Todos os posts de amaralDr

Por Matheus. Colaborador do portal Novo Negócio (Site), portal com várias ideias de negócios (Link) desde loja de roupas Artigo até negócios inovadores.

6 Segredos que Irão Aumentar Seu Tráfego de Visitas Facilmente

Se você tem um site ou blog sabe que gerar um bom tráfego de visitas é essencial para ter audiência e aumentar os seus lucros. As plataformas que são rentabilizadas na internet só sobrevivem se existirem pessoas interessadas em consumir os seus produtos, do contrário elas estão fadadas ao fracasso. Descubra os segredos para atrair o público e aplique na sua página!

Todo e qualquer negócio na internet só justificam a sua existência se houverem internautas que dão audiência. Porém, bem se sabe, que cativar o público não é uma tarefa fácil. Isto exige muita dedicação do administrador da página, que deve adotar métodos eficazes para aumentar o número de visitas.

Felizmente, existem algumas estratégias que podem ser utilizadas para aumentar o número de visualização da plataforma, o que aumenta a possibilidade fidelizar o público e torna-lo um consumidor ativo do conteúdo que está sendo produzido. Para te ajudar, iremos contar quais são os 6 segredos que vão aumentar o seu tráfego de visitas facilmente. Confira abaixo:

1. Otimize os artigos para os mecanismos de buscas

Em primeiro lugar, saiba que nenhum texto deve ser escrito em vão, todos precisam ter um objetivo e cumpri-los. Sendo assim, é indicado colocar palavras-chave no título do artigo e dentro do conteúdo, isto serve para deixá-lo bem indexado. Dessa maneira, o mecanismo de busca é otimizado, toda a vez que alguém procurar um tema relacionado o seu posta poderá aparecer na página do Google.

Além disso, para otimizar o seu texto e facilitar que ele seja encontrado na internet, uma dica muito valiosa é não usar palavras muito rebuscadas. Pelo contrário, procure utilizar o vocabulário do seu público-alvo e sempre que possível inclua sinônimos, aumentando as chances de o artigo aparecer na página de buscas.

2. Divulga a página nas redes sociais

Atualmente, a maioria dos nichos do mercado digital está concentrada nas redes sociais como, por exemplo, o Twitter e o Facebook. Uma ótima estratégia é se aproximar do público através destas plataformas, pois é um canal mais fácil e direto para atrair os internautas.

Faça perfis em todas as redes sociais, de modo a ‘’ abocanhar’’ visitantes em todas as áreas. Não se esqueça de manter as páginas alimentadas, esteja sempre interagindo com as pessoas que te seguem. Um erro comum é publicar o todo o conteúdo no perfil. Não faça isso! Se não, o internauta não tem necessidade de visitar a sua página, não é mesmo? O ideal é fazer pequenas chamadas que induzam o clique até a sua plataforma.

3. Cadastre sua página em diretórios de sites

Existem 321 sites gratuitos de buscas, onde é possível cadastrar sites no Data Hosting, o que aumenta e muito as chances de atrair novos internautas. Ou também, basta ir até o Google e digitar “Diretórios de artigo” e irão aparecer muitas plataformas, onde o seu site ou blog pode ser cadastrado para ficar disponível para os usuários de todo o mundo.

4. Participe do seu nicho de mercado

Estar em contato o seu público é fundamental para desenvolver um bom trabalho. Uma dica excelente é participar do seu nicho de mercado, isso mesmo, visite as páginas dos seus concorrentes e faça comentários pertinentes, sempre que possível inclua o endereço da sua página, estimulando os internautas a irem até lá e visualizar o que você produz.

5. Faça guest posts

A técnica de Guest Post consiste em escrever artigos de graça para plataformas que possuem alto índice de visibilidade e aceitam este tipo de serviço. Neste caso, o autor escreve um artigo e no final faz uma mini biografia, onde coloca o seu nome e endereços de páginas para que os internautas interessados possam conhecer mais sobre o seu trabalho. Procure escrever para o maior número possível de sites.

6. Use lista de e-mails

Para esta estratégia, é necessário fazer contato com os principais blogs ou plataformas do seu nicho de mercado. Solicite fazer Guest Post ou pague para que cada faça um post sobre a sua plataforma, devendo informar um link de captura com seu nome e mail. Dessa maneira, sempre que você escrever um novo artigo, ele será enviado para a sua lista de email, abrangendo amplamente o público que é relevante para o seu trabalho.

Como Selecionar o Nicho Certo para Blog

Você tem ou já pensou em ter um blog? Mas, sobre qual assunto você escreveria? Este é um dilema que muitos entusiastas desta ferramenta enfrentam. Afinal de contas, parece existir blog sobre tudo hoje em dia. Porém, seguindo algumas estratégias pode-se escolher o nicho certo.

Primeiramente, é necessário estar consciente de que dificilmente o seu blog vai tratar de um assunto novo, a não ser que um conteúdo extremamente inusitado seja abordado. Se você está fazendo um blog não só para a sua satisfação, mas também para atrair o público, é mais do que indicado estudar com profundidade quais os nichos que mais despertam o interesse dos internautas.

Acertar na escolha do nicho é fundamental para que a sua página seja bem sucedida, o conteúdo publicado também tem que ser de qualidade, pois do contrário a tendência é que ela seja apenas mais uma. Se você quer criar uma plataforma, mas ainda tem algumas dúvidas, iremos dar algumas dicas de como selecionar o nicho certo para blog. Confira abaixo:

Descubra a sua afinidade com o assunto

Para escrever sobre algum assunto é essencial que você tenha afinidade e conhecimento, pois de nada adianta querer falar sobre algo que não domina, assim, a tendência é que os textos sejam vazios e não atendam as necessidades do público que está em busca de informação, afastando-o ao invés de fidelizar.

Se você não tem amplo conhecimento sobre um assunto, mas sabe que é um bom tema para trabalhar na internet, o ideal é procurar saber sobre o conteúdo, tentando aprender o máximo possível. Dessa maneira, o seu repertório será aumentado e as postagens tendem a serem mais completas e informativas.

Não escolha um nicho porque está na moda

Vire e mexe há uma explosão de assuntos na internet, o que propicia a criação de blogs. Porém, não é indicado montar uma página com o nicho que está na moda, ele pode até dar certo num primeiro momento, mas há uma chance muito maior de que dê errado ao longo do tempo.

Caso surja algum tema interessante, é recomendado pesquisar se ele realmente veio para ficar e tem potencial para crescer no futuro ou é apenas algo passageiro. Se ficar comprovado que o assunto é uma tendência para os próximos anos, pode-se montar um blog nesta categoria sem medo.

Procure um nicho rentável

De nada adianta escrever sobre um tema que você gosta, mas que não lhe traz nenhum retorno financeiro. Realize uma grande pesquisa, procurando conhecer blogs que já atuam neste setor e se eles são rentáveis, qual é o fluxo de visitantes, entre outros aspectos que possam interferir na sua decisão.

Faça uma lista com todos os blogs que encontrar. Feito isso, procure estudar a sua concorrência e avalie como seria possível enfrentá-la em pé de igualdade. Este é um meio bastante eficaz de tomar a decisão certa.

Se destaque no mercado

Como foi dito anteriormente é difícil escolher um nicho extremamente inovador na internet, mas é muito importante procurar se destacar no mercado online. Se será escolhido um tema que já existe, a dica é procurar fazer uma abordagem diferenciada.

Mais uma vez, o estudo da concorrência se faz presente, pois é indicado estudar os seus principais concorrentes e analisar como eles tratam o assunto. Veja o que pode ser melhorado para atender as expectativas do internautas e o que pode ser mantido. Lembre-se, que não há nada de mais em se inspirar no que é bem feito e dá certo, desde que não seja uma cópia.

Pesquise nichos no Google Insights

O Google Insights é uma ferramenta que permite a qualquer internauta pesquisar quais são as palavras-chaves mais buscadas na internet. A partir desta pesquisa, é possível ter uma noção de quais são os assuntos que mais atraem as pessoas na internet. É só se cadastrar na plataforma e fazer a sua busca.

Como Monetizar Corretamente o seu Blog

Criar um blog é relativamente simples, mas monetizá-lo e ter a disciplina correta para torna-lo um verdadeiro sucesso de lucros é o difícil. Por isso, criamos esse artigo para lhe mostrar as melhores formas de monetizar seu blog e obter sua independência financeira em menos de 1 ano!

O blog de sucesso passa por 3 fases

  1. Iniciante: Tem em torno de 50 posts e 200 a 300 visitas diárias.
  2. Intermediário: Já possui uma média de 200 artigos e conta com 1000 visitas diárias.
  3. Profissional: Mais de 200 artigos e mais de 1000 visitas.

É importante ter em mente essas três fases, porque a monetização correta pode variar de acordo com o momento do blog.

Formas de monetização

Google Adsense: Utilizar o programa de publicidade do Google pode render alguns “trocados”, mas longe de ser a renda de sua tão sonhada independência. A vantagem desse programa de publicidade é que o blogueiro ganha com o click e impressão, ou seja, o visitante do seu blog não precisa adquirir algo, basta apenas clicar.

Programa de Afiliados: Essa modalidade de monetização é mais rentável, seus ganhos são bem mais elevados, contudo, é preciso que o visitante compre algo através do link.

Venda de Espaço Publicitário: Normalmente utilizado por blogs de renome, a venda de espaço é uma forma direta de lucrar mais com seu blog e não impede de mesclar com outro programa de monetização.

Qual forma de monetização escolher para o meu blog?

Cada momento de um blog “pede” uma forma adequada e nova de monetização. Por isso, resumimos para vocês as melhores alternativas para cada fase do seu blog.

  • Iniciante: Nessa fase você precisa de credibilidade, por isso, evite muitos anúncios de textos do Adsense. Pode até utilizar os quadros de imagens.

Os programas de afiliados que efetuam o pagamento em euros são a melhor opção.

Faça posts específicos para a conversão dos seus usuários em compradores, não utilize “propagandas” para clicar no meio dos seus posts informativos.

Alguns bons programas de afiliados para iniciantes: Netaffiliation e DGMAX.

  • Intermediário: O blog intermediário já deverá estar quase lhe conferindo a independência financeira, mas agora chegou a hora de monetizá-lo para realmente lhe dar dinheiro!

Mesclar Adsense com boas campanhas de afiliados é a opção certa, mas cuidado, evite muita propaganda, o Adsense pode fazer com que seus leitores se cansem do seu blog.

Dê preferência por campanhas CPA e CPL que pagam por formulários, cadastros e mensagem sms.

  • Avançado: Este é o nível que todos querem chegar, mas para isso você já “suou” bastante.

Esqueça o seu Adsense, ele não lhe representará a melhor forma de ganho.

Foque em empresas de vendas diretas, ou seja, entre em contato com as empresas e combine com elas uma porcentagem sobre as vendas por pessoas indicadas pelo seu site. Assim, você não precisará pagar uma parcela do seu ganho para terceiros.

Venda anúncios publicitários da sua página para empresas particulares.

É importante jamais deixar de criar posts de boa qualidade e objetivos, diretos, que realmente resolvam os problemas dos interessados. Evite ao máximo mesclar “propagandas” no seus posts, isso retira a confiabilidade. Se tiver um tempinho, é aconselhável estudar marketing de conteúdo, que é uma brilhante ideia de convencer os visitantes a comprar inconscientemente, sem perceber que seu post os torna propensos a adquirir os produtos comercializados e informados por você!

Espero que gostem! Ponha em prática e não se esqueça de me contar como foi?

Planejar Mais e Fazer Menos Pode Render Mais Lucro Para Seu Site

Nada mais correto do que aquele velho ditado “Quem trabalha demais não tem tempo para ganhar dinheiro”. Na internet é quase igual, a quantidade de “empreendedores” que postam artigos diariamente, criam cursos e tentam vender desesperadamente seus produtos 24 horas por dia é expressiva. Mas e quantos realmente estão ganhando dinheiro? As vezes falta um bom planejamento para realmente ganhar dinheiro!

Preparamos para você essas dicas e aproveite, pois planejar e ter uma boa estratégia não é perder tempo, é economizar tempo e realmente GANHAR DINHEIRO!

Todos os empreendimentos precisam de um bom planejamento

Tanto um negócio que está iniciando quanto aquele que já possui certo sucesso precisam de planejamento, isso porque, no 1º caso procurasse visitas e ganhar dinheiro e no 2º caso deseja-se maximizar os lucros. Então, caso você não tenha um bom planejamento, com certeza esta na hora de fazer!

Planejar é justamente fazer o que os outros não fazem

Os empreendedores inexperientes tem o costume de pensar que planejar é apenas organizar uma série de ações, uma espécie de “linha reta” com atitudes que a maioria dos empreendedores já fizeram. Infelizmente não é tão simples.

Planejar é elaborar novas diretrizes que se amoldem ao SEU NEGÓCIO e não o que os outros já fizeram. Talvez, para eles, até tenha dado certo, mas cada negócio tem suas particularidades, e apenas “copiar” não é suficiente para se destacar a essa imensidão de novos empreendedores online que surgem todos os dias.

Aprenda de uma vez por todas a fazer um bom planejamento

Tudo bem! Estou convencido de que preciso ter um planejamento, afinal, com certeza mal não vai fazer. Mas como faço isso? Tenho que pagar? Bom, eu acredito que você é capaz! Então, para ficar 100%, o que um bom planejamento precisa ter?

“Começo, meio e fim”

Simples assim, um planejamento precisa ter um começo, meio e fim! Soa estranho? Eu sei. Um bom planejamento não pode apenas dar o primeiro impulso e quando ficar difícil, pronto, não se sabe mais o que fazer porque não estava nos planos.

Crie seu planejamento em 3 etapas, mas crie as 3 etapas antes de por em prática!

Planejamento – começo

Como você iniciará as mudanças no seu negócio, qual será o inicio do seu planejamento? A melhor forma de se planejar algo é invertendo a ordem temporal, ou seja, não pense do presente para o futuro, mas sim do futuro para o presente.

Exemplo: Vendedor de calçados em atacado online; (um pouco para trás) Conquistar clientes (mais para trás) Atrativos – bons preços, qualidade, bom atendimento e etc (mais um pouquinho) fornecedor de qualidade, tipos de calçados que serão comercializados e assim sucessivamente.

Perceba que você encontrará todas as fases que precisará abordar em seu planejamento. Não poupe tempo e esforços nessa parte, vale a pena perder algumas semanas para seu negócio começar com o pé direito.

Planejamento – meio

Honestamente, o “meio” do planejamento é a pior parte, responsável pela desistência da maioria dos empreendedores. Nele você precisa estabelecer algumas estratégias de mudança e como investirá os recursos financeiros que estão entrando.

Planejamento – fim

O planejamento final consiste em estabelecer como o seu negócio “ficará” pelo resto do tempo. Claro, nada impede de aperfeiçoá-lo e muda-lo, mas você precisa ter uma ideia de como irá mantê-lo.

Nessa etapa deve-se tomar como base os custos que irá ter, lucros, fornecedores que fidelizou, enfim, realmente automatizar o seu negócio.

Dicas para seu planejamento dar certo

  1. Prazos Criteriosos: Estabeleça prazos para cada etapa do seu planejamento.
  2. Novas Estratégias: Fazer o que já vem sendo feito não adianta, por isso, observe seu público alvo e elabore novas estratégias de atingi-lo.
  3. Utilize as mídias sociais para divulgar.
  4. Reflita quanto tempo for necessário para elaborar seu plano de negócio, principalmente na parte inicial.
  5. Visualize o seu planejamento. Apenas detalhar não é suficiente, você precisa visualizar.
  6. Retire um prazo, por exemplo, 2 dias no mês para revisar seu planejamento e verificar se está correndo conforme o esperado.
  7. Mantenha sempre o foco e evite fazer algo que não esteja planejado. Caso tenha boas novas ideias, refaça o planejamento ou altere no momento da revisão.

Que tal por em prática o seu planejamento e nos contar como está indo?

Dúvidas para Escolher Qual Negócio Montar? Nós Ajudamos!

Ao decidir montar um negócio surgem muitas dúvidas sobre qual é a melhor opção? Afinal, existe uma gama extensa de possibilidades e investir os recursos erroneamente pode custar à falência antes mesmo do início do negócio. Por isso, preparamos dicas que irão fazer você acertar na “mosca” que negócio escolher!

Acessibilidade

É comum ao pensar em abrir um negócio, principalmente online, em criar algo novo e que irá render “milhões”. Não que isso não seja possível, mas você precisa iniciar de baixo para conseguir ter um negócio desse nível. Por isso, tenha em mente que precisa procurar um bom empreendimento e que lhe trará bons frutos. Evite procurar por algo inacessível e que ficará apenas no “papel”.

Para saber se o empreendimento é realmente acessível, você pode analisar e se fazer as seguintes perguntas:

  1. Alguém já conseguiu montar algo semelhante?
  2. Existe uma forma plausível de comercializá-lo?
  3. Tenho o conhecimento necessário sobre o empreendimento?
  4. O investimento é absurdo?
  5. Existe fornecedor para o que desejo comercializar?
  6. O custo do produto não ficará acima da média?
  7. Eu tenho condições de oferecer o serviço ou preciso contratar gente especializada?

Conhecimento na área

O conhecimento é imprescindível para o sucesso de um empreendimento. A concorrência é alta em todos os setores, alguns mais outros menos, mas sempre terá alguém fazendo frente à você. Se, com bom conhecimento já é difícil, imagine sem nenhum?

Dê preferência no momento da escolha para uma área de atuação que você esteja familiarizado e, caso tenha essa dificuldade, analise muito bem todas as possibilidades e ao escolher, faça um bom curso na área!

Analise do mercado e propensão futura

Analisar como o mercado está se comportando é um fator que deve ser levado em conta, pois, caso esteja ruim, mesmo que já tenha se decidido por um negócio é melhor tomar cuidado! Evite investir em algo que o mercado não se posiciona a favor.

Esteja ciente da importância de estabelecer um negócio que tenha um “bom futuro”. Especialistas e economistas constantemente estão lançando dados sobre as principais tendências de mercado, manter-se bem informado é uma ótima forma de descobrir se está com a ideia certa.

Investimento

Nem todo bom negócio precisa de um grande investimento. O quesito investimento precisa ser encarado da seguinte maneira: Custo x Benefício. É claro que um empreendimento com materiais e com possibilidade de ganhos muito maiores, provavelmente exigirá mais investimento, então, o investimento PERFEITO é o que está dentro do seu orçamento e planejamento.

Estimativa de Lucro

O negócio perfeito tem de unir tudo que foi tratado aqui, mas também precisa oferecer, no mínimo, uma boa estimativa de lucro. No inicio, você trabalhará com estimativa, já que não terá certeza até o negócio “engrenar”, então, tenha certeza de que a estimativa é recompensatória.

Bons negócios tem estimativas de lucros que, em meros 6 meses, são mais do que suficiente para arcar com o valor do investimento inicial.

Ao analisar e unir todos estes fatores, com certeza encontrará o negócio ideal, que dificilmente terá falhas, desde que, é claro, seja bem administrado. Conhece outros fatores que devem ser analisados, por que não nos conta através dos comentários?

10 Passos Para Montar uma Carta de Vendas Efetiva

A carta de vendas está intimamente ligada aos seus resultados. Pessoas que trabalham com programas de afiliados ou até mesmo à venda de produtos/e-books próprios precisam ter uma carta de vendas fulminante. São poucos os bons materiais sobre o assunto, por isso resolvi tratar este tema de suma importância!

 Comece pela vantagem principal

Não faça graça ou tente enrolar o leitor, você precisa fazer com que ele queira ler até o fim e se interesse pelo seu produto, por isso saia “despejando” o que você tem de melhor, e o que seria? A vantagem principal que seu produto irá trazer.

Seja direto, utilize linguagem simples, clara e de preferência encorajadora. Iniciar com frases de impacto como: Você não pode deixar de conhecer o produto X. Seus problemas de X coisa acabaram com […]. Serei breve mas você precisa saber que não precisa mais se preocupar com […].

 Justifique o porquê do seu produto ser tão bom

Desenvolva a característica principal do seu produto e explique como resolverá o problema do leitor. Utilize palavras como seu, sua, você. Tenha como foco que o leitor é seu objetivo e você precisa se referir de maneira simples e direta a ele, sempre de uma forma pessoa, “amizade íntima”.

 Traga as outras características do produto

Agora é a hora de mostrar o que mais, além do da vantagem excepcional, o cliente irá receber. Mostre para ele que junto com a resolução do problema ele terá inúmeras outras vantagens.

Nesta parte, também se deve demonstrar o quão especialista você é. É preciso convencer o leitor que o produto realmente funciona e cumpre com tudo que ele espera.

Algumas formas de fazer isso:

  • Depoimentos de clientes;
  • Características Técnicas;
  • Estudos e Pesquisas;
  • Dados Numéricos;
  • Exemplos de casos resolvidos;
  • Vídeo falando do produto e demonstrando a vantagem em prática;

 Ofereça um prêmio se ler até o final da carta

Quando o leitor estiver no meio da sua carta de vendas, ele está interessado  e avaliando se vale a pena terminar de ler. Garanta que no final ele terá uma surpresa, que você reservou algo único e que não se arrependerá! Cumpra com o que está prometendo, pode ser um desconto ou até mesmo alguns materiais extras.

 Foque na estética da carta

A sua carta de vendas precisa ter a estética perfeita para ter o sucesso que você deseja. Utilize cores chamativas, fotos grandes e extravagantes, sublinhe e pinte palavras em especial.

Nos primeiros parágrafos você deve utilizar imagens que demonstram a vantagem exacerbada do seu produto, ou seja, digamos que você prometa um e-book sobre dinheiro, coloque carros de luxo, mulheres e muito dinheiro.

 Chamada de agir e prêmio

Ao final da carta de vendas coloque uma chamada de agir, ou seja, diga ao leitor o que você quer que ele faça. Por exemplo: insira seu e-mail e receba grátis um material exclusivo para decidir se deseja ou não o nosso famoso (…).

Não se esqueça de concluir com o prêmio que prometeu no ponto 4. Sempre, mas sempre atue como se os produtos fossem estar se esgotando e que as promoções estejam acabando, assim o cliente sente a necessidade de aproveitar urgentemente os descontos.

Se você é mestre na área e quiser nos contar sobre suas experiências, por favor, pode utilizar os comentários.

Como Ganhar Dinheiro como Freelancer

Freelancer é o termo designado para pessoas que buscam trabalhar de forma independente, sem criar vínculos com apenas uma empresa. Há profissionais em todas as áreas que se encaixam nesta categoria. Se você tem interesse em se posicionar desta forma no mercado, saiba que existem algumas estratégias que podem ser usadas para ganhar dinheiro como freelancer.

Os profissionais que trabalham como freelancer não são necessariamente pessoas sem formação, pelo contrário, há muitos indivíduos com formação superior que optam por esta via, isto porque podem trabalhar para várias empresas e consequentemente aumentar o seu salário.

Embora, ofereça vantagens financeiras, trabalhar como freelancer não é um caminho exatamente fácil, pois é preciso contar com empresas confiáveis e com a disponibilidade de trabalhados para serem feitos. Independente da sua área de atuação, é necessário estar atento a todas as oportunidades que surgem ao seu redor.

Se você já trabalha ou gostaria de trabalhar desta forma, nós iremos listar aqui algumas dicas de como ganhar dinheiro como freelancer.

Crie books

Antes mesmo de começar a trabalhar como freelancer, o profissional deve montar um book do seu trabalho, também conhecido como portfólio, isto é fundamental para abrir portas na sua área. Para que este item seja funcional é preciso que ele seja muito bem criado e pensado.

O book será o seu cartão de visita toda a vez que você se candidatar a uma vaga ou alguma empresa se interessar pelo seu trabalho. Portanto, faça um planejamento, elencando todos os trabalhos que você já realizou anteriormente, vale, inclusive, dispor os trabalhos feitos na faculdade. O produto deve criado deve ser pensado para atender as necessidades do seu público alvo. Tenha uma versão impressa e outra online para enviar diretamente pelo email das empresas ou disponibilizar na sua página.

Trabalhe para um website

Os Websites é um dos melhores campos para se trabalhar, pois é um mercado bastante amplo e oferece oportunidades para profissionais de ramos diferentes. Ao trabalhar nesta área é possível ser redator, webdesigner, programador, divulgador, autor, entre outras possibilidades.

A vantagem de trabalhar para um website é o fato de ter trabalho sempre disponível. Uma boa dica é desenvolver os serviços prestados com muita qualidade e na data combinada com o contratante. Dessa maneira, você cria uma boa reputação na web e poderá ser indicado para outros trabalhos.

Escreva artigos

Se você tem formação acadêmica em letras, jornalismo, publicidade e propaganda ou qualquer outra profissão, uma boa dica é trabalhar como freelancer escrevendo artigos. Aparentemente, esta atividade rende um valor baixo, mas é preciso saber selecionar os seus clientes e os nichos que pertence escrever, pois algumas áreas pagam mais e outras menos.

Além disso, dificilmente você conseguirá se manter tendo apenas um cliente. Então, para aumentar os seus rendimentos procure estabelecer parcerias com o maior número de empresas possíveis, mas claro, desde que todos os prazos sejam cumpridas e a qualidade mantida.

Use programas de afiliados

Trabalhar com programa de afiliados é uma boa opção para quem deseja construir um salário mais alto. Este método consiste em realizar publicações de produtos de marcas famosas na internet, tendo como intuito aumentar as vendas da empresa. A cada venda originada do seu link de publicação lhe será concedida uma gratificação, cujo valor depende das condições de contratação da plataforma.

Trabalhe com alojamento

A área de alojamento é uma das mais competitivas do mercado na internet. Há uma enorme disputa entre BlueHost e Hostgator. Para entrar neste campo, o ideal é que você já tenha os meios para desenvolver alojamento e uma equipe disposta a realizar um trabalho de qualidade. Embora seja um ramo mais trabalhoso, o retorno financeiro recompensa.