Broncopneumonia – Suas Causas, Sintomas e Modo de Tratamento

A broncopneumonia também conhecida como pneumonia brônquica ou pneumonia multifocal ou lobular, é uma inflamação aguda das pequenas vias aéreas dentro dos pulmões (bronquíolos) e dos “sacos” aéreos circundantes (alvéolos).

Causas da boncopneumonia

Geralmente, a broncopneumonia é causada por bactérias, como Staphylococcus aureus, Klebsiella pneumoniae, Haemophilus influenzae, Pseudomonas aeruginosa ou Escherichia coli. Geralmente, a condição ocorre em pacientes hospitalizados (pneumonia adquirida no hospital  associada a ventilador) após aspiração de vômito e uso de drogas intravenosas.

A condição também pode ser causada pela bactéria atípica Mycoplasma, vírus e fungos.

A broncopneumonia por si só não é contagiosa, o que significa que se você estiver em contato próximo com alguém que tem broncopneumonia não é muito provável que você também a possa contrair. Os micróbios que causam a condição médica podem ser contagiosos, pelo que, se você os contrair por inalação depois de permanecer próximo de uma pessoa contaminada que tossiu os micróbios para o exterior, você pode ficar infetado e desenvolver uma doença suave, mas a broncopneumonia torna-se menos provável.

Normalmente, a broncopneumonia é  causada por micróbios que a maioria das pessoas saudáveis têm em suas bocas e gargantas. Regularmente, nós inoculamos esses micróbios nos nossos pulmões, mas se o nosso sistema imunológico se mantiver saudável, os micróbios não causarão nenhuma doença. Em indivíduos com uma imunidade imunológica fraca, como acontece em casos de doença pulmonar ou cardíaca subjacente, estes micróbios podem causar broncopneumonia. Por outras palavras, normalmente, a broncopneumonia é “contraída” por auto-infecção.

Os fatores de risco para a broncopneumonia são ter uma idade jovem (lactentes), idade avançada (mais de 65 anos), o tabagismo, o acamamento e as doenças subjacentes, como a gripe, o sarampo, a fibrose cística e a bronquite crônica.

Sintomas de broncopneumonia

Os sintomas podem incluir tosse com muco (que pode conter sangue), falta de ar, febre e fadiga.

Diagnóstico de broncopneumonia

Uma cultura de sangue e uma cultura de escarro podem revelar o micróbio causador da condição de saúde.
Um raio X pode mostrar múltiplas lesões pequenas, geralmente em ambos os pulmões, ao contrário de uma pneumonia lobar, que geralmente afeta somente um lobulo de um pulmão.

Tratamento para broncopneumonia

O tratamento da broncopneumonia inclui antibióticos e outras medidas que também são promovida noutros tipos de pneumonia.

Prognóstico para broncopneumonia

Uma broncopneumonia pode variar de leve a grave. O prognóstico depende principalmente da gravidade da doença subjacente.

Sobre Este Autor

Postar uma Resposta