Arquivo da categoria: Gravidez

Tratamento para Engravidar Pode Contar com Gesto Altruísta

Diversos casais têm dificuldade em engravidar naturalmente, com diversos problemas alterando a fertilidade do casal e suas chances de gestação. Em alguns casos, um tratamento para engravidar pode surtir efeito, mas em outros é necessário recorrer à doação de gametas.

A doação de espermatozoides é mais comum, mas as mulheres também podem realizar uma ovo doação e ajudar uma outra mulher a realizar o sonho de se tornar mãe com a doação de gametas. O gesto é altruísta e anônimo, com o sigilo garantido. A mulher que receberá os óvulos não pode conhecer e não tem nenhuma informação sobre a doadora e vice-versa. Pagar pelos gametas é proibido, mas a receptora pode financiar o tratamento realizado para a doação.

Como é feito o procedimento?

Para realizar a doação, a mulher deve buscar uma clínica de fertilização que ofereça o serviço como tratamento para engravidar. Após análise da doadora, ela passa a ter seus ovários estimulados através de hormônios, afim de produzir mais óvulos e com melhor qualidade. Parte dos óvulos gerados são então colhidos. A receptora também recebe hormônios no período, para o espessamento do endométrio.

Em laboratório, os óvulos coletados são inseminados artificialmente com o espermatozoide do marido da receptora. Após 3 a 5 dias de desenvolvimento em laboratório, o embrião é transplantado para o útero da receptora. Para doar parte dos óvulos, a mulher precisa assinar um termo no qual explicita a doação, concordando que não terá direito nenhum sobre a criança que poderá ser gerada através de seu gameta e com o tratamento para engravidar. Além disso, a doadora deve:

  • Ter menos de 30 anos;
  • Não ter doenças infectocontagiosas;
  • Não possuir histórico de doenças genéticas na família;
  • Tipo físico e sanguíneo compatível com o da receptora;
  • Bom potencial ovariano.

Antes do tratamento para engravidar ser realizado, o casal receptor passa por entrevistas psicológicas, uma vez que devem estar cientes de que a criança gerada não deve ser tratada de forma diferente só por não compartilhar do material genético da manhã. A doadora por sua vez, também recebe orientação psicológica, uma vez que não terá nenhum contato com a criança que possa ser gerada a partir de seu óvulo e ter desprendimento é necessário nessa situação.

Informações Úteis Sobre a Fertilização In Vitro

A gravidez é, certamente, um momento muito especial na vida das mulheres. No mundo agitado de hoje, o consumo de anticoncepcionais e dietas pouco saudáveis pode afetar as chances de uma mulher engravidar, afetando a saúde física e mental das mulheres. Infelizmente, existem milhares de mulheres em todo o mundo que são incapazes de dar à luz ou conceber de forma natural. Esta é uma situação difícil para qualquer casal. Entretanto, médicos especialistas criaram a fertilização in vitro para ajudar essas mulheres, um método que vem se tornando cada vez mais acessível nas clínicas de fertilidade: Uma solução para mulheres que não são capazes de conceber naturalmente.

Como é o procedimento

A fertilização in vitro ganhou grande popularidade nos últimos anos. Se você está pensando sobre o tratamento, você precisa se familiarizar com os benefícios e os custos envolvidos na fertilização in vitro. Bebês concebidos por fertilização in vitro são também chamados de bebês de proveta. Este tratamento dá esperança para aquelas mulheres que não podem ter filhos, seja devido a complicações reprodutivas, como bloqueio de trompas, deformidades no útero ou infertilidade resultante de endometriose.

Este tratamento consiste na fusão de um óvulo e esperma num ambiente controlado. O ovo fertilizado é então, introduzido no útero da mulher. Um único ciclo de fertilização in vitro envolve a criação de cerca de 3 ou 4 embriões, visto que há probabilidade de falhas. Graças a maior quantidade de embriões que são implantados no útero, há uma maior possibilidade do tratamento ser bem sucedido. O principal objetivo da fertilização in vitro é ajudar mulheres a engravidar com tratamentos seguros.

Quanto custa uma fertilização in vitro?

Se a fertilização não está ocorrendo dentro do útero, os médicos especialistas fertilizam um óvulo em um tubo de ensaio e, após 3 a 5 dias, o embrião é colocado no útero da mulher. Dessa forma, depois da implantação do embrião no útero, há mais chances da mulher engravidar. Normalmente, os custos de fertilização in vitro, somados os valores do procedimento e dos medicamentos, atingem cerca dez a doze mil reais por ciclo. Entretanto, pode demorar mais de um ciclo para produzir um embrião viável. Este tratamento foi bem recebido por muitos casais que não podiam ter filhos. É um procedimento menos invasivo e que traz uma esperança para casais. Muitas clínicas de infertilidade fornecem este tratamento.

Técnicas Naturais de Seleção de Sexo

Ao longo dos últimos 25 anos ou mais, enormes avanços foram feitos no campo de seleção de sexo e especialistas estão com poucas duvidas de que é um serviço a tempos buscado. No entanto, como muitos serviços opcionais, as clinicas de seleção de sexo cobram preços de milhares de dólares, sem garantias absolutas de uma gravidez de sucesso. Além disso, a pratica não é legalizada em alguns países e isso leva os casais a buscarem técnicas naturais de seleção e sexo.

Em uma clinica de seleção de sexo, as técnicas usadas são sem duvidas invasivas, demoradas e caras, frequentemente envolvendo tempo fora de casa, folga no trabalho e muitas vezes vários ciclos antes de alcançar a gravidez. No entanto, não há duvidas de que o resultado é de sucesso, então o resultado supere os custos e a inconveniência.

Como escolher o sexo do seu bebê

As técnicas usadas são com frequências as seguintes: Vários óvulos são retirados da mãe e fertilizados com o espermatozoide do pai. Este óvulos ficam no laboratório por 3 dias, após os quais devem ter se desenvolvido em 8 embriões células. Os óvulos os óvulos são analisados em busca de problemas genéticos e para determinar o sexo. Embriões saudáveis do sexo desejado são implantados. Embriões “extra” deverão ser usados para uso futuro, entretanto, para aqueles de nós que as clinicas não são uma opção, técnicas naturais de seleção de sexo  podem ser usadas e não há evidências que indicam que podem ter altos índices de sucesso. Além disso, alguns casais se sentem desconfortáveis e têm duvidas quanto às questões morais relacionadas a estes procedimentos. As técnicas naturais de seleção de sexo envolvem fatores que podem influenciar e afetar a concepção e um menino ou uma menina. Ou seja, hoje em dia é de fato possível  saber como escolher o sexo do seu bebê.

Algumas áreas cruciais incluem a dieta (de ambos os parceiros), estilo de vida e timing  da relação sexual. Além disso, os níveis de pH do corpo de uma mulher são importantes. Um aspecto importante são as características do espermatozoide. O espermatozoide feminino se move mais lentamente e é maior, além de ser mais pesado do que o espermatozoide masculino que é mais rápido e menor, que não vive por muito tempo. Assim, sabendo quando ter uma relação sexual é vital.

O sexo do bebê

Se quiser ter uma menina, deverá ter uma relação sexual alguns dias antes da ovulação já que isso significa que perto da ovulação ocorrer, o espermatozoide masculino terá perecido. Se quiser um menino, a relação terá que ocorrer no dia da ovulação, como se o óvulo já estivesse esperando e querendo ser fertilizado, tornando a “corrida” mais fácil e um espermatozoide masculino mais rápido terá mais chances de vencer. Os níveis de pH dentro do corpo também são importantes.

O espermatozoide masculino prosperar melhor em um ambiente ácido enquanto eu o feminino parece preferir condições alcalinas, tiras de teste de pH com custos baixíssimos podem ser compradas em farmácias e, depois de ter testado por vários dias, você terá uma ideia do nível de pH consistente de sua vagina e os passos que poderão ser dados para alterá-lo, se necessário, usando duchas simples e sem custos, além e alterações na dieta.

É claro, usar técnicas naturais de seleção de sexo têm base em saber quando o ovulação irá acontecer e isso é muito mais fácil do que era há anos. Kits precisos de previsor de ovulação estão disponíveis em bastante lugares e são uma ferramenta que você não pode ficar sem na sua busca pelo sexo desejado de seu bebê.

Se você quiser ver métodos testados e comprovados que a ajudarão a ter um menino ou uma menina, por favor, visite meu site que fornece muitas informações sobre técnicas de seleção natural de sexo

A Fertilização in Vitro nos Casos de Infertilidade Feminina

Cerca de 33% dos casos em que os casais são incapazes de conceber envolvem alguma forma de infertilidade relacionada à mulher. Alguns casos são devido a fatores biológicos enquanto os outros casos podem ser atribuídos a acontecimentos durante a vida ou comportamentos que dificultam a concepção. Muitas vezes, este problema pode ser corrigido através de clínicas de fertilidade e com informações corretas. Infertilidade feminina e outras formas de infertilidade podem ser tratadas usando vários métodos graças à tecnologia atual. Um desses métodos é a fertilização in vitro, ou FIV.

A ciência médica está constantemente testando novas soluções para ajudar as pessoas que estão lidando com a infertilidade. A fertilização in vitro tem sido capaz de ajudar as mulheres que, por algum motivo, não conseguem engravidar. Embora a primeira técnica de fertilização in vitro tenha sido realizada na Inglaterra em 1978, o primeiro sucesso na fertilização in vitro foi nos Estados Unidos e aconteceu em 1981. Desde então, a fertilização in vitro tem possibilitado o nascimento de milhares de bebês todos os anos no Brasil.

A FIV é um procedimento médico onde o esperma de um homem é introduzido no óvulo da mulher sobre uma placa de meio de cultura onde é então fertilizado depois de aproximadamente 40 horas, sendo que todo o processo é feito em laboratórios altamente qualificados para tal fim. Após esse período, o ovo é verificado para ver se a fertilização de fato ocorreu. O processo de FIV é um método também conhecido como reprodução assistida. Após o óvulo da mulher ser fertilizado, o embrião é então transferido para o útero e então se desenvolve normalmente.

Durante os primeiros anos da fertilização in vitro, e por vezes ainda hoje, as crianças nascidas desta técnica são referidas como “bebês de proveta”. O primeiro bebê de proveta nasceu na Inglaterra em 1978. A FIV é normalmente usada como um tratamento quando uma mulher bloqueou as trompas de falópio (contracepção), teve as trompas severamente danificadas ou possui alguma má formação nas mesmas. No entanto, pode também ser utilizada quando a pessoa que tenta conceber tem endometriose ou se o homem tem uma baixa contagem de esperma. Há também momentos em que a fertilização in vitro é utilizada quando os métodos e medicamentos usados visando a fertilidade falharam.

A fertilização in vitro tornou possível para as mulheres, que antes achava que eram incapazes de conceber uma criança, se tornarem mães de seus filhos nascidos naturalmente. Até mesmo as mães com idade superior a 40 anos têm uma taxa de sucesso de cerca de 13% com a fertilização in vitro. Nota-se que a saúde reprodutiva não é tudo o que deve ser levado em conta se tratando de fertilização assistida. Se a mulher enfrenta outros problemas médicos, estes podem levantar um problema. Um certo número de condições, tais como saúde, idade e histórico médico devem ser considerados antes de fazer a FIV ou qualquer outro procedimento relacionado.

Dicas Importantes para Mulheres Grávidas

A gravidez é um dos eventos mais importantes de sua vida desde que suas ações afetam a criança que você está carregando. Para se ter uma gravidez saudável, é importante saber de tudo o que for possível nesse momento. Este artigo irá falar sobre algumas dicas úteis sobre gravidez.

Mesmo que você ainda não esteja grávida, você pode querer considerar tomar uma vitamina pré-natal. O trimestre inicial de sua gravidez é quando o bebê começa a desenvolver o cordão neural que irá se desenvolve para a medula espinhal e o cérebro. Sua própria alimentação, mesmo a partir do instante da concepção, é muito importante. É essencial que você tenha uma quantidade suficiente de ácido fólico, ferro e cálcio no organismo durante esta fase.

Quando você está grávida, você vai querer administrar um cuidado especial quando se trata de seus dentes. Suas gengivas podem ser mais sensíveis por causa do aumento da produção de hormônios e pode haver algum inchaço ou sangramento durante a escovação e o uso do fio dental. Aconselha-se escovar os dentes com uma escova macia e continuar a usar fio dental, mas com muito cuidado.

Mulheres no terceiro trimestre da gravidez devem sempre dormir sobre o lado esquerdo. Isto permite que o bebê tenha uma boa oferta de sangue, enviando um melhor fluxo de sangue para o seu útero e para os rins. A pior posição para uma gestante dormir é de costas, porque impede o seu fluxo de sangue e coloca pressão sobre sua coluna.

Uma vez que você ficar grávida é essencial dedicar tempo e esforço em aprender tudo o que puder sobre gravidez. Há muito a aprender e compreender, e quanto mais informado você estiver, mais preparado você vai se sentir. Compreensão de cada fase da gravidez permite que você saiba o que é normal e esperado. O conhecimento do processo vai aliviar o stress e a ansiedade.

Há um mundo de alegrias associadas à gravidez, mas você não tem que contar com azia nesta lista. Você pode reduzir a probabilidade de ocorrências, observando e eliminando alimentos que causam indigestão. Alimentos que tenham cafeína, sejam picantes e chocolates são conhecidos por desencadear azia. Comer refeições pequenas e freqüentes e mastigar bem pode ajudar combater a azia.

O caminho para obter os melhores resultados de sua gravidez é fazer suas atividades de forma sensível: comer direito, dormir bem, e o mais importante, obter o pré-natal. Tente manter-se livre de estresse agora que você tem esta informação sobre como tornar sua gravidez a melhor possível.