Arquivo da categoria: Culinária

Falando Um Pouco Sobre Café

Uma paixão do brasileiro, de casa ao escritório muitas vezes dá para encontrar uma garrafa com café fresco. Além de começarmos o dia tomando café ele nos acompanha durante nossa jornada de trabalho ajudando a recarregar as baterias. Vamos falar um pouco sobre essa bebida que acompanha o brasileiro em todos os lugares.

A função que damos para ele hoje é bem diferente de antigamente, no ano 1.000 d.C., originário da Etiópia, era usado para alimentar os rebanhos durante as longas viagens. Ele servia como estimulante. Depois disso ele começo a ser cultivado em monastérios islâmicos no Yêmen, Península Arábica, batizado vinho da Arábia foi ganhando espaço na Europa e  dela para todo o mundo, detalhe que o café como conhecemos que é torrado só surgiu no século XVI.

A cafeina é seu principal componente, ela é responsável por deixar a pessoa “ligada”, no caso ela é responsável pelos processos de ativação da atenção e de memória. Ela também ajuda com o bom humor, pois ocorre liberação de dopamina. Além de melhorar sua disposição e seu humor ele também ajuda a afastar a depressão, pois ele estimula a produção de ácidos clorogênicos. E ainda existem alguns estudos falando sobre a prevenção de algumas doenças como Mal de Parkinson  e Alzheimer.

Porém nem tudo são flores, é recomendado moderação, igual a tudo na vida, evite consumir com estômago vazio e evite tomar mais de 4 xícaras e procure tomar em um intervalo de 90 minutos entre uma dose e outra. Caso o sono seja muito grande é melhor dormir mesmo pois o consumo em grandes quantidades pode prejudicar o sistema gastrointestinal. Pegue seu corpo de surpresa também, pois quando você toma café no mesmo horário o corpo acaba acostumando, o ideal é tomar em horários variados.

Recomenda-se também não consumir café armazenado por muito tempo, pois com o armazenamento estimula a criação de toxinas que prejudicam o sistema gastrointestinal. É complicado ter café fresco toda hora, porque não alugar uma máquina de café para sua empresa? Pode ser um bom investimento o serviço de aluguel de máquinas de café, com as melhores marcas de equipamento, cuidados da instalação e manutenção preventiva e corretiva com ingredientes para a reposição nas máquinas de café vending.

Leve os benefícios do ‘cafezinho’ para os clientes da sua loja ou para seus funcionários. Tomar café fresco pode fazer a diferença na jornada de trabalho de alguém.

Algumas Dicas de Como Identificar Tipos de Vinho

Atualmente existem muitas bebidas que são bastante populares em todo o mundo, essas bebidas sempre oferecem muita qualidade pelo seu sabor e isso acaba se tornando um ponto bastante positivo, assim como no caso dos vinhos, sendo uma modalidade de bebida com baixo teor de álcool e que realmente pode oferecer muita qualidade. Pessoas que são exigentes com seu paladar estão sempre a procura de vinhos de qualidade para degustar, sendo que muitas gostam de ter esse produto em estoque dentro de sua residência, o que também se torna um fator muito interessante e que realmente deve ser levado em consideração.

Vinhos – Dicas e informações

Os tipos de vinhos contam com várias qualidades diferentes e isso realmente se torna um fator muito interessante, diferente do que muitas pessoas imaginam os vinhos realmente podem oferecer vários sabores diferentes, sendo que alguns contam com uma safra diferenciada e isso acaba intensificando seu sabor. Como não poderia ser diferente existem muitas empresas que estão sempre a procura de adquirir qualidade em seus serviços, justamente por isso oferecem várias qualidades de vinhos diferentes, visando dessa forma suprir as necessidades de seus consumidores.

Os vinhos de sabores diferentes se modificam conforme a safra, estilo de produção e vários outros fatores que modificam o sabor final dessa bebida. Em todo caso os consumidores podem contar com muitas empresas especializadas nesse segmento, e muitas produções são feitas dentro do país, o que acaba melhorando o custo benefício desse tipo de produto e ainda garante bastante qualidade, sendo com certeza um detalhe de suma importância e que realmente deve ser levado em consideração.

Mais algumas dicas

Caso você queira adquirir um produto que realmente ofereça qualidade é necessário fazer uma boa pesquisa na internet, lembrando que existem muitas empresas que já atuam somente na modalidade online, oferecendo vários tipos de bolsas nas quais oferecem determinados sabores de vinhos mensalmente, funcionando como a espécie de um clube. Sem contar sobre as várias outras empresas que também são especializadas nesse segmento. Vale a pena pesquisar e obter o máximo de informação possível, são produtos caros que merecem uma atenção maior, sua qualidade é essencial para a escolha.

Comprando Meu Vinho Online

Para quem gosta de ter uma escolha quase que infinita de qual vinho comprar, a venda online de vinhos é ideal para essa pessoa. Existem diversos sites, alguns das próprias marcas e outros de lojas online que vendem todos e diversos tipos de vinho, desde os tintos aos espumantes, desde os franceses aos brasileiros.

A venda online de vinhos é feita totalmente à distância. Esse tipo de serviço surgiu para ajudar a vida de muitos e como uma nova possibilidade para quem quer adquirir seu vinho. Então aqui vão algumas dicas para você que escolheu comprar vinhos online.

  • Evite comprar por impulso, apenas porque viu um novo vinho que pareça ser bacana ou porque o site é bonito. Leia sempre a descrição dos produtos e seus rótulos com suas características, além de pesquisar se o tal site é confiável, rápido, entre outros. Redobre todo este cuidado para rótulos raros.
  • Compare preços de diversos sites para que haja maior custo-benefício.
  • Procure informações sobre o produtor e sobre o rótulo caso você queira comprar um vinho ainda desconhecido.
  • Não compre o vinho se não estiver a safra indicada, pois podem estar “passados do ponto”. Verifique sempre as safras.
  • Avalie as ofertas com cuidado. Ofertas, descontos e promoções podem ser convidativos, mas verifique se é válido o suficiente para realizar a compra do produto. Desconfie também de grandes descontos.
  • Normalmente os sites de importadoras são mais confiáveis que lojas multimarcas, além de o vinho chegar a você depois da compra online com maior qualidade, mas a segunda possivelmente tem o custo mais baixo.
  • Contate a empresa, vende se o seu atendimento é bom e qual é o seu índice de confiabilidade. Você pode telefonar ou enviar um e-mail com perguntas sobre os vinhos, mas caso não haja resposta em até dois dias úteis, esqueça.
  • Verifique o valor do frete, pois se for muito caro valerá a pena a procura de outro site para se realizar a compra online ou compre em lojas físicas. Dependendo do valor do vinho, o frete pode sair grátis.
  • Verifique o tempo de entrega, pois não adianta realizar a compra caso demore semanas para chegar.
  • Quando puder, compre diretamente no site do produtor.
  • Verifique também a política de trocas e devoluções da empresa.

 

Como Classificar os Tipos de Vinho

A partir da fermentação alcoólica do suco extraído de uvas amassadas em diversas vinícolas pelo mundo, nas grandes ou pequenas, industriais ou artesanais, surge uma das bebidas mais valorizadas e estudadas: o vinho. Mas, é claro, não há apenas um tipo de vinho.

Na fermentação algumas características são levadas em conta, para que resulte em um tipo de vinho ou em milhares de outros.

Tais características são: coloração do vinho, teor de açúcar, quantidade de gás carbônico e a graduação alcoólica. Saiba mais sobre cada classificação dos tipos de vinho a seguir.

Coloração

Tinto: sua cor escura surge dos pigmentos encontrados na casca de uvas “pretas”. É o vinho mais produzido no mundo. Só no Rio Grande do Sul, em 2003, foram engarrafados mais de 170 milhões de litros¹.

Branco: pode ser preparado de uvas brancas, que é o que mais ocorre, mas também da polpa de uvas pretas, desprezando a casca da uva durante o processo. É o tipo mais popular no Brasil atrás do vinho tinto. Em 2003, foram produzidos cerca de 55 milhões de litros.

Rosé: o vinho rosé, pensando em sua coloração, está entre o tinto e o branco, sendo produzido por uvas pretas cujas cascas liberam pouca tinta. Outra forma de obter o resultado é misturando vinhos tintos e brancos, mas a qualidade não é das melhores. Em 2003, 6,3 milhões de litros foram engarrafados.

¹ fonte: Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Nível de Açúcar

O processo de fermentação transforma o açúcar em alcoól – até 200 gramas por litro de suco. A classificação surge observando a quantidade que sobra: vinhos doces ou suaves (mais de 50 gramas por litro), meio-doces ou meio-secos (até 50 gramas por litro) e secos (menos de 5 gramas por litro).

Gás Carbônico (espuma)

O gás carbônico é responsável pelas bolhas do vinho, havendo três categorias sobre isso: com mais de 2kg de pressão por cm² são os vinhos espumantes, enquanto até 2kg por cm² são os frisantes. Já os que não possuem gás são os tranquilos.

Teor alcóolico

A última classificação para tipos de vinho é o teor alcóolico. Os vinhos de mesa são os que possuem entre 8,5 graus e 14 graus de álcool (8,5% a 14% da bebida), e enquadra a maioria dos vinhos. Os vinhos de sobremesa ou licorosos possuem mais de 14 graus de álcool, geralmente adicionado após a fermentação.

Aprenda Um Pouco Mais Sobre Vinhos Online

Muitas pessoas acabam por admirar bastante o vinho, esta que nada mais é do que uma bebida que é considerada como muito elegante, assim como também bastante saborosa para quem sabe apreciar, porém, o problema é ter conhecimento sobre esta bebida, afinal, não são todos que tem esta oportunidade, porém agora já é bem mais fácil de se aprender sobre a bebida, e falaremos agora mesmo como deveria ser.

Vinhos online

O que acontece é que nos dias de hoje, podemos verificar que a internet se trata de uma ferramenta que permite que se aprenda sobre tudo o que se tem interesse, ou seja, desde as coisas mais básicas, as mais complexas, tanto é que muitas pessoas tem realizado cursos de graduação a distância.

E claro que para que se possa aprender sobre vinhos não seria diferente, sendo que podemos notar que há uma série de clubes, fóruns e também cursos que são direcionados a bebida. Geralmente, por exemplo nos clubes de vinhos online, as pessoas pagam uma pequena mensalidade, e então acabam por ter a oportunidade de conhecer sobre os diferentes tipos de vinhos, quais seriam a diferença entre cada um deles,e  até mesmo de experimentá-los, sendo que são enviadas garrafas (em alguns clubes).

Já nos fóruns, acaba por ser comum verificar que as pessoas podem acabar por sanar dúvidas, oferecer dicas, e até mesmo pequenas aulas sobre a bebida e também as suas variações, fazendo com que desta forma, mais pessoas acabem por ter a oportunidade de conhecer sobre a bebida, e claro, entender como apreciá-la de forma que seria considerada como correta.

Sendo assim, se você tem interesse em aprender sobre vinhos, mas não tem tempo para isto, poderá utilizar uma das opções que foram citadas, visto que elas acabam por ser práticas e até mesmo rápidas, ou seja, aqueles 5 minutos que você vago antes de sair para o almoço ou antes de ir embora do serviço, poderão servir para que você possa se tornar um verdadeiro conhecedor de vinhos, e claro, com isto colocar os seus conhecimentos em prática em jantares e outras ocasiões. Vale a pena entender bem o assunto.

Conheça Mais Sobre a Harmonização de Vinhos

Se existe algo que pode ser considerado como comum,é o fato das pessoas oferecerem sempre um vinho quando vão servir um jantar, algo que realmente poderia ser considerado como elegante, se também não pudesse ser considerado como uma “gafe”, sendo assim, vamos entender agora mesmo um pouco mais sobre este assunto.

A harmonização

O que acontece pode ser considerado como bastante simples, sendo que é possível verificar que existe a harmonização, assim como também diferentes tipos de vinhos que são disponibilizados no mercado. No entanto, o que acontece, é que cada tipo de vinho acaba por ser considerado como adequado a ser consumido com um determinado tipo de alimento, ou até mesmo ocasião, como por exemplo no caso de carnes brancas, no caso de massas, enfim, cada vinho acaba por acompanhar estes tipos de alimentos não apenas por uma questão de elegância, mas também pelo fato de que a bebida, quando acompanhamento, poderá acabar por influenciar no sabor do alimento, ou seja, ao invés de seu peixe ficar extremamente saboroso, poderá não ter gosto algum, apenas o gosto do vinho que “amarrou” na boca do seu convidado.

E justamente para que isto não aconteça, é que existe a harmonização de vinhos, esta que seria uma espécie de “colinha” assim como também é possível verificar cursos, claro, onde você poderá aprender qual tipo de vinho seria considerado como adequado para combinações alimentares, assim como também para ocasiões diferenciadas. A harmonização poderá lhe ensinar até mesmo quando servir, se antes ou depois, assim como também a quantidade, enfim,poderia ser considerado como uma forma de fazer com que o vinho e também o que você irá servir acabe por ficar muito mais saboroso, sem que na realidade ocorra qualquer tipo de alteração, e é justamente por isto que a harmonização acaba por ser realizada por pessoas que são especialistas no assunto.

É interessante, pois a harmonização poderá também ser aprendida através de cursos online, assim como também através de cursos que sejam presenciais de vinhos, onde você poderá até mesmo notar a diferença de cada tipo de vinho para a sua marca de produção, e como isto poderia influenciar ao beber.

A Facilidade de Conhecer Vinhos Online

Algo que pode ser considerado como bastante comum, é o fato de que uma série de pessoas acham os vinhos uma bebida realmente atraente, assim como também, podem achar super elegante uma pessoa que tenha conhecimento sobre este tipo de bebida, porém, quando chega na hora de aprender, muitas vezes podem pensar que é necessário que se faça um grande investimento, e na realidade não é bem assim que funciona. Sendo assim, vamos entender agora mesmo como aprender sobre vinhos online.

Como aprender

O que acontece, é que atualmente, com a facilidade de acesso a internet, podemos verificar que há uma série de clubes de vinhos, assim como também de fóruns, e até mesmo cursos que acabam por ser disponibilizados, fazendo com que assim, as pessoas interessadas acabem por ter a oportunidade de obter ao menos um conhecimento que seja considerado como básico.

Geralmente, os clubes de vinhos online acabam por funcionar de uma forma que pode ser considerada como simples, a pessoa realiza a sua inscrição no clube e então acaba por precisar realizar um pagamento de mensalidade, este que pode até mesmo ser considerado como simbólico, e então, você deverá receber dicas e até mesmo lições sobre os tipos de vinhos, e alguns clubes, ainda acabam por enviar através dos correios, diferentes tipos da bebida, para que assim a pessoa possa obter conhecimento de forma prática, e não apenas teórica, fazendo com que assim, você realmente possa se considerar como um conhecedor da bebida.

Já os fóruns, estes geralmente acabam por ser gratuitos, ou seja, acaba por ser necessário apenas que a pessoa se inscreva, fazendo com que assim, possa verificar dicas e até mesmo a opinião de outras pessoas com relação as bebidas, indicar qual seria o melhor prato como acompanhamento, entre tantas outras questões que acabam por ser consideradas como importantes para quem deseja aprender sobre a bebida de uma maneira que possa ser considerada ao menos como regular como uma pessoa sofisticada o suficiente para saber qual vinho é indicado para cada tipo de alimento ou até mesmo para cada tipo de ocasião. Se você fizer isso, pode considerar um apreciador de vinhos.

Como Escolher Um Vinho

Algo que podemos verificar com bastante facilidade, é que os vinhos acabam por ser considerados como um excelente acompanhamento, ou seja, em diversos momentos, abrir uma garrafa de vinho pode ser comparado a um dos melhores prazeres que podemos ter na vida, no entanto, é sempre interessante escolher o vinho adequado. Sendo assim, daremos agora mesmo algumas dicas para que você possa escolher o vinho certo.

Como escolher

O que acontece, na realidade, pode ser considerado como simples, visto que podemos encontrar uma série de vinhos que são disponibilizados para a venda, fazendo com que desta forma, muitas pessoas acabem por ficar com diversas dúvidas com relação a qual poderia ser o melhor vinho para ser consumido por exemplo, em um jantar de massas, ou em um jantar que haverá determinado tipo de carne, enfim, acaba-se por ter muitas dúvidas, principalmente entre aqueles que não conhecem muito sobre vinhos.

Sendo assim, podemos verificar, por exemplo, que há algo chamado de harmonização de vinhos, sendo que esta acaba por ser considerada como uma lista, onde há os tipos de vinhos, e a indicação dos tipos de alimentos, e até mesmo o momento no qual cada tipo de vinho acaba por ser considerado como adequado para realizar um acompanhamento.

Desta forma, acaba por ficar muito mais fácil na hora de realizar a escolha do seu vinho, porém, outra coisa que deve ser levada em consideração, é o fato do seu gosto para determinado tipo de vinho, sendo que mesmo que seja indicado, por exemplo, um vinho seco para acompanhar um prato que vá peixe, muitas pessoas podem simplesmente não gostar, fazendo com que desta forma, deem preferência para o vinho tinto, independente do tipo de alimento que irá comer.

E por fim, claro, há algumas adegas, que acabam por disponibilizar provas de vinhos, para que desta forma, você tenha a oportunidade de experimentar, e então determinar qual seria o tipo adequado para que você possa, por exemplo, servir no seu evento, ou até mesmo em um simples jantar, mas claro, que neste caso, você irá escolher pelo fato de gosto particular mesmo.

Fondue – A História Desta Iguaria

Você sabia que o correto é pronunciar A Fondue? Isto mesmo, no feminino. A palavra “fondue” surgiu na Suíça Francesa e, traduzindo o termo para o português, significa queijo fundido ou queijo derretido. O prato é muito consumido ultimamente, principalmente em locais onde faz frio e na época do inverno, mas, como será que surgiu esta iguaria que é a fondue?

O surgimento da fondue

A história do surgimento deste prato tão apreciado possui duas teorias, sendo que uma é bastante diferente da outra.

Primeira teoria

A primeira teoria é de que a fondue foi inventada como o resultado de um excesso na produção de queijo, na Suíça Francesa. Em meados do século XII, com a chegada do frio, o queijo armazenado congelara até que alguém teve uma grande ideia: descongelar e derreter os queijos usando kirsch, uma cachaça artesanal de cereja produzida na região. Surgiu então a saborosa fondue de queijo.

Segunda teoria

Esta versão envolve muito mais a emoção e a imaginação do que a primeira. De acordo com esta teoria, a fondue surgiu durante a Segunda Guerra Mundial, pelos camponeses que viviam nas regiões montanhosas. Devido não terem como buscar alimentos nos centros das cidades, por conta das batalhas e do rigoroso inverno, para não morrer de fome, eles passaram a derreter os queijos que eles mesmos produziam e mergulhavam o pão, que também era feito por eles, no caldo resultante deste derretimento.

Um prato saboroso

Independente de qual teoria é realmente a verdadeira, é fato que este prato acabou ganhando o mundo inteiro e, atualmente, existem fondues de vários tipos diferentes, como a fondue de chocolate, onde são mergulhadas frutas, biscoitos e marshmallow.

Normalmente, quando as pessoas vão a um restaurante de fondue, como o Hannover, por exemplo, elas consomem primeiramente a salgada, que pode ser de queijo ou carne e depois a fondue de chocolate, como uma sobremesa. Existem ainda fondues que variam os sabores dos molhos, acrescentando alguns ingredientes, como o vinho branco, ketchup e alguns temperos.

Ir a um restaurante de fondue é uma verdadeira maravilha gastronômica, além de ser romântico e divertido. Pode ser considerado o prato ideal para um jantar especial, a dois ou até mesmo com toda a família, numa ocasião diferente.

Conheça Um Pouco Mais Sobre as Facas para Sashimi

Conheça um pouco mais a seguir da Yanaguiba. Este é um tipo de faca bastante fina e utilizada na culinária japonesa, se apresenta dentro de um grupo determinado de facas para sashimi, e é utilizada em todo o preparo de sushi, bem como sashimi e ainda os frutos do mar de forma geral.

Com isto podemos citar que para se preparar o sashimi corretamente existem vários tipos de detalhes bem como condições especiais e diferenciadas da faca para que se possa ter um corte necessário e preciso. Com isto é fundamental se ressaltar que não é qualquer faca que poderá realizar seus cortes em específico.

Quais são as condições das facas para bons cortes de Sashimi

Sobre o comprimento

A sua lâmina deverá ser bastante longa para que faça um corte mais preciso em peixes em somente uma direção. Com isto um corte em ziguezague gera uma série de cortes inadequados muitas vezes inutilizando a carne do peixe.

A espessura da faca

Esta é uma faca bem fina para que possa permitir um corte que seja utilizado pouco esforço em sua criação. Caso um corte seja criado com muita força poderia até mesmo destroçar um peite ou ainda amassar ao invés de o fatiar.

Sobre a sua dureza e resistência

A dureza e resistência da faca para sashimi deverá ter uma boa consistência assim como uma durabilidade e precisão das espadas japonesas.

Sobre o seu lado reto

No caso específico da faca para sashimi yanagi-ba ela conta com um dos seus lados inclinados e um outro lado plano e preciso. Isto deverá permitir os controles de ângulos precisos da lâmina utilizada de corte bem como toda a facilidade para que seja realizada a afiação correta e precisa da sua faca.

Sobre as direções de corte

Enquanto grande parte das facas ocidentais você realiza movimentos precisos de empurrar para cortar. Neste tipo de faca é possível se ter um bom movimento de puxar e cortar, o que deverá permitir fatiar um peixe cru que tenha uma precisa a e uma maior facilidade bem como leveza.