Arquivo da categoria: Política

O Que é o Setor de Advocacia Administrativa

Algo que podemos verificar com uma determinada facilidade, é o fato de que boa parte das pessoas, acabam por ouvir um nome, por exemplo de uma profissão, e quando ouvem algo similar, acreditam que se trata apenas da mesma coisa, sendo assim, iremos explicar agora mesmo que seria a advocacia administrativa, sendo que isto não é uma área de atuação de um advogado ou uma pessoa formada em direito. Sendo assim, vamos entender agora mesmo o que seria a advocacia administrativa.

O que é

A advocacia administrativa pode ser considerado como algo bastante simples, visto que se trata de um crime que é realizado por cometido por funcionários públicos, ou seja, pessoas que foram qualificadas para um cargo em um órgão publico para realizar atividades, no entanto, o crime acaba por ser caracterizado, pelo fato de uma pessoa que possui um cargo maior do que o de outro, acaba por utilizar do seu renome na empresa, para solicitar favores, assim como também para obter benefícios.

O exemplo que pode ser considerado como o mais comum, assim como também o mais fácil de ser compreendido, seria com relação a um chefe de departamento do INSS, solicitar ao seu subordinado, para que adiante, ou acelere o processo de aposentadoria de sua sogra, ou seja, passar a frente na fila, ou seja, obter benefícios para uma terceira pessoa, fazendo com que desta forma, seja caracterizado o crime.

Quando o crime é constatado, a pessoa poderá sofrer com a penalidade de até 2 anos preso, dependendo do caso, claro, fazendo com que assim a pessoa também possa ser obrigada a a deixar o seu cargo, entre tantas outra consequências.

Esse é um assunto que acaba por ser bastante testado, assim como também ensinado em apostilas de concurso, afinal, se trata de uma questão de ética que deve ser seguido, para que assim, as pessoas que não são servidoras publicas, não acabem por ser prejudicadas de nenhuma forma, algo que infelizmente ocorre com bastante frequência pela falta de denúncia de casos que ocorram, sendo que isto pode ocorrer pelo medo, tanto da denúncia, como de ser considerado como culpado também.

Saiba Como Contratar Bons Advogados e Porque é Importante

Algo que se pode verificar com uma determinada facilidade, é que não importa o emprego que você tenha, ou até mesmo o bairro ou cidade, em algum momento, é possível que você tenha a necessidade de contratar um advogado, porém, se você ainda não passou por esta situação, é possível que tenha algumas dúvidas sobre como fazer isto, sendo assim, iremos explicar agora mesmo.

Como contratar

O que acontece pode ser considerado como bastante simples, afinal, podemos verificar uma série de pessoas que acabam por ficar em dúvidas, primeiro sobre qual seriam os advogados que atenderiam o seu caso, sendo que na realidade, isto acaba por de certa forma ser fácil de se entender, como por exemplo no caso de divórcios, ou até mesmo guarda de menor, é necessário que se procure por advogado civil, no caso trabalhista, um advogado ou escritório que atue nesta área, e por fim, claro, a área criminal.

É interessante ainda, que no caso de duvidas, se tenha a possibilidade de procurar por um escritório de alguém que você conheça, ou até mesmo por indicação, para que assim o profissional possa lhe oferecer a orientação até mesmo de qual tipo de escritório lhe atenderia com melhor qualidade, com vista de experiência no segmento de sua necessidade.

E claro, não podemos nos esquecer de que também é possível que se encontre por advogados que não irão lhe cobrar, algo que muito preocupa as pessoas por questão de honorários, afinal, no Brasil, contamos com a defensoria pública, este que se trata de um orgão que acaba por prestar serviços juridicos para o publico, mas claro, não é tão simples conseguir o atendimento, e é necessário obter informações na região onde você mora, para que assim você possa receber o atendimento e até mesmo o andamento do processo ou representação que seja de acordo com a sua necessidade. E claro, é importante ainda lembrar o fato de que a defensoria publica conta sim com profissionais altamente qualificados e capacitados para atender os mais diferentes tipos de causa para que assim a população possa ser bem representada. É sempre bom conhecer melhor a área antes de contratar.

Dicas para Gestão de Seu Escritório de Advocacia

Em uma grande sociedade de advogados, a grande maioria dos profissionais deste segmento poderão se esquecer que o escritório, muito além de todas as suas funções específicas, é um empreendimento importante assim como outro qualquer, para que possa prosseguir rumo ao sucesso e sempre se manter ativo e gerando lucros, é fundamental se investir em estratégias de controle financeiro para que possa acontecer isto.

Por toda a rotina agitada, as pessoas não podem se dar conta de que uma gestão eficiente pode ser fundamental para os escritórios de advocacia. Por isso a seguir iremos dar algumas dicas para colocar seus conhecimentos empresariais em prática e ainda melhorar os seus serviços e gestão de negócios.

Procure sempre manter o seu escritório organizado

Isto pode parecer uma grande besteira, mas a organização do escritório é capaz de transmitir a sua imagem e a de como o seu negócio poderá ser mostrado para o seu cliente, tudo isto de forma imediata. É considerado um tanto incoerente divulgar um serviço da excelência e exibir uma grande desorganização dos documentos.

Para que possa manter a confiança dos seus serviços, o que é um aspecto importante para a imagem das sociedades de advogados, procurar manter um ambiente de trabalho que seja limpo, e toda a sua parte burocrática dos clientes organizada é um fator crucial, e ao se deparar com uma pasta de casos separadas, ele irá se sentir muito seguro com relação a todos os seus negócios e a sua integridade dos escritórios.

Procure segmentar o seu público de forma determinada

Este é um outro tipo de aspecto necessário para todo o sucesso de qualquer tipo de empreendimento, e que inclusive não seria diferente com seu escritório de advocacia por exemplo. É importante se ter em conta uma definição exata dos tipos de negócios e clientes que tem interesse em atingir com seus serviços. As escolhas de clientelas que serão alcançadas poderão determinar todas as atividades consideradas como mais importantes para o sucesso de seus negócios, o seu código de vestimenta e até mesmo a escolha de uma mobília para o seu ambiente,vale pensar e analisar cada mercado.

Administração de Escritório de Advocacia

Algo que podemos verificar com uma determinada facilidade nos dias de hoje, é o fato de que há uma grande quantidade de pessoas que acabam por abrir um escritório de advocacia, mas claro que isto não acontece de uma hora para a outra, afinal, acaba por ser necessário que o profissional tenha formação, assim como também que siga alguns passos para que desta forma, o escritório realmente possa atuar de maneira legal.

Outra coisa que também acaba por ser considerado como comum, é o fato de que há uma grande quantidade de pessoas que acabam por não entender como funcionaria a administração de um escritório de advocacia, sendo que esta acaba por ser considerada como um pouco diferenciada. sendo assim, vamos entender agora mesmo um pouco sobre como acaba por funcionar a administração de um escritório deste setor.

Como funciona

O que acontece pode ser considerado como de certa forma simples, pois o escritório de advocacia, dependendo de seu ramo de atuação, acaba por ter um volume alto de clientes, fazendo com que desta forma, ocorra também um volume que seria considerado como de certa forma, fora de organização de dinheiro, afinal, poderá entrar clientes em todos os dias do mês, fazendo com que os processos possam demorar um determinado tempo para apresentar resultado positivo, e até mesmo para que possam ser finalizados, fazendo com que assim, seja necessário que a pessoa que irá realizar a sua administração, acabe por ter conhecimento sobre como proceder, para que assim, não ocorra nenhum tipo de falha econômica em meses em que se tenha uma baixa de clientes, ou até mesmo para suprir processos que demorem muitos anos para serem solucionados.

Sendo assim, atualmente, podemos verificar que há uma série de pessoas que acabam por realizar cursos que podem ser considerados como específicos para diversas áreas de empresas, inclusive, claro, para a área da administração, fazendo com que assim, a empresa, que seria o escritório de advocacia, possa funcionar com tranquilidade, assim como também que tenha todas as suas contas pagas com tranquilidade, sem nenhum tipo de desespero para meses de baixa de clientes ou processos.

Ramos da Advocacia

Algo que podemos verificar com uma determinada facilidade, é o fato de que muitas pessoas podem não entender muito bem sobre determinadas profissões, e uma das mais comuns, seria o direito, sendo que esta acaba por atuar, também como advocacia, lembrando sempre que um profissional de direito, não deve especificamente trabalhar como advogado, ele tem um mercado para atuar de formas diferentes, como por exemplo como professor, promotor, juiz, entre tantas outras funções que sejam relacionadas a fóruns.  No entanto, muitas pessoas podem não entender bem sobre a advocacia em especifico, sendo assim, vamos entender agora mesmo.

Áreas da advocacia

O que acontece pode ser considerado como bastante simples, pois a advocacia, nada mais seria do que a prestação de serviços de direito para a população, seja ela em forma de empresa, ou seja em pessoa física, fazendo com que desta forma, o escritório de advocacia acabe por ter a necessidade de realizar tanto defesa, como também acusação em diferentes níveis e áreas.

Podemos verificar, por exemplo, escritórios de advocacia que acabam por ser especializados na área de família, na área de trabalho, criminal, direitos do consumidor, empresarial, ambiental, legislativo, tributos, entre tantos outros, fazendo com que desta forma, muitas pessoas acabem por ficar em dúvidas sobre qual seria o escritório de advocacia mais adequado para atender as suas necessidades. Assim como também podemos verificar, que muitas áreas, as pessoas acreditam que não há um escritório de advocacia que os possa atender.

Geralmente, os escritórios de advocacia acabam por ter como objetivo realizar a assessoria, ou seja, orientar e também prestar serviços como mover uma ação contra alguém ou empresa, assim como também poderá apenas oferecer orientação, algo que acaba por ser bastante comum no caso de empresas, que possuem uma grande quantidade de colaboradores, e para evitar que estes acabem por se sentir insatisfeitos, é interessante ter um advogado para orientar sobre contrato de trabalho, direitos e deveres tanto do colaborador, como também da empresa.  E claro, é importante lembrar, que na maioria dos interesses tanto das pessoas, como de empresas e estado, existe sim um escritório de advocacia que poderá ter a capacidade de atender as suas necessidades.

Como Contratar Bons Advogados

Algo que podemos verificar com uma determinada facilidade, é o fato de que há uma grande quantidade de pessoas que podem não saber bem como funciona o procedimento para contratar um advogado, assim como também podem não saber bem como fazer para encontrar um advogado que possa atender especificamente as suas necessidades. Sendo assim, vamos entender agora mesmo estas questões.

Como contratar

O que acontece, é que para contratar um advogado, acaba por ser necessário que se faça uma determinada pesquisa, assim como também que você possa entender qual seria realmente a sua necessidade, ou seja, no caso de um casal que deseja se divorciar, o assunto acaba por ser familiar, sendo assim, podemos encontrar advogados na área civil, fazendo com que desta forma, estes possam lhe fornecer a melhor orientação, assim como também que possam lhe representar com qualidade.

Com relação a como descobrir qual seria o advogado adequado para atender as suas necessidades, vocÊ poderá verificar tanto com conhecidos, assim como também poderá verificar um advogado por indicação, e no caso de este não atender ao seu caso, ou seja, não se tratar de sua especialidade, este poderá lhe oferecer a indicação de um outro profissional que seja especializado no assunto do seu caso.

Para contratar, é comum que o seu advogado peça para você contar exatamente o que acontece, assim como também que você acabe por oferecer os documentos que comprovam a sua situação, como no caso de um divórcio, a certidão de casamento, entre tantos outros documentos importantes. E por fim, não podemos nos esquecer de que ele poderá lhe solicitar uma série de informações específicas, e claro, também também é comum que ofereça um contrato de prestação de serviços, assim como também poderá determinar uma série de especificações, como por exemplo, o pagamento das custas do processo, ou até mesmo dos procedimentos, como por exemplo de metrô de ida ao fórum para acertar o seu processo, ou até mesmo outros tipos de gastos que podem vir a acontecer com o passar do tempo, e claro, o advogado deverá lhe oferecer orientação e o acompanhamento do processo.

Saiba o Que é Recuperação Judicial

Algo que podemos verificar com uma determinada frequência, principalmente nos dias de hoje, é que algumas empresas, acabam por ser iniciadas de uma maneira que possa ser considerada como positiva, ou até mesmo como promissora, no entanto, quando chega o momento de obter os resultados decorrentes desta empresa, houveram falhas administrativas, fazendo com que os lucros acabem por se tornar em dívidas, e no fim, que a empresa acabe por se tornar obrigada a fechar. sendo assim, vejamos agora mesmo o que é a recuperação judicial, sendo que este pode ser considerado como um excelente recurso para algumas empresas.

Recuperação judicial:

A recuperação judicial pode ser considerado como um procedimento que a cada dia mais acaba por ser utilizado por algumas empresas, sendo que geralmente se trata de uma possibilidade de reerguer a empresa. O procedimento de certa forma pode ser considerado como simples de se entender, no entanto, claro, não tão simples de ser realizado.

A empresa, junto com um advogado qualificado, deve apresentar documentação referente a incapacidade de pagamento de suas dívidas, sendo que estas devem apenas ocorrer no momento em que a empresa realmente não possui mais condições de lidar com a situação financeira da empresa, ou seja,e empréstimos, entre outras dívidas que podem ocorrer perante a uma empresa, e então, solicitar uma espécie de congelamento de juros, assim como também da restrição do nome desta empresa, para que ela possa continuar a atuar, com o interesse de recuperar a sua situação financeira.

Ou seja, é por isto que recebe o nome de recuperação judicial, pois a questão não será mais apenas econômica, pois pode ser considerado como se a empresa se encontrasse em posse da justiça, até que se tenha a possibilidade de realizar os pagamentos, e claro, se consiga obter lucros por esta empresa.

Porém, é muito importante lembrar, que apesar de se tratar de algo que aparenta ser realmente vantajoso, é necessário que se tenha muito cuidado, assim como também certeza de que há a possibilidade da recuperação financeira da empresa, para que se receba esta autorização, assim como também para que se realize este procedimento, caso contrário, é possível que se perca não apenas a empresa, mas que se acabe mais endividado do que inicialmente.

Dicas para se Tornar Bons Advogados

Assim como em toda a profissão que se preze, ter um diploma universitário não garante que aquela pessoa vá ser bom naquilo que faz. São vários fatores que vão acabar traçando o caminho profissional, e o estudante poderá perceber que o diploma é apenas o caminho deste trajeto cheio de incertezas.

Aqueles que se formam em direito e que desejam se tornar advogados acabam enfrentado alguns caminhos mais complicados do que outras profissões. Afinal de contas, além de fazer uma faculdade puxada e cansativa, os estudantes ainda devem investir boa parte do seu tempo para se preparar para o exame da OAB e assim garantir a sua carteirinha.

Mas mesmo depois de todo este caminho percorrido, o profissional ainda vai depender de uma série de fatores para conseguir se transformar em um bom advogado. Confira algumas dicas para quem está começando a advogar e que realmente deseja se tornar um excelente profissional naquilo que vai fazer.

Dicas

  • Mantenha sempre o hábito da leitura. Advogados que não conseguem se manter atualizados, especialmente nos assuntos relacionados com a sua área de atuação, acabam ficando defasados em pouco tempo e perde clientes. O ideal é ler pelo menos uma hora todos os dias;
  • Escolha com cuidado o seu sócio. Não abasta apenas chamar aquele seu melhor amigo para abrir o escritório. O ideal sempre é escolher uma pessoa que complemente as suas qualidades como profissional;
  • Não esqueça de conversar sempre com as pessoas para saber o que está acontecendo e também para manter uma boa rede de contatos. Não esqueça que os advogados precisam de clientes para sobreviver;
  • A organização é fundamental para qualquer advogado. Um cliente que reclame uma perda de prazo por parte dos profissionais e pode se tornar uma péssima recomendação para o seu escritório.
  • Não deixe de aprender com os erros que com certeza vão surgir pelo caminho. Muitas pessoas ainda possuem a imagem dos advogados que “sabem tudo” e muitos profissionais realmente acreditam nisso. Mas no final das contas os profissionais mais humildes é que acabam efetivamente indo mais longe na sua carreira.

Entenda Como é o Curso de Advocacia

Os cursos de graduação na área de direito é algo considerado como generalista, e isto que acaba enfatizando todas as áreas e ciências humanas. Com isto os três primeiros anos do profissional que realiza o curso na área de advocacia é algo extremamente teórico, contando com aulas de português, sociologia, além de matérias específicas e determinadas como por exemplo o Direito civil, constitucional, penal, comercial, a medicina legal, ente outros. Através de todos os trabalhos práticos os alunos poderão atuar como um juiz ou ainda advogados em diversas simulações ou mesmo julgamentos.

De forma geral a carreira e toda a especialização que será obtida em uma pós graduação acabam começando a ser totalmente definidas no quinto ano de curso, na escolha determinada de todas as disciplinas e ainda de formação que é específica. São totalmente obrigatórias o estágio em uma área de monografia para que possa assim obter um diploma na área.

O curso tem uma duração em média de cinco anos, e conta com outros nomes como, por exemplo, ciências jurídicas e também sociais, entre outras.

A área de arbitragem internacional

Resolver todas as disputas comerciais determinadas, fiscais e ainda aduaneiras entre os países determinados ou mesmo empresas e instituições determinadas de diversas nacionalidades.

A área de direito civil

Nesta área é possível se contar com a representação de interesses de ordem individual e ainda particulares em uma série de ações referentes e ainda propriedades e ainda posses de bens, além de questões familiares, além dos divórcios bem como as heranças ou mesmo transações de locações, bem como compra e venda. Existe uma especialização nas áreas de direito de pessoas, dos bens existentes, de todos os fatos jurídicos, de família, das obrigações e ainda das sucessões.

O direito administrativo

O direito administrativo consiste na aplicação da legislação que acaba determinando uma regulamentação dos órgãos e ainda dos vários poderes de ordem pública em suas relações determinadas com toda a sociedade.

O direito ambiental também é outra área que hoje está em grande evidência, o que cada vez mais deverá ficar em evidência.

O Que é e Como Acontece a Insolvência

Muitas pessoas, podem acreditar que o termo falência poderia ser usado tanto para empresas, como também para a pessoa física,ou seja, as pessoas que trabalham de maneira independente ou até mesmo de carteira assinada, no entanto, o que acontece é que o termo utilizado para as pessoas físicas é diferente, sendo assim, vamos entender um pouco mais o que seria a insolvência.

O que é

A insolvência acaba por ser determinada quando uma pessoa física acaba por realizar dívidas, nas quais a negociação de sua parcela acabam por ser superior aos seus rendimentos, fazendo com que desta forma, não se tenha a possibilidade de quitar a sua dívida. Ou seja, a pessoa acaba por ter um valor muito superior ao que recebe para pode pagar, fazendo com que assim se torne de certa forma, uma pessoa falida.

Como isso acontece:

Muitas pessoas podem não entender como isto poderia acontecer, ou seja, como uma pessoa poderia conseguir contrair dívidas que sejam superiores aos seus rendimentos, até mesmo com uma negociação, no entanto, pode ser considerado como bastante simples, como por exemplo uma pessoa que faz um cartão de crédito, e então trabalha e tem condições de pagar as compras parceladas que realizou, no entanto, acaba por perder o emprego, e então não consegue encontrar outro em tempo hábil, fazendo com que o seu cartão de crédito não seja pago, o que geralmente acaba por gerar juros mensais, e muita vezes, em pouco tempo, pode-se obter até o dobro do valor, fazendo com que quando a pessoa consiga um novo emprego, já não consiga mais dar conta da dívida que contraiu. Assim como muitas outras dívidas que acabam por ser consideradas como comuns, como a compra de um carro, de um imóvel, entre tantos outros tipos de dívidas.

Como resolver:

Para que se consiga resolver o problema de insolvência, o mais adequado é que a pessoa procure pelas alternativas que possui em mãos, como por exemplo solicitar um acordo com a empresa credora que acabe por ser confortável para ambos os lados, assim como também que seja seguro, ou até mesmo a realização de um empréstimo com alguém da família, para que você consiga a redução dos juros para pagamento a vista, e então pagar parcelado para o seu familiar.