A História do Ferro Ligas no Brasil

As primeiras experiências de ferro ligas no Brasil ocorreu no século XVII, porém apenas no século seguinte foi aprimorada a técnica e assim foi possível a fabricação desta liga no país. A primeira fabricação do ferro ligas produziu o ferro manganês. Esta liga foi produzida em um laboratório escolar no estado de Minas Gerais. Para esta experiência foi usado um forno com uma potencia equivalente a seis chuveiros elétricos residenciais.

Após o resultado dessa experiência houve a implantação de um forno com capacidade maior para aquecimento. Com isso, iniciou-se a produção do tipo de ferro ligas, ferro manganês, utilizado para as oficinas das redes ferroviárias, pois com a Primeira Guerra Mundial aconteceu um desabastecimento do material, que antes era importado. As experiências em Minas Gerais com fornos elétricos foram canceladas em 1919, assim a Usina da Escola de Minas precisou ser desativada. O maior problema encontrado na primeira fase da indústria de ferro-ligas deveu-se pelas limitações da baixa disponibilidade de energia elétrica, e pela pequena demanda do mercado interno.

Pouco mais de dez anos depois surgiu a necessidade da produção industrial de ferro ligas, para suprir o mercado nacional, que basicamente importava todo o material necessário. Em 1970 a 1980 a produção de ferro ligas teve um crescimento, devido as novas hidrelétricas e a grande expansão das empresas siderúrgicas. Com a disponibilidade de energia elétrica e investimentos no setor o Brasil passou a ocupar o 4a posição como produtor mundial e 3a posição como exportador mundial de ferro-ligas.

Uma politica de incentivos apresentada entre as décadas de 70 e 80 contribuíram não só para o crescimento das produção de ferro ligas, quanto para o desenvolvimento de outros setores industriais. A indústria siderúrgica, maior consumidora de ferro ligas, neste período desenvolveu-se e passou a exigir maior qualidade, o que contribuiu para a produção da liga no país.

A capacidade total atual de produção de ferro ligas no Brasil é de aproximadamente 1,2 milhões de toneladas/anos, isso é possui devido a 100 forno em operações no país. Em 1970 a 1980 a produção de ferro ligas teve um crescimento, devido as novas hidrelétricas e a grande expansão das empresas siderúrgicas. Com a disponibilidade de energia elétrica e investimentos no setor o Brasil passou a ocupar o 4posição como produtor mundial e 3posição como exportador mundial de ferro-ligas.

 

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz