uma fonte de carboidratos completa para a preservação muscular.

Grãos integrais

Grãos integrais serão digeridos de forma mais eficientes e fornecerão mais nutrientes do que os grãos refinados, e como tal, promover os níveis de energia sustentáveis ​​e saúde em geral. Por exemplo, o arroz integral pode ajudar a aumentar os seus níveis de hormônio de crescimento, que é um dos principais fatores que ajudam no ganho de massa magra, na perda de gordura e no ganho de força.

Frutas e Legumes

Em primeiro lugar, as frutas e os vegetais são uma rica fonte de antioxidantes, que por sua vez são muito importantes para o funcionamento saudável de todo o sistema imunológico. Em segundo lugar, as frutas e legumes fornecem inúmeros outros nutrientes, tais como a vitamina C, a vitamina E e o beta-caroteno. Finalmente, nosso corpo também necessita das fibras fornecidas por estas frutas e vegetais, o que auxilia na eliminação de substâncias que nosso corpo não utiliza.

Gorduras saudáveis

Muitas pessoas estremecem somente com a ideia de consumir gorduras, mas as boas gorduras são essenciais para o crescimento muscular. Na verdade, o papel delas está na produção de hormônios (testosterona e hormônio do crescimento), que por sua vez são responsáveis pelo crescimento muscular e ganhos de força. Além disso, as gorduras são necessárias para a manutenção de muitas funções importantes no organismo. As gorduras polinsaturadas e monoinsaturadas são as gorduras boas, que você pode encontrar nos peixes, nas nozes, nos vegetais folhosos e em óleos, como o de linhaça, o de abacate e de sementes. Eles também são ricos em ácidos graxos como o ômega-3 e o ômega-6, essenciais para o bom funcionamento do metabolismo.