Arquivo da categoria: Carreira

Quer Trabalhar no Brasil? Como Proceder?

Se você é estrangeiro e está pensando em trabalhar no Brasil, saiba que sua missão não é tão simples. Descubra o que fazer para obter seu visto de trabalho.

Os dados não são muito animadores. Uma pesquisa realizada pelos profissionais da Vagas Tecnologia mostrou que um a cada quatro estrangeiros está desempregado no país. A maioria deles veio da Europa e tem entre 25 e 40 anos. Foi possível identificar também que o problema não é exatamente a falta de qualificação profissional, já que muitos dominam mais de um idioma e já exerceram algum cargo de chefia. Porém, isso não significa que é impossível conseguir um visto de trabalho no Brasil. Entenda os fatores dificultadores e facilitadores deste processo.

O que as empresas buscam de um estrangeiro?

Um dos principais motivos para o número de desempregados estrangeiros no país é o fato de as empresas procurarem avaliar outros fatores que vão além da qualificação profissional do candidato. O empregador fica em uma situação delicada, pois o currículo se torna muito bom para cargos básicos e de menor exigência, mas, ao mesmo tempo, não contempla todos os requisitos para contratações mais elevadas. Apesar de dominar mais uma língua, poucos dominam o português, que é essencial para ocupar um cargo mais elevado já que vai exigir uma boa comunicação dentro da empresa. O tempo de permanência no país também conta, uma vez que as empresas buscam profissionais comprometidos e que queiram permanecer no país.

Como faço para conseguir um emprego?

O ideal é que você procure por uma vaga antes mesmo de decidir mudar-se para o Brasil. Existem diversos portais de emprego on-line e você pode se candidatar e participar de processos seletivos via Skype. Conseguir uma ocupação profissional antes de fazer as malas, facilitará até para você poder justificar a sua entrada no país. No entanto, se você precisou vir de repente e não deu tempo de se prevenir e procurar por nada previamente, tente se familiarizar ao máximo com a língua portuguesa, em primeiro lugar. Quanto mais você praticar a língua e melhor conseguir se comunicar, mais chances terá. Outra coisa é sempre verificar se sua documentação está completa, já que isso vai ser a primeira coisa as empresas contratantes irão checar. Use sua formação acadêmica e sua experiência profissional a seu favor no processo seletivo e deixe sempre bem claro sobre o quanto pretende se comprometer na tarefa e por quanto tempo pretende residir em terras brasileiras.

Vale lembrar que uma excelente opção de gerar renda até conseguir alguma ocupação profissional em sua área é ensinar seu idioma nativo. Você pode elaborar aulas particulares ou procurar por vagas de trabalho em cursos de idiomas. Com persistência e um pouco de paciência, você conseguirá seu visto de trabalho mais rápido do que imagina! Acesse a jobtonic e confira as mais de vagas no Rio de Janeiro!

Como Funciona a Advocacia Brasileira

A advocacia é um dos ramos e profissões mais requisitados e renomados no Brasil e no mundo. Para se tornar um advogado no território brasileiro, um indivíduo precisa alcançar dois requisitos: ser formado e ter bacharel em Direito, e estar inscrito nos quadros da Ordem Geral dos Advogados (OAB). Entenda como a advocacia brasileira funciona e é regulada, por quais órgãos e quais as suas funções.

Advocacia-Geral da União (AGU)

A Advocacia-Geral da União é uma instituição do Brasil responsável pelo exercício da advocacia pública. Esta responsabilidade é válida em âmbito nacional. A advocacia pública federal é a defesa de todos os poderes da união em sede judicial ou extrajudicial, além de atividades de consultoria e assessoramento jurídico do Poder Executivo Federal. A Advocacia-Geral da União ainda representa o Brasil perante a justiça de outros países e jurisdições internacionais.

A AGU é vista como função essencial à justiça brasileira no artigo 131 da Constituição Federal, assim como a Defensoria Pública, a Advocacia Privada, o Ministério Público e a própria magistratura. Os órgãos veinculados à AGU e ela mesma são integrados por quatro carreiras. Estas são os Advogados da União, os Procuradores da Fazenda Nacional, os Procuradores Federais e os Procuradores do Banco Central. Todos os cargos são alcançados através de concurso público.

Ordem dos Advogados do Brasil (OAB)

A Ordem dos Advogados do Brasil é a entidade máxima de representação dos advogados brasileiros. Além disso é também responsável pela regulamentação da advocacia no país e pela aplicação do Exame de Ordem para que bacharéis em Direito possam se tornar oficialmente advogados.

Para se estar inscritos no quadros da OAB o futuro-advogado deve realizar o Exame da Ordem, prova que ocorre no brasil três vezes ao ano. O Exame é feito em duas etapas. A primeira etapa é uma prova com 80 questões de múltipla escolha. Todo concorrente que acertar 50% da etapa será classificada à próxima.

A segunda e última etapa é prático-profissional onde há uma peça processual privativa de advogado e quatro questões sujetivas, esta prova valendo 10 pontos. O Exame de Ordem é uma prova instituída pela lei Estatuto da OAB – Lei Federal 8.906/94, art. 8º, inciso IV.

Treinamento de Vendas Aumenta Produtividade em Empresas

Aumentar a produtividade e a receita é um desafio do ambiente corporativo que leva os empreendedores a buscar soluções inovadoras e formas reais de aumentar os ganhos da empresa. Apesar do forte apelo comercial em apostar em maquinários e novas técnicas de trabalho, um ponto que pode mudar a realidade de uma empresa é a postura de seus funcionários.

Estudos apontam que os colaboradores costumam saber como suas funções devem ser desempenhadas para atingir excelência, mas por se sentirem desmotivados acabam não realizando tal ato. Assim, a empresa perde em produtividade e pode ser afetada pela atitude negativa dos funcionários. Tal desinteresse deve ser avaliado e trabalhado para que o cenário interno da empresa mude.

Mudanças necessárias para um treinamento de vendas

Para obter a excelência nos serviços prestados pela empresa é importante que os funcionários estejam motivados e aliados com os objetivos da mesma. Tal comportamento é imprescindível em profissionais de linha de frente, que lidam diretamente com o cliente e podem ser responsáveis pela fidelização do cliente. Diversas empresas oferecem cursos e treinamentos para seus funcionários e podem formar líderes inspiradores e equipes comprometidas e motivadas, que deixam o ambiente de trabalho mais leve e propício ao sucesso.

Um treinamento de vendas, por exemplo, trabalha em diversas frentes para garantir que a empresa obtenha retorno sobre o investimento feito. O trabalho é realizado a médio prazo, em cerca de 1 ano e além de apresentar técnicas eficazes de fidelização, também envolvem:

  • Análise de caso;
  • Reuniões;
  • Treinamento;
  • Acompanhamento de resultados;
  • Assessment;

O treinamento de vendas envolve diversas etapas, tanto exclusivas para gestores e líderes quanto para todos colaboradores. A empresa consegue monitorar com maior eficácia o comportamento geral e também os resultados, avaliando melhor cada colaborador e ressaltando sua importância para a companhia.

Dentre os benefícios do treinamento de vendas para a empresa, os maiores destaques envolvem o aprimoramento do profissional de forma particular, o acompanhamento dos resultados individuais e por equipe, a melhora no clima organizacional e o aumento da produtividade geral, através da mudança de comportamento dos funcionários.

Conheça o CEAB Uma Escola de Aviação Completa

Muitos jovens sonham em pilotar aviões e este objetivo poderá ser alcançado ao receber um treinamento adequado para a profissão, podendo cursar uma escola de aviação, conhecidas como aeroclubes ou ainda cursar o ensino superior em aviação civil. O aeroclube deve ser reconhecido pela ANAC, garantindo que a integridade desta instituição atue de acordo com as exigências do órgão, já o curso de aviação civil, deve estar de acordo com o Ministério da Educação que possui como pauta as principais exigências da ANAC para a criação do curso de aviação civil.

Existem diferenças entre os cursos e principalmente interferem na função do profissional, ou seja, os cursos em aeroclubes capacitam o profissional a manipular a aeronave, formando-o como piloto, já o curso superior de uma escola de aviação civil, capacita o profissional em atuar como piloto e demais áreas administrativas, abrindo um leque maior de opções de cargos a serem preenchidos.

A capacitação

É comum que os profissionais formados no curso superior de aviação civil, consiga mais facilmente um cargo no mercado de aviação, já que a graduação permite que o profissional atue em diversas áreas, podendo posteriormente ingressar no cargo de piloto dentro da própria empresa que o contratou, já os formandos de aeroclubes, encontram maior dificuldade, por somente poder preencher um tipo de cargo que é muito concorrido.

Os valores destas graduações são altos, podendo a graduação superior vir a custar valores próximos cento e cinquenta mil reais, enquanto os aeroclubes equivalem cerca de cem mil, porém, estes valores incluem as horas de voo.

Após um ano de graduação, o estudante consegue obter o brevê de piloto privado, e já pode atuar na função, desde que não seja remunerado, devendo então seguir com sua graduação, que dura cerca de três anos, entre aulas teóricas e práticas e somente após a graduação, o aluno receberá o brevê comercial, podendo então ser remunerado.

O curso de aeroclubes

Nos cursos dos aeroclubes, os alunos são orientados em disciplinas como combate a fogo, medicina de aviação, teoria de voo, segurança de voo, além de palestras de regulamentação e aviação civil. Dentre estas disciplinas que são ministradas no curso de aeroclubes, algumas são tópicos principais do exame da ANAC, como teorias de voo, regulamentos de tráfego aéreo, navegação, meteorologia e conhecimentos técnicos de aeronave. Após o resultado da prova teórica da ANAC, o aluno inicia a prática de voo, para poder ser avaliado por um examinador e enfim emitir sua licença de voo.

Existem diversos fatores e etapas que o aluno deverá cumprir para enfim atuar como piloto comercial, devendo então acompanhar todo o programa do curso para poder se habilitar como piloto, devendo realizar diversos exames teóricos e práticos. O  aluno deve obter orientações relacionadas aos tipos de aeronaves em que são feitos o treinamento e o exame, conhecimentos exigidos nas provas da ANAC, e principalmente quais os tipos de aeronaves este profissional estará habilitado a pilotar.

Outros cursos

Existem ainda os cursos a distância que possibilitam ao aluno obter a capacitação como piloto privado, podendo ser feito em modo online, organizando os horários livres para o estudo. Estes cursos possuem homologação da ANAC, sendo reconhecidos como cursos de qualidade, no entanto, para obter a licença de voo comercial, o aluno deve buscar as aulas práticas em outras instituições que ofereçam os equipamentos adequados para as aulas.

O aluno deve verificar os requisitos mínimos para a matrícula, garantindo que sua matrícula seja feito, sendo assim, ao buscar os aeroclubes e instituições de ensino a distância, verifique primeiramente se preenche os requisitos básicos para matrícula e verifique ainda as condições de pagamento, exigências médicas, carga horaria do curso e se o curso for a distância, verifique as configurações necessárias para as aulas online.

Os cursos possuem uma descrição bem ampla, informando a respeito de disciplinas, avaliações, unidades credenciadas, inscrições para os exames da ANAC e sobre a emissão do certificado de conclusão do curso, devendo o aluno observar se os critérios que possui para a escolha da instituição de ensino, está de acordo com as próprias expectativas, considerando ainda uma conversa com o responsável pelas aulas para garantir que o mercado está propício e se o mesmo se movimenta de acordo com o esperado.

CEAB abre novas datas para cursos na área de aviação

O CEAB -Centro Educacional de Aviação do Brasil- acaba de abrir novas datas para o os cursos de check-in, comissário (a) de bordo e orientação para recrutamento e seleção em companhias. Com curta duração, os cursos são ideais para quem quer se preparar e ingressar no mercado de trabalho.

Comissário (a) de bordo – é ministrado por professores e instrutores altamente qualificados em suas funções e devidamente homologados pela ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), tendo um dos maiores índices de aprovação pela Agência. Neste curso, estão incluídas matérias como Postura e etiqueta, Maquiagem para as aeromoças e comissárias, Conhecimentos Gerais de Aeronaves, Serviço de bordo, entre outras. As aulas práticas (exigidas pela ANAC) de Sobrevivência na Selva,

Sobrevivência no Mar e Combate ao Fogo são realizadas em um centro próprio do CEAB. Os pré-requisitos são: idade entre 18 e 29 anos, ensino médio completo e altura mínima de 1,58m para mulheres e 1,65mpara homens.

Orientação para Recrutamento e Seleção em Companhias Aéreas – é um curso rápido, ministrado em um único dia (sábado, das 9h às 17h) por profissionais que estão no mercado e tem acompanhamento do setor pedagógico do CEAB. É disponibilizado a todas as pessoas, alunos, ex-alunos, interessados pelo assunto, inclusive os formados em outras escolas de aviação. No conteúdo do programa estão: postura, etiqueta, marketing pessoal, além de atividades práticas, como redação, dinâmica e entrevista pessoal. Os participantes ainda fazem testes e redação, simulando com bastante realidade os processos que são aplicados em um processo seletivo.

Check-in ou atendimento em aeroportos – prepara o profissional para o mercado de turismo, abrangendo aeroportos, agências de viagens e turismo, hotéis, check in e check out, atendimento na recepção de passageiros de companhias aéreas, noções de hostess de restaurantes e de vendas de passagens aéreas, entre outros. No cronograma do curso estão incluídas matérias como Viagens e Turismo, Roteiro para controle de viagem, Apoio ao turista, Bagagem, Cargas, Primeiros Socorros, Inglês e Espanhol, além de aula de marketing pessoal para futuras entrevistas, preparando o aluno adequadamente para o mercado de trabalho. O curso tem duração aproximada de 30 dias.

Faça Um Curso de Liderança

Não é novidade para ninguém que para se destacar no mercado de trabalho é preciso ter diferenciais. Liderança é um diferencial. Liderança é uma capacidade inata, mas ela pode e deve ser aperfeiçoada. Um bom curso de liderança vai além de embasar teoricamente os profissionais sobre ser líder. Vai proporcionar aos profissionais momentos de reflexão sobre suas práticas diárias, sobre suas atitudes com líder, sobre sua equipe. Esses momentos de reflexão serão tanto individuais quanto coletivos.

Esses momentos de reflexão coletiva que o curso de liderança proporciona são muito importantes, pois vendo e ouvindo experiências de outros líderes os profissionais repensam sua própria prática e muitas vezes encontram soluções para suas dificuldades como líder ou com sua equipe. Os profissionais que fazem ou fizeram um curso de liderança colocam que se tornaram melhores líderes e suas equipes alcançaram melhores resultados com isso. Todos saíram ganhando. As empresas, os próprios líderes e as equipes.

Inspirados no curso de liderança, os líderes passam a realizar esses momentos de reflexão em suas empresas, com suas equipes, e garantem que os resultados são bastante satisfatórios. Para se destacar no mercado de trabalho é preciso empenho e ideias diferenciadas. Mais de uma cabeça pensando juntas certamente fornece melhores resultados. O curso de liderança propõe isso. Propõe e mostra que um líder nada é sem sua equipe e, por isso, ouvi-la, dar valor aos seus pensamentos, é essencial.

Uma equipe sem líder, naufraga e um líder sem equipe, não tem função. Por isso é importante que ambos saibam quais e como devem fazer para exercer com qualidade seus papéis. O curso de liderança dá o norte que o líder precisa para bem orientar sua equipe e caminharem conjuntamente rumo ao sucesso pessoal e profissional.

O curso de liderança te ensina a como lidar com situações inusitadas que acontecem na vida de todo profissional, porem uma pessoa que não tem esse espirito de liderança as vezes não vê a oportunidade naquele momento de se destacar ou conseguir resolver o problema de imediato. Com o curso de liderança você vai aprender a lidar com essas e outras situações que acontecem no seu dia a dia.

Agregue Valor ao Seu Currículo – Fale Inglês!

Ter domínio da língua inglesa é requisito indispensável por todas as empresas multinacionais que abrem suas portas para profissionais brasileiros. Por conta disso, muitos funcionários já estão buscando esse aperfeiçoamento da língua inglesa através de cursos presenciais e, principalmente, através dos cursos online que podem ser estudados de casa, do trabalho e até mesmo de celulares smartphones que dispõem de boas conexões de internet.

Ganhar fluência em outro idioma não se consegue da noite para o dia, então é necessário dedicação e estudo para se atingir uma qualidade razoável de comunicação, assim sendo, muitas empresas já estão oferecendo, aos seus funcionários, a possibilidade de aprender inglês online por conta da praticidade e da relação custo / benefício que os cursos disponíveis no mercado oferecem.

Aprender a falar inglês, para esses profissionais, é um dos maiores desafio, a fim de terem uma chance de conquistar uma vaga para cargos gerenciais. Por este motivo, a recomendação principal é estudar. E, como muitos destes profissionais são bastante ocupados, a opção mais adequada para eles é aprender inglês online, seja em casa ou no trabalho, na hora do almoço, ou intervalos livres do dia, o importante é estudar com dedicação a língua inglesa.

Os diretores de recursos humanos das empresas multinacionais são quase unânimes em afirmar que a maior dificuldade para encontrar profissionais que preencham as vagas disponíveis é a falta de fluência no idioma inglês. E afirmam que se pudessem aconselhar algo aos pretendentes destas vagas seria: “façam um curso de inglês online, pois é a maneira mais rápida, barata e eficiente de falar inglês fluente”.

A recomendação de muitos professores de cursos de inglês onlineé não ter vergonha de falar inglês, de ouvir músicas, ler revistas, jornais, ver filmes, procurar salas de bate papo em inglês, etc. Dizem que é necessário vencer essa barreira do medo de falar errado ou confundir alguns termos, palavras e expressões, afinal é lendo textos, assistindo programas de televisão e falando inglês que se aprende a falar inglês de verdade.

Guia do Ator de Teatro – Como Conseguir o Primeiro Emprego?

Já sabemos que o início da carreira de um ator de teatro é bastante árduo. Existem muitos obstáculos, mas a grande concorrência é o maior de todos eles. Conseguir expor o seu trabalho é um desafio e tanto. Seguindo alguns passos é possível viver o seu sonho.

Profissionalização

Obtenha o seu registro profissional. Após concluir um bom curso, por exemplo, é preciso encaminhar o documento que é fornecido em qualquer Delegacia Regional do Trabalho (por este motivo é chamado de DRT) que nada mais é do que um número de registro  em sua carteira de trabalho. É como um médico que precisa ter o número do Conselho Regional de Medicina é a licença para exercer a sua profissão. Você também poderá obter mais informações no Sindicato de Atores da sua região.

Exponha seu talento

Para ser lembrado, você precisa ser visto, isto é fato. Você pode encontrar colegas dispostos a montar peças de teatro amador, divulgá-las através de vídeos, em blogs, redes sociais, use tudo a seu favor. Entrar em alguma companhia de teatro para empresas RJ é um exemplo. Outra maneira importante é começar como trabalhos freelancers, se você pesquisar poderá encontrar muitos trabalhos independentes para começar. E procure participar sempre de testes, a maratona muitas vezes é cansativa, mas é extremamente eficiente para lhe abrir futuras portas.

Oportunidades

É preciso saber onde elas estão. E estar por perto. Estar disposto de largar a vida em uma cidade onde estão sua família, seus amigos e tudo que você já está acostumado e partir em busca da sua realização profissional. Enfrentar uma nova cidade, nova condição de vida, é preciso ter coragem, e enfrentar riscos. Conhecer pessoas ligadas ao meio, contatos influentes podem ser decisivos. Você encontrará muitas em cursos, ou no teatro para empresas Rio de Janeiro, que é uma boa oportunidade para iniciar na carreira e adquirir experiência.

Recicle-se

Bons resultados podem demorar a aparecer, paciência e persistência são partes importantes do sucesso em busca da sua grande chance. Sorte é muito bem vinda, mas não podemos contar com ela sempre, é preciso correr atrás. Por isso esteja sempre atento, atualizado, e estude muito sempre. O conhecimento é um grande diferencial. Se for preciso reinvente-se. Mudanças acontecem em todo momento, é preciso se adequar a elas para estar sempre na frente. E o principal, faça tudo com muita dedicação, com muita vontade, que o objetivo será certamente alcançado.

Contabilidade – Uma Área de Muitas Oportunidades

Pensar na formação profissional, é algo que exige sabedoria e alcançar objetivos. Escolher um curso que dê muitas oportunidades é algo essencial para que exista segurança na vida profissional. Um curso que tem crescido muito, e com ele as oportunidades de trabalho, é o curso de Ciências Contábeis. A contabilidade é a ciência que estuda, registra e interpreta fenômenos que afetam o patrimônio de uma entidade.

Muita gente pensa que, ao entrar na faculdade para estudar contabilidade, passará quatro anos da vida estudando matemática, mas a realidade do curso não é essa. Um dos objetivos da contabilidade, é simplesmente preparar relatórios para os administradores, a fim de ajudar na analise e decisões da empresa.

Antigamente poucos empresários sabiam da importância da contabilidade para o desenvolvimento de uma empresa, mas isso mudou. Hoje em dia, com o aumento significativo de empresas a cada dia, e conseqüentemente com o aumento da concorrência, o uso de contadores nas empresas é fundamental, já que o objetivo principal é ajudar na administração da empresa. A área de contabilidade é uma área que tende a crescer junto com o mercado, pois as empresas estão se preocupando, cada vez mais, com seu crescimento devido à quantidade de concorrentes.

Portanto, é uma área que só tem a crescer. Dentre as opções no mercado, um caminho para profissionais contábeis é a criação de sistemas para contabilidade. Sistema para contabilidade é um programa que emite certos relatórios e permite uma análise simples, clara e completa dos resultados dos relatórios. Um exemplo de software a ser desenvolvido é o sistema folha de pagamento. Esse sistema busca auxiliar e facilitar a tarefa que parece simples, mas pode ser complexa, pois além de simplesmente pagar os funcionários, é necessário arquivar impostos, apresentar relatórios e processar dados de fim de ano fiscal.

Portanto, a contratação de empresas que oferecem programas para escritórios de contabilidade é uma grande oportunidade para otimizar o trabalho. Se você está em dúvidas sobre qual carreira profissional seguir, considere a possibilidade de investir na área de contabilidade, que, ao contrário de muitas outras profissões, sempre terá oportunidades de trabalho e empreendedorismo.

Marketing Digital e o Novo Perfil do Jornalista

Profissões clássicas são passíveis da criação de um estereótipo. O jornalista, certamente, não foge à regra. Entretanto, nos últimos 10 anos ou 15 anos se pudesse recriar o padrão de comportamento do jornalista, as tendências mudariam radicalmente. Tudo isso se deve à mudança do profissional que hoje é formado. Além das funções da carreira e suas aplicações, o advento da internet e a criação de uma demanda digital, reposiciona totalmente a carreira em relação ao antigo profissional ultrajado e posto de lado, muitas vezes com um esteriótipo determinado que o relega a uma  sorte que não é próspera.

O jornalista e o Marketing Digital

Algumas mudanças se devem ao apelo tecnológico após o surgimento da internet. Porém, outras são diferenças devido ao meio externo às salas de aula. O mercado de comunicação muda a cada dia e nem sempre para melhor. Há uma diminuição de vagas, as redações estão cada dia mais esvaziadas, atrelado ao aumento de profissionais e uma demanda de trabalho que não é remunerada de maneira condizente com o mercado em inúmeros casos.

O bom profissional, que além de Jornalismo, enxerga a comunicação com um todo, pega as técnicas jornalísticas e as aplica em outros fundamentos e carreiras, como, por exemplo, o marketing digital. Afinal, todas as vertentes comunicacionais têm suas peculiaridades, mas todas precisam de conteúdo. E não há outro profissional que faça isso melhor, com mais precisão e clareza, que o jornalista. Logo, posições clássicas como redações e assessorias de comunicação perdem profissionais para as redes sociais e outras aplicações executadas para ambientes online.

Transformação na construção profissional muda a cara da carreira

Não há como acreditar que o jornalismo clássico voltará a reinar plenamente frente outras profissões, afinal, as redações jamais voltarão a necessitar da antiga carga humana. Além de existir uma penca de profissionais formados, batendo cabeça e, muitas vezes, sem condições, há uma demanda em crescimento necessitando do perfil do jornalista. Mas é importante que se observe que, uma vez que se ampliam os horizontes, há uma cobrança ainda maior por qualificação. Logo, o jornalista do futuro deverá ser muito mais que multimidiático, deve ser um multiprofissional com várias sabedorias e aplicações.

Cursos de Graduação para os Diferentes Tipos de Engenharia

Esta é uma das principais questões que devem ser feitas de quem está pensando em buscar um trabalho na área de engenharia. Um trabalho em qualquer área da engenharia vai exigir muito estudo e dedicação. Portanto, antes de tomar uma decisão, há várias coisas que cada indivíduo deve saber sobre as diferentes engenharias. Algumas das coisas que o indivíduo deve saber são os diferentes tipos de oportunidades disponíveis para ele no mercado de trabalho, o tipo de ambiente que ele prefere trabalhar, a experiência necessária e quais são cursos de graduação disponíveis.

Uma das primeiras coisas que cada indivíduo deve estar ciente é da grande variedade de oportunidades disponíveis na área das engenharias, uma vez que existem muitos tipos de engenharia. Os tipos de engenharia hoje disponíveis incluem, só para citar alguns exemplos, engenharia elétrica, engenharia mecânica, engenharia civil, engenharia química, engenharia ambiental, engenharia metalúrgica e de material, engenharia florestal, engenharia de produção e engenharia oceânica. Isso significa que o indivíduo deve fazer uma pesquisa abrangente sobre os diferentes tipos de engenharia, a fim de determinar a área específica que ele tem maior interesse.

Além disso, quando tomar uma decisão, devemos rever qual o tipo de ambiente no qual o profissional irá desempenhar seu trabalho. Esta é uma questão importante porque algumas pessoas podem preferir trabalhar em um escritório, enquanto outros podem preferir trabalhar em um ambiente ao ar livre. Por exemplo, se o indivíduo opta por trabalhar em um ambiente ao ar livre, ele pode selecionar engenharia florestal ou engenharia oceânica. Para aqueles que preferem trabalhar em um escritório, eles podem optar por trabalhar em um tipo de engenharia de produção da posição.

Outra consideração importante na escolha do campo da engenharia é pesquisar quais as faculdades e cursos de graduação disponíveis. Para aqueles que têm interesse em começar uma faculdade, este é um ótimo momento. Isso porque muitas universidades, principalmente universidades federais, estão expandindo seus cursos de graduação e pós-graduação relacionados às engenharias. Os programas governamentais, como o Prouni e o Fies, também facilitam bastante a vida de quem deseja ingressar em uma faculdade particular.

Quanto ao mercado, pode ser necessária certa quantidade de experiência para conseguir um bom emprego na área. De fato, algumas empresas oferecem estágios de engenharia que podem ajudar a preparar universitário para uma posição melhor depois de ter completado uma formação superior. Muitas dessas mesmas empresas também vão contratar seus estagiários em posições permanentes depois que o estágio é terminado.