Todos os posts de andrehp

Diferenças dos Tipos de Creatina

A suplementação de creatina vem se tornando popular, desde a liberação da Agência de Vigilância Sanitária (ANVISA), na década passada. As funções e e benefícios da creatina já foram estudadas em laboratório e testadas em humanos. É um suplemento bom e seguro, principalmente para praticantes de atividades físicas que envolvam força, como musculação.

Na hora de comprar a creatina, surge uma grande dúvida: qual o melhor tipo de creatina? Você encontra no mercado diversas marcas de creatina. Cada uma tem suas particularidades. Diferente do Whey, não há diferenças substanciais entre as marcas de creatina. Só há alguns detalhes que tornam uma creatina melhor que a outra.

O tamanho do grão, por exemplo, é um fator diferencial que vai fazer a sua creatina ser mais absorvida pelo seu organismo. A creatina monoidratada é maior que a micronizada. Opte pela segunda, embora seja um tantinho mais cara.

A pureza da creatina é outro variável que você deve tomar conhecimento antes de comprar uma boa creatina. As creatinas com sabor geralmente contém uma dose alta de carboidrato. Não recomendadas para quem esta fazendo um treino para emagrecimento (conhecido como culting pelos praticantes de musculação). Opte por creatinas sem sabores. A creatina não tem gosto de nada, então tomá-la com água não é nada desagradável.

As marcas mais populares são as importadas, em específico a creatina da Universal, que tem o selo Creapure de qualidade, um dos principais selos de qualidade em termos de suplementos baseados em creatina. Outra creatina famosa é da ON. Ambas não são nem um pouco caras (comparadas a suplementos como o Whey Protein e a Caseína).

Algumas pessoas recomendo a creatina veterinária, de uso animal. Fuja desta furada! A creatina veterinária obviamente foi feita para animais. O órgão que regulamenta e controla a creatina é a ANVISA e, no caso da creatina para equinos, por exemplo, a regulamentação é um tanto fraca, uma vez que se tratam de animais e a ANVISA não usa o mesmo rigor que usa para tratar de suplementos voltados para seres humanos. Antes de suplementar qualquer coisa, lembre-se de consultar um nutricionista.