Visite a Canton Fair ou a Disney – Seja Comissário de Bordo

Para quem  gosta de viajar, e não gosta de uma vida parada e rotineira, ser comissário de bordo é uma excelente opção. É necessário gostar de conhecer lugares novos, e claro, não ter medo de altura. É possível visitar a Disney, parque temático americano, a Canton Fair, maior feira de negócios da China, conhecer outros lugares do país e do mundo, enfim, é uma infinidade de destinos possíveis. Antigamente, a profissão era exclusivamente feminina, mas hoje em dia, muitos homens também podem trabalhar como comissários de bordo, embora esta imagem ainda seja automaticamente vinculada às mulheres.

Nem tudo são flores

Porém, a vida de comissário não é sempre glamorosa, apesar de ser um mercado que está em crescimento no Brasil. Há diversos cursos para esta formação. Estes cursos são oferecidos por escolas de aviação civil, homologadas pela ANAC. Entre as aulas, há cursos de etiqueta, direito trabalhista, noções de saúde e higiene, além de combate a incêndios, primeiros-socorros e sobrevivência na selva e no mar.

Os alunos também aprendem o que pode servir de alimento, a identificar animais e insetos, tirar água de bambu, entre outras técnicas de sobrevivência. Também estão inclusas aula de natação com colete salva-vidas, e os alunos aprendem como salvar pessoas que podem estar sem o colete.

São diversas atividades que exigem bastante esforço físico e resistência. Após o curso, os candidatos ainda precisam passar na prova da ANAC, que é considerada bastante difícil.

Dedicação e Resistência para ficar longe da Família

Após a contratação, as comissárias ainda passam por mais treinamentos de primeiros-socorros, incêndios. E precisam também passar por um curso específico para a aeronave que vão trabalhar.

É importante ter boa postura e uma boa aparência. Também é necessário ter fluência em outras línguas. É preciso ter muita paciência e cordialidade. É uma profissão onde a pessoa não tem rotina, vive de malas prontas, atento para qualquer escala em que for solicitado, podendo surgir voos de última hora.

Para se tornar um comissário de bordo, é necessário gostar de viajar e estar ciente que a vida social e familiar acaba ficando um pouco de lado. A pessoa praticamente vive para voar por diversos lugares do mundo. É preciso ter paixão pelo que se faz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *