Arquivo da categoria: Doenças

Broncopneumonia – Suas Causas, Sintomas e Modo de Tratamento

A broncopneumonia também conhecida como pneumonia brônquica ou pneumonia multifocal ou lobular, é uma inflamação aguda das pequenas vias aéreas dentro dos pulmões (bronquíolos) e dos “sacos” aéreos circundantes (alvéolos).

Causas da boncopneumonia

Geralmente, a broncopneumonia é causada por bactérias, como Staphylococcus aureus, Klebsiella pneumoniae, Haemophilus influenzae, Pseudomonas aeruginosa ou Escherichia coli. Geralmente, a condição ocorre em pacientes hospitalizados (pneumonia adquirida no hospital  associada a ventilador) após aspiração de vômito e uso de drogas intravenosas.

A condição também pode ser causada pela bactéria atípica Mycoplasma, vírus e fungos.

A broncopneumonia por si só não é contagiosa, o que significa que se você estiver em contato próximo com alguém que tem broncopneumonia não é muito provável que você também a possa contrair. Os micróbios que causam a condição médica podem ser contagiosos, pelo que, se você os contrair por inalação depois de permanecer próximo de uma pessoa contaminada que tossiu os micróbios para o exterior, você pode ficar infetado e desenvolver uma doença suave, mas a broncopneumonia torna-se menos provável.

Normalmente, a broncopneumonia é  causada por micróbios que a maioria das pessoas saudáveis têm em suas bocas e gargantas. Regularmente, nós inoculamos esses micróbios nos nossos pulmões, mas se o nosso sistema imunológico se mantiver saudável, os micróbios não causarão nenhuma doença. Em indivíduos com uma imunidade imunológica fraca, como acontece em casos de doença pulmonar ou cardíaca subjacente, estes micróbios podem causar broncopneumonia. Por outras palavras, normalmente, a broncopneumonia é “contraída” por auto-infecção.

Os fatores de risco para a broncopneumonia são ter uma idade jovem (lactentes), idade avançada (mais de 65 anos), o tabagismo, o acamamento e as doenças subjacentes, como a gripe, o sarampo, a fibrose cística e a bronquite crônica.

Sintomas de broncopneumonia

Os sintomas podem incluir tosse com muco (que pode conter sangue), falta de ar, febre e fadiga.

Diagnóstico de broncopneumonia

Uma cultura de sangue e uma cultura de escarro podem revelar o micróbio causador da condição de saúde.
Um raio X pode mostrar múltiplas lesões pequenas, geralmente em ambos os pulmões, ao contrário de uma pneumonia lobar, que geralmente afeta somente um lobulo de um pulmão.

Tratamento para broncopneumonia

O tratamento da broncopneumonia inclui antibióticos e outras medidas que também são promovida noutros tipos de pneumonia.

Prognóstico para broncopneumonia

Uma broncopneumonia pode variar de leve a grave. O prognóstico depende principalmente da gravidade da doença subjacente.

A Doença de Pele Psoríase que Coça: Entenda Mais

Muitas pessoas podem acabar por ficar com algumas dúvidas com relação a sintomas de doenças, afinal, em um determinado site é possível que fale que são tais e tais sintomas, enquanto outros acabam por citar tantos outros, fazendo com que assim o paciente acabe por ficar não apenas perdido, mas também confuso e muitas vezes acaba por deixar a sua doença “pra lá”. No entanto, iremos citar agora um pouco sobre os sintomas da psoríase, se psoríase coça ou não.

A psoríase

Em primeiro momento acaba por ser muito interessante citar o fato de que a psoríase se trata de uma doença de pele, esta que acaba por ter a causa genética, ou seja, as pessoas acabam por tê-la por uma herança, e não pelo contato com uma outra pessoa. Algo que também é muito importante citar, apesar das características físicas da doença, ela não é contagiosa, assim como também não acaba por oferecer grandes riscos ao paciente, o que acontece, é que a sua aparência acaba por afetar bastante o próprio paciente que a tem, ou seja, ela poderá apresentar vermelhidão, irritação, assim como também descamação, e em alguns casos é possível até mesmo notar a presença de bolhas de água.

Sintomas

Como já citado anteriormente, os sintomas acabam por ser relacionados a presença de vermelhidão na pele, assim como também a descamação desta, em alguns casos é possível notar que ocorra ainda a presença de manchas em tonalidade branca, e também a presença de bolhas de água como também já foi citado anteriormente.

E para esclarecer o fato de coçar ou não, o que acontece, é que tudo acaba por depender do quadro do paciente, ou seja, há algumas variações na psoríase, e é possível, que por algum motivo o paciente não apresente a coceira, porém, se notar os de mais sintomas, é importante que procure por um profissional da saúde para receber orientação, porém, o que é considerado como comum é que ocorra sim a presença da coceira na pele na região que teria sido afetada, fazendo com que desta forma, acabe por se tornar também uma doença bastante irritante para o paciente.

As Bolhas de Água na Psoríase

Muitas pessoas já podem ter ouvido falar sobre a psoríase, no entanto, de uma forma geral esta acabaria por se tratar de uma doença a qual se manifesta com sintomas mais comuns, como por exemplo o surgimento de manchas vermelhas ou até mesmo a descamação da pele, no entanto, algumas pessoas podem acabar por ficar confusas ao notar que ocorra a presença de outros sintomas, como por exemplo as bolhas de água. Sendo assim, iremos falar agora mesmo sobre este tipo de psoríase que não seria considerada como tão incomum.

A psoríase

Como já pode ser de conhecimento de algumas pessoas, a psoríase acaba por se tratar de uma doença que afeta a pele, fazendo com que desta forma ocorra a sua irritação, ou seja, podemos notar que ocorra a presença de vermelhidão, como já citado anteriormente, assim como também a descamação da pele, fazendo com que desta forma se tenha algumas complicações que sejam consideradas como estéticas. Também podemos verificar que no caso da psoríase bolhas de água não seja considerada como tão comum quanto se imagina, ou seja, é possível que alguns pacientes acabem por notar no decorrer do tempo, que ocorra a presença de pequenas bolhas de água em regiões especificas, ou seja, é possível que em apenas algumas áreas do corpo ocorra a presença de bolhas de água.

No entanto, da mesma forma como a psoríase que poderia ser considerada como convencional, é possível notar que não há cura para a doença, no entanto, é possível que seja realizado um tratamento para controlar os seus sintomas, assim como também para que se possa fazer com que as questões estéticas não sejam de fato prejudicadas.

Porém, o mais adequado, em primeiro momento é que o paciente acabe por se manter sempre muito bem hidratado, assim como também a partir do momento em que notar este tipo de sintoma, que procure pela orientação de médicos especializados, para que assim este possa lhe oferecer o tratamento mais adequado para o seu caso, ou seja, para que assim você consiga obter um controle mais especifico, e sem que o paciente acabe por sofrer com a presença das bolhas.

Os Sintomas da Doença de Pele Psoríase

Algumas pessoas já podem ter ouvido falar sobre a psoríase, no entanto, o que pode ter gerado algumas dúvidas, seria com relação aos sintomas desta doença que pode afetar a uma certa quantidade de pessoas em todo o mundo. Sendo que é interessante lembrar que ela acaba por ser mais comum do que muitas pessoas podem imaginar, sendo assim, iremos falar agora mesmo sobre quais seriam os principais sintomas desta doença.

Psoríase

O que acontece pode ser considerado como simples, sendo que antes de falar sobre os sintomas, iremos falar na realidade sobre a doença, esta que acaba por afetar especificamente a pele, ou seja, acaba por se tratar de uma inflamação da pele, fazendo com que desta forma se tenha a possibilidade de notar que ela acaba por se tratar de uma herança genética, assim como também acaba por afetar diferentes áreas do corpo do paciente. Algo que também pode ser considerado como bastante comum com relação a psoríase, é com relação ao fato de que ela acaba por se manifestar em momentos diferentes, ou seja, é possível que uma pessoa ainda quando criança, acaba por notar a presença da psoríase, assim como também uma pessoa que já seja idosa, pela primeira vez poderá vir a manifestar os sintomas da doença.

Os sintomas

Com relação aso sintomas que podem ser considerados como os mais comuns, podemos verificar, por exemplo, o surgimento de manchas vermelha na pele, assim como também a descamação desta em tonalidade branco prateado, no entanto, também é possível que alguns pacientes acabem por notar ainda a coceira, e bolhas de água que poderão se formar em diferentes regiões da pele. E para finalizar, não podemos nos esquecer que há casos em que poderá ocorrer a presença apenas de manchas em tonalidade branca, ou seja, há diferentes formas de a psoríase se manifestar.

Também acaba por ser interessante citar o fato de que há diferentes fatores que poderão fazer com que a doença possa vir a se manifestar, como por exemplo questões emocionais, alimentação e até mesmo o uso de cosméticos, fazendo com que desta forma o mais adequado é que se procure um médico para tanto compreender um pouco mais sobre a doença, assim como também para procedimentos do seu controle.

A Psoríase nos Pés – Entenda Melhor Esta Doença de Pele

Algumas pessoas podem acabar por acreditar que uma descamação, assim como também vermelhidão e manchas na região dos pés acaba por se tratar apenas de uma alergia, ou até mesmo algum tipo de processo infeccioso, no entanto não é bem assim que acontece, e dependendo do caso, é necessário que se faça uma investigação, pois poderá se tratar de psoríase nos pés.

Sendo assim, para que você possa compreender melhor e procurar um profissional da área da saúde, iremos falar agora mesmo um pouco sobre a psoríase nos pés, assim como também quais seriam os sintomas, causas e até mesmo o tratamento.

A psoríase

Podemos verificar que a psoríase acaba por se tratar de uma doença de pele, esta que acaba por apresentar diferentes fatores que a tornam mais agressiva, também é interessante citar o fato de que a psoríase acaba por se manifestar através de crises.

Causas

Com relação as causas, a raiz do problema seria a questão genética, ou seja, é uma doença que não tem uma cura efetiva e que acaba por passar de geração em geração, mesmo que você não tenha conhecido por exemplo o seu tio, se ele a tinha, você também poderá ter. no entanto há fatores que a tornam mais grave, como fumar, beber bebidas alcóolicas, a falta de hidratação da pele, o uso de alguns cosméticos, entre tantos outros fatores.

Sintomas

Com relação aos sintomas, é importante lembrar que se trata de uma doença que pode se manifestar de formas diferentes, ou seja, a aguda, que seria o modo mais comum, seria a presença de vermelhidão, e manchas na pele, que podem coçar e também apresentar uma descamação da pele.

Tratamento

Com relação ao tratamento, podemos notar que o mais adequado é que o paciente procure por um profissional da área da saúde, pois é possível que este lhe ofereça alguns medicamentos, assim como também que faça uma investigação com relação aos fatores que agravam a psoríase de acordo com o seu caso, assim como também que lhe ofereça uma melhor orientação com relação a doença e como você deverá lidar com ela.

O Tratamento de Acupuntura para Psoríase

Uma doença que nos últimos tempos tem gerado uma determinada polêmica, seria a psoríase, que apesar de já existir já há bastante tempo, também podemos notar que ela acaba por causar dúvidas em seus pacientes com relação a formas de tratamento, ou até mesmo a questão da cura. Sendo assim, iremos falar um pouco sobre esta doença, assim como também o tratamento para psoríase, acupuntura, esta que tem sido utilizada como uma forma de tratamento bastante efetiva para o controle da doença.

A psoríase

O que acontece pode ser considerado como bastante simples, sendo que se trata de uma doença que acaba por afetar a pele, e pode ser causada por diversos motivos, inclusive a questão genética, assim como também ela poderá se manifestar de formas diferenciadas, como por exemplo através de manchas, descamação ou até mesmo bolhas que ocorrem no decorrer de sua pele.

Tratamento

Com relação ao tratamento, infelizmente estamos falando de uma doença que ainda não possui uma cura especifica, apesar de diversos estudos serem realizados relacionados a doença. Porém, podemos verificar que muitos tratamentos ou formas de controle estão sendo utilizados de uma maneira positiva com relação a doença.

E a acupuntura pode ser considerada como uma das formas mais efetivas, porém, é necessário que se entenda que antes de mais nada, é necessário que um médico avalie o seu caso, para que assim possa oferecer um direcionamento sobre os fatores que fazem com que a doença se manifesta no seu caso.

Fazendo com que desta forma o tratamento com a acupuntura não seja apenas para as lesões infecciosas da doença na sua pele, mas sim para o controle das emoções, como por exemplo o estresse, assim como também para ansiedade, entre tantos outros fatores.

Mas claro que não podemos deixar de citar o fato de que usar bastante hidratante, assim como também obter o controle sobre alguns hábitos que a pessoa possa ter, como o tabagismo e a ingestão de álcool pode ser considerado como um agravante, ou seja ao eliminar estas questões possivelmente você conseguirá controlar o surgimento dos sintomas da doença e as suas lesões e marcas causadas.

Causas e Complicações da Gripe

A gripe, é uma infecção comum do trato respiratório, incluindo o nariz, garganta, pulmões e tubos brônquicos. A gripe é causada por um vírus, e é altamente contagiosa. Os efeitos da gripe podem variar desde ligeira a grave, dependendo do tipo de gripe e factores individuais, tais como idade, estado geral de saúde, e patologias subjacentes, tais como a insuficiência renal com risco de vida.

Todos os anos, 5 a 20 por cento da população contrai gripe, e muitas pessoas morrem devido a complicações relacionadas com a gripe. A gripe geralmente ocorre nos meses de inverno em pequenos surtos. Em alguns anos, como em 2009, muito mais pessoas foram infectadas e morreram da gripe devido ao desenvolvimento e disseminação de determinados vírus da gripe. Em 2009, esse vírus foi o novo vírus H1N1.

O vírus da gripe espalha-se de pessoa para pessoa, quando alguém que tenha esta condição fala, tosse ou espirra. Estas situações motivam o expelir de gotículas contaminadas com o vírus da gripe para o ar, onde podem ser aspiradas por outras pessoas. A gripe também se espalha tocando uma pessoa infectada ou uma superfície contaminada pelo vírus, como um copo de bebida contaminada ou maçaneta de uma porta.

Os sintomas da gripe podem variar muito em intensidade e seriedade entre os indivíduos. Os sintomas podem ser leves e incluir corrimento nasal, espirros e congestão nasal. Os sintomas também podem ser mais desconfortáveis e graves e podem incluir febre, tosse, dores no corpo, dor de cabeça, fadiga extrema, e dor de garganta. As crianças podem experimentar dor abdominal, vômitos e convulsões.

Quando os sintomas da gripe quebram as defesas do corpo, mais sérias, infecções mesmo fatais causadas por bactérias podem invadir o corpo. Estas incluem a pneumonia, bronquite aguda, e encefalite. Certas populações correm mais risco de contrair a gripe e desenvolver sérias complicações. Estas incluem lactentes e crianças jovens, residentes em instalações de cuidados de longa duração, mulheres grávidas e profissionais de saúde. Outras pessoas em risco incluem aquelas que têm mais de 50 anos de idade, cuidadores de crianças jovens, ou quem tenha um transtorno de imunodeficiência, um sistema imunitário suprimido, ou uma doença crônica, como diabetes ou doença cardiovascular.

Qual a Influência da Psoríase e os Alimentos

Algo que podemos verificar com uma determinada facilidade, é que a psoríase pode ser considerada como uma doença bastante inconveniente, afinal, ela acaba por ser caracterizada pela irritação da pele de diversas formas, fazendo com que sejam manifestadas através de crises relacionados a diversos motivos, sendo assim, é importante que se aprenda sobre como controlar o surgimento de seus sintomas. E a alimentação pode ser considerado como um fator importante. Sendo assim, vamos entender agora mesmo a relação da psoríase com alimentos.

Alimentos e a psoríase

O que acontece é que a psoríase, pode vir a se manifestar por diversos fatores, no entanto, há maneiras de se conseguir controlar, em alguns casos, podemos verificar, por exemplo, que algumas tolerâncias alimentares podem acabar por acelerar algumas crises da doença, como por exemplo o consumo de muita gordura, como frituras, assim como também chocolate, excesso de açúcar a alimentos que sejam gordurosos. Também podemos verificar, por exemplo, que o consumo de carne de porco possa fazer com que em algumas pessoas, se não na maioria, possa apresentar a manifestação de crises de psoríase, sendo que muitas pessoas podem acabar por realmente gostar deste tipo de alimentos, e acabem por ficar em conflito sobre como cortá-los de sua alimentação.

Sendo que na realidade, não é necessário, em alguns casos, por exemplo, que se realize o corte especifico deste alimentos, mas sim que se procure, por realizar a diminuição do consumo destes alimentos, ou seja, se você esta acostumado a consumir alimentos gordurosos 4 vezes na semana, procure reduzir este número para apenas uma vez na semana, e em menor quantidade do que esta acostumado, fazendo com que desta forma, se consiga, de certa forma, obter uma espécie de controle dos sintomas da psoríase, e também as suas crises.

Desta forma, acaba por ser considerado como adequado que se procure por um profissional da área da saúde, para que este possa lhe auxiliar na indicação de alimentos que deverão ser consumidos com menor frequência, para que de assim se consiga diminuir as crises de psoríase, e também as suas formas de tratamento, claro. Seguindo estas dicas, a psoríase com certeza ficará menos preocupante e mais fácil de ser solucionada.

O Tratamento da Psoríase com Acupuntura

A psoríase não tem como ser controlada, como dito acima a doença pode ficar adormecida durante toda a vida, mas não existe uma forma de prevenir, até mesmo porque a ativação da doença acontece principalmente por causa da parte psicológica. Também é uma doença que não tem cura, mas existe tratamento que na maioria das vezes é eficaz, porém o paciente precisa estar sempre se tratando, em alguns casos o médico pode pedir que a pessoa tenha um controle em relação a ingestão de bebida alcoólica, sendo também um fator que gera muitos problemas ao paciente diagnosticado com psoríase.

O principal tratamento da psoríase é através de pomadas que são aplicadas diretamente na região em que a doença está atacando, sendo com certeza uma ótima possibilidade de pelo menos controlar a doença. O grande problema é que algumas dessas pomadas não são eficazes, fazendo com que a doença suma durante um determinado período, porém logo volte a atacar com ainda mais força, o que acaba se tornando um grande problema e também um risco para o paciente. Justamente por isso tomar alguns cuidados para o tratamento da psoríase acaba sendo um ponto de suma importância, e um dos cuidados que devem ser tomados é justamente contar com um tratamento alternativo, como no caso da acupuntura.

A acupuntura é um tratamento muito utilizado para resolver problemas em caso de stress e problemas musculares, mas alguns profissionais vêm desenvolvendo técnicas para que a acupuntura venha oferecer benefícios para o tratamento da psoríase, o que acaba sendo um ponto bastante positivo, pois permite ótimos resultados. Outro ponto de suma importância é que a acupuntura não oferece contra indicações, ao contrário de praticamente todos os medicamentos que são utilizados para o combate da psoríase.

Porém com o avanço da medicina, essa doença acabou recebendo alguns medicamentos que são capazes de controla-la, ou até mesmo diminuir um pouco dos vários problemas e sintomas que a mesma causa em uma determinada pessoa. Mas em ambos os casos é necessário a ajuda de um especialista. É sempre bom ter um conhecimento maior na área, entender melhor a doença e procurar a melhor forma de tratamento.

Conheça Melhor os Sintomas da Doença Psoríase e Se Ela Coça

Algo que podemos verificar nos dias de hoje, é o fato de que há uma grande quantidade de pessoas que podem simplesmente não entender muito bem os sintomas de algumas doenças, assim como também podem procurar por verificar quais são os sintomas que estão sentindo na internet. Sendo assim, vejamos agora mesmo alguns dos principais sintomas da psoríase.

Sintomas

Antes de mais nada, acaba por ser considerado como necessário que se entenda que a psoríase se trata de uma doença de pele, e que é causada por uma herança genética, ou seja, se você tem, é bastante provável que alguém na sua família, mesmo que não saiba, também a tenha ou tenha tido, fazendo com que assim seja explicado o porque você a possui. Ela acaba por ser manifestada por questões emocionais, ou seja, por estresse, assim como também por depressão entre tantos outros motivos.

Dentre os sintomas que podem ser observados, é com relação a vermelhidão da pele, assim como também a descamação desta que poderá ocorrer na tonalidade branco prateado, fazendo com que desta forma se tenha a possibilidade de ser considerada como uma doença bastante fácil de ser identificada.

E por fim, não podemos nos esquecer que acaba por ser considerado como incomum, porém, pode ser que em alguns casos, haja a presença de coceira na região afetada pela doença, sendo que as regiões mais comuns de se verificar os sintomas da psoríase, são os braços, pernas, assim como também o couro cabeludo, sendo que ela poderá se manifestar tanto de maneira isolada, ou seja, apenas os braços, como também em forma conjunta, ou seja, todos os locais do corpo ao mesmo tempo. Sendo que há também casos que podemos notar a presença destes sintomas em regiões como por exemplo barriga, entre tantas outras regiões do corpo.

Sendo assim, para aqueles que desejam saber se a psoríase coça ou não, é possível que apresente sim a coceira, porém, não é considerado como o sintoma principal da doença, sendo que a coceira pode ser considerada como característica de uma alergia, entre outros problemas de saúde da pele, é necessário consultar um especialista para verificar se a coceira é sintoma da doença ou não.